Conhecimento e Sabedoria

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Conhecimento e Sabedoria

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:22 pm

Que Sentimento Despertas?
Livro: Pão Nosso
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"De sorte que transportavam os enfermos para as ruas e os punham em leitos e em camilhas para que ao menos a sombra de Pedro, quando este passasse, cobrisse alguns deles."
(Atos, 5:15).

O conquistador de glórias sanguinolentas espalha terror e ruínas por onde passa.

O político astucioso semeia a desconfiança e a dúvida.

O juiz parcial acorda o medo destrutivo.

O revoltado espalha nuvens de veneno subtil.

O maledicente injecta disposições malignas nos ouvintes, provocando o verbo desvairado.

O caluniador estende fios de treva na senda que trilha.

O preguiçoso adormece as energias daqueles que encontra, inoculando-os fluidos entorpecentes.

O mentiroso deixa perturbação e insegurança, ao redor dos próprios passos.

O galhofeiro, com a simples presença, inspira e encoraja histórias hilariantes.

Todos nós, através dos pensamentos, das palavras e dos actos, criamos atmosfera particular, que nos identifica aos olhos alheios.

A sombra de Simão Pedro, que aceitara o Cristo e a Ele se consagrara, era disputada pelos sofredores e doentes que encontravam nela esperança e alívio, reconforto e alegria.

Examina os assuntos e as atitudes que a tua presença desperta nos outros.

Com atenção, descobrirás a qualidade de tua sombra e, se te encontras interessado em aquisição de valores iluminativos com Jesus, será fácil descobrires as próprias deficiências e corrigi-las.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ama Sempre

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:22 pm

Livro: Amizade
Meimei & Francisco Cândido Xavier

Encontrarás talvez, junto de ti, os que te pareçam errados.

Esse cometeu falta determinada, aquele que se acomodou numa situação considerada infeliz.

Respeita o tribunal que lhes indicou tratamento, sem recusar-lhes auxílio.

Quem conhecerá todas as circunstâncias para sentenciar, em definitivo, quanto às atitudes de alguém, analisando efeitos sem penetrar as causa profundas?

Deliciava-se certa jovem com o perfume das rosas que lhe vinham desabrochar na janela.
Orgulhosa das ramas que escalavam paredes, de modo a ofertar-lhes as flores, quis corrigir o jardim, no pedaço de chão em que a planta se levantava.
Pequeno monte de terra adubada, a destacar-se de nível, foi violentamente arrancado, mas justamente aí palpitava o coração da roseira.

Decepada a raiz, morreram as flores.

Quantas criaturas estarão resignadas à moradia em situações categorizadas por lodo, para que as rosas da alegria e da segurança possam brilhar nas janelas de nossa vida?

Aceita os outros tais quais são.

Espera e serve.

Abençoa e ama sempre.

O errado hoje, em muitos casos, será o certo amanhã.

O julgamento é dos homens, mas a Justiça é de Deus.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Resistindo a Mudanças

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:23 pm

Livro: Conviver e Melhorar - 43
Batuíra & Francisco Cândido Xavier

"E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos, renovando a vossa mente, a fim de poderdes discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, agradável e perfeito."
(Romanos, 12:2).

Por que se resiste a mudanças?
Qual o princípio que asfixia os germes de renovação que nascem em quase todos os instantes na alma dos discípulos do Evangelho?

Obviamente que não é uma condição natural da vida transformações constantes e súbitas.
As ciências que estudam as funções do corpo físico definem homeostase como a tendência à estabilidade do meio interno do organismo.
Portanto, a resistência à mudança é um instinto perfeitamente natural e, por isso, compreensível.

Não podemos esquecer que os costumes são instrumentos importantes e determinantes na evolução, porém só quando inspirados do fluxo da Vida Superior.
Existe o lado útil das convenções, mas é preciso identificá-lo.

É hábito comum da sociedade aderir muito mais ao rigor do convencionalismo do que se ligar às novidades elaboradas pelas revoluções sociais e morais.
Os seres humanos têm medo inato do desconhecido.

Os grandes génios da civilização ofereceram à criatura humana contribuições importantíssimas em todas as áreas do pensamento.
Investigaram as leis naturais e cooperaram efectivamente com o avanço da humanidade.
Abandonaram o "sábado" da passagem evangélica, que representa a tradição rigorosa, e adoptaram a independência interior para perceber "o que é bom, agradável e perfeito", conforme assevera Paulo aos romanos.

Quando o apóstolo dos gentios escreveu essa exortação, desejava dizer que a "vontade de Deus" regula o aperfeiçoamento da humanidade, mas é preciso que suas criaturas fiquem receptivas à marcha do progresso inspirada por Ele.

É contra-senso valer-nos do nome do Cristo para ficarmos estagnados no interior do "edifício carcomido do passado, que não está mais em harmonia com as necessidades novas e com novas aspirações".

A resistência a mudança e a renovação que impera na família cristã em seus diversos sectores (nas assembleias protestantes, nos templos católicos ou nas casas espíritas) tem raízes:

. na falta de amadurecimento - esquecendo que "a natureza não dá saltos", atribuímos tudo o que não conseguimos compreender à influenciação de espíritos maléficos, e procuramos o inimigo na vida exterior, quando devíamos reconhecer nossa imaturidade;

. na privação de instrução generalizada - requer-se da equipe espírita, e de cada um de nós pessoalmente, um conhecimento mais global;
não apenas de um sector, o espiritual por exemplo;
é preciso integrarmos os conhecimentos e sua devida correspondência com todas as áreas da cultura vigente;

. no egoísmo -
as mudanças podem ser boas para os outros, ou mesmo para todo o grupo de acção, mas, se não forem particularmente boas para nós, refutamos a elas;

. na ausência de autoconfiança - inovações exigem capacidade e novas habilidades a ser adquiridas;
porém se não temos auto-estima suficiente para enfrentar desafios, nós a condenamos;

. em preconceitos - é difícil nos libertarmos das correntes de preconceitos que muito de nós reverenciamos.
É necessário esperar e compreender o aperfeiçoamento natural e espaçado da marcha humana.

O Senhor da Vida concede-nos no presente mudança e renovação, para que possamos libertar-nos da ignorância do passado e adquirir conhecimentos para o futuro, rumo à ascensão espiritual.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Evangelho e Individualidade

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:24 pm

Livro: Roteiro
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Efectivamente, as massas acompanhavam o Cristo, de perto, no entanto, não vemos no Mestre a personificação do agitador comum.

Em todos os climas políticos, as escolas religiosas, aproximando-se da legalidade humana, de alguma sorte partilham da governança, estabelecendo regras espirituais com que adquirem poder sobre a multidão.

Jesus, porém, não transforma o espírito colectivo em terreno explorável.

Proclamando as bem-aventuranças à turba no monte, não a induz para a violência, a fim de assaltar o celeiro dos outros.
Multiplica, ele mesmo, o pão que a reconforte e alimente.

Não convida o povo a reivindicações.

Aconselha respeito aos patrimónios da direcção política, na sábia fórmula com que recomendava seja dado "a César o que é de César".

Muitos estudiosos do Cristianismo pretendem identificar no Mestre Divino a personalidade do revolucionário, instigando os seus contemporâneos à rebelião e à discórdia;
entretanto, em nenhuma passagem do seu ministério encontramos qualquer testemunho de indisciplina ou desespero, diante da ordem constituída.

Socorreu a turba sofredora e consolou-a, não se mostrou interessado em libertar a comunidade das criaturas, cuja evolução, até hoje, ainda exige lutas acerbas e provações incessantes, mas ajudou o Homem a libertar-se.

Ao apóstolo exclama - "vem e segue-me."
À pecadora exorta - "vai e não peques mais."
Ao paralítico, fala bondoso - "ergue-te e anda."
À mulher sirofenícia diz, convincente - "tua fé te curou."

Por toda parte, vemo-lo interessado em levantar o espírito, buscando erigir o templo da responsabilidade em cada consciência e o altar dos serviços aos semelhantes em cada coração.

Demonstrando as preocupações que o tomavam, perante a renovação do mundo individual, não se contentou em sentar-se no trono directivo, em que os generais e os legisladores costumam ditar determinações...
Desceu, ele próprio, ao seio do povo e entendeu-se pessoalmente com os velhos e os enfermos, com as mulheres e as crianças.

Entreteve-se em dilatadas conversações com as criaturas transviadas e reconhecidamente infelizes.

Usa a bondade fraternal para com Madalena, a obsidiada, quanto emprega a gentileza no trato com Zaqueu, o rico.

Reconhecendo que a tirania e a dor deveriam permanecer, ainda, por largo tempo na Terra, na condição de males necessários a rectificação das inteligências, o Benfeitor Celeste foi, acima de tudo, o orientador da transformação individual, o único movimento de liberação do espírito, com bases no esforço próprio e na renúncia ao próprio "eu".

Para isso, lutou, amou, serviu e sofreu até a cruz, confirmando, com o próprio sacrifício, a sua Doutrina de revolução interior, quando disse:
"e aquele que deseje fazer-se o maior no Reino do Céu, seja no mundo o servidor de todos."

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

DANDO SENTIDO À VIDA!!!!

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:24 pm

Para quem não se lembra, há alguns anos, nas olimpíadas especiais de Seattle, nove participantes, todos com deficiência mental ou física, alinharam-se para a largada da corrida dos 100 metros rasos.

Ao sinal, todos partiram, não exactamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar.

Todos, com excepção de um garoto, que tropeçou no asfalto, caiu rolando e começou a chorar.
Os outros oito ouviram o choro.

Diminuíram o passo e olharam para trás.
Então eles viraram e voltaram.
Todos eles.

Uma das meninas, com Síndrome de Down, ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse:
"- Pronto, agora vai sarar", e todos os nove competidores deram os braços e andaram juntos até a linha de chegada.

O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos minutos.
E as pessoas que estavam ali, naquele dia, continuam repetindo essa história até hoje.

Talvez os atletas fossem deficientes mentais...
Mas, com certeza, não eram deficientes da sensibilidade...

Porquê?

Porque, lá no fundo, todos nós sabemos que o que importa nesta vida é mais do que ganhar sozinho.

O que importa nesta vida é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique diminuir o passo e mudar de curso...

Pensem nisso.

E tenham um dia diferente.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

ENSINAMENTO e SURPRESA

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:25 pm

Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Um companheiro amargurado por desgostos do quotidiano, certa feita, através de emissora interiorana, ouviu a vos empolgante, de um professor, de optimismo que lhe cativou a atenção e a simpatia.

De três em três dias, ei-lo postado junto ao receptor, a fim de registar os conceitos do orientador distante.

Tão admirado se viu com as respostas com que o prestimoso amigo reconfortava e instruía aos ouvintes, que lhe dirigiu a primeira carta, solicitando-lhe auxílio para sanar as inquietações de que reconhecia ser objecto.

Entusiasmado com os apontamentos que obtinha pelo sem fio, confiou-se à copiosa correspondência, rogando-lhe as opiniões que chegavam sempre sinceras e sensatas.

Aquele homem, cujas palavras de paz e compreensão se espalhavam pelo rádio, devia conhecer as mais intrincadas questões humanas.

Para quaisquer indagações, expedia a resposta exacta e tanto adentrou na faixa dos pensamentos novos, que lhe eram endereçados, que o amigo, dantes fatigado e pessimista, observou-se curado da angústia crónica que o possuía.

Renovado e feliz, deliberou exteriorizar a gratidão que lhe vibrava nos recessos do ser, procurando abraçar o benfeitor pessoalmente.

Combinaram dia e hora para encontro e o beneficiado despendeu oito horas, em automóvel, varando estradas difíceis, de modo a reverenciar o professor que lhe reabilitara as forças para a vida.

Só então, depois de atingir a cidade para a qual se dirigia, entre consternação e júbilo, conseguiu avistá-lo, verificando, por fim, que o distinto radialista, que lhe devolvera a alegria de viver e trabalhar, era paralítico e cego.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMEMTOS

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:25 pm

Livro: Pão Nosso
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude e se há algum louvor, nisso pensai."
Paulo. (Filipenses, 4:8).

Todas as obras humanas constituem a resultante do pensamento das criaturas.

O mal e o bem, o feio e o belo viveram, antes de tudo, na fonte mental que os produziu, nos movimentos incessantes da vida.

O Evangelho consubstancia o roteiro generoso para que a mente do homem se renove nos caminhos da espiritualidade superior, proclamando a necessidade de semelhante transformação, rumo aos planos mais altos.

Não será tão-somente com os primores intelectuais da Filosofia que o discípulo iniciará seus esforços em realização desse teor.

Renovar pensamentos não é tão fácil como parece à primeira vista.

Demanda muita capacidade de renúncia e profunda dominação de si mesmo, qualidades que o homem não consegue alcançar sem trabalho e sacrifício do coração.

É por isso que muitos servidores modificam expressões verbais, julgando que refundiram pensamentos.

Todavia, no instante de recapitular, pela repetição das circunstâncias, as experiências redentoras, encontram, de novo, análogas perturbações, porque os obstáculos e as sombras permanecem na mente, quais fantasmas ocultos.

Pensar é criar.

A realidade dessa criação pode não se exteriorizar, de súbito, no campo dos efeitos transitórios, mas o objecto formado pelo poder mental vive no mundo íntimo, exigindo cuidados especiais para o esforço de continuidade ou extinção.

O conselho de Paulo aos filipenses apresenta sublime conteúdo.
Os discípulos que puderem compreender-lhe a essência profunda, buscando ver o lado verdadeiro, honesto, justo, puro e amável de todas as coisas, cultivando-o, em cada dia, terão encontrado a divina equação.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

O PENSAMENTO

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:26 pm

Livro: Rosângela
Rosângela & J. Raul Teixeira

Para você que sabe que o pensamento é energia a plasmar a vida, surge o imperativo de bem cuidar das suas fontes, para melhorar o padrão das vibrações que partem do imo da alma.

O pensamento de desânimo desorganiza as baterias das resoluções nobres, por representar o amolentamento da vontade que decide.

O pensamento lascivo e perturbador é a porta de tremendas agonias da alma, pelo fato de corromper os sentimentos que sustentam a pessoa no clima de paz íntima.

O pensamento de indiferença materializa as ondas de frieza, capazes de amortecer os impulsos do afecto espontâneo que engrandece a relação humana.

O pensamento de descrença persistente e impertinente, ateísta, é forja do desespero, por fazer com que a criatura se sinta desprovida de apoio ou amparo, sujeita aos caprichos do acaso, nos lances vários da sua jornada terrena.

Entretanto, o pensamento de harmonia, em que a alma se afina com as Leis Eternas, é como verdadeiro oásis, quando o coração caminha pelas ressequidas experiências do sofrimento ou da amargura, sabendo que deverá desincumbir-se das suas lutas com galhardia e confiança.

O pensamento de amor tem o poder de trazer ao íntimo a figura de Jesus, por resumir em si frequências espirituais que muitas pessoas não conseguem alcançar, pelo desprezo que devotam à actuação do bem, que alimenta o amor e dele recebe reforço ao mesmo tempo.

Pensar é construir...
Pensar
é semear...
Pensar
é produzir...

Veja bem o que semeia o que produz, nas construções de sua vida, com as suas ondas mentais.

Seu pensamento, inestancável, é você a projectar-se...

Pense melhor.

Pensamento é vida!

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

FRUTOS da DELIQUÊNCIA

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:27 pm

Livro: SOS Família
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco

O delinquente deve sempre ser considerado um Espírito enfermo, padecendo injunções alienantes que o levam ao delito.
Não obstante, cumpre à sociedade o dever de ensejar-lhe a reeducação e o tratamento, quando colhido nas malhas da Lei.

Afastá-lo do convívio social, trabalhando pela sua reabilitação, a fim de que se transforme em cidadão útil, que contribua para o progresso da Humanidade, tanto quanto para a própria evolução moral, é dever impostergável daqueles que pautam a vida pelos códigos de ética e de dignidade.

Evitar-se aplicar no infractor os mesmos processos violentos de que ele usa para alcançar os seus objectivos malsãos, constitui uma atitude de civilidade e cultura superiores.

Impedir-se a usança de técnica da agressividade ou da corrupção, ou os métodos da punição física, da coerção moral, da lavagem cerebral, significa utilização da Justiça que se propõe a soerguer o infeliz, embora implicitamente aplicando-lhe as penalidades que funcionam como terapia rectificadora e edificante.

O delinquente nem sempre se origina dos sórdidos guetos e favelas, onde fermenta o caldo de cultura da desagregação da personalidade, locais de fomento ao crime em razão dos factores sócio-morais e económicos que constringem e alucinam os que ali se encontram, mas de muitas outras comunidades e lares dignamente constituídos.

Crimes repulsivos e hediondos, agressões revoltantes e homicídios dantescos, furtos e roubos acompanhados de estupros e lamentáveis perversidades, lutas físicas e chantagens impiedosas, lenocínios e viciações toxicómanas apresentam altas e alarmantes taxas de delinquência que oram assolam a Terra e dizimam multidões em desespero...

Diante, no entanto, de delinquentes de tal jaez, tenta o amor fraternal, revidando-lhes a impiedade com a onda positiva de que o amor se faz portador.

No entanto, se o amor ainda não domina os teus sentimentos, a ponto de facultar-lhe a reacção não-agressiva, unge-te de compaixão e a piedade diluirá a violência que te assoma, alcançando o infractor que te fere, apagando as marcas da mágoa que teimará por insculpir no teu íntimo o desejo de desforço.

Não são, porém delinquentes, somente aqueles que se armam de agressividade e, loucos, disseminam o medo, o crime brutal, aparvalhante.

Delinquem, também, os que exploram a ingenuidade dos jovens, arrojando-os nos antros da perdição; os que usurpam as parcas moedas do povo, no comércio escorchante de mercadorias de primeira necessidade;
os profissionais liberais, que anestesiam a dignidade, falseando o juramento que fizeram de prometer servir e honrar o sacerdócio que abraçam, indiferentes, porém, aos problemas dos clientes, protelando suas soluções à custa de largas somas com que constroem sólidas fortunas, apesar de transitórias;
os que espalham ondas de inquietação, urdindo tramas que aliciam outros partidários de emoção afectada;

os que traem os afectos que lhes dedicam confiança e respeito;
os maus administradores, que malversam os valores públicos e deles se utilizam a benefício próprio, dos seus émulos e pares;
os que conspiram, à socapa, contra as obras de benemerência e amor;

e muitos, muitos outros que são arrolados como dignos de bom conceito e que, certamente, não cairão incursos nas legislações humanas, porque disfarçados de homens probos, bem aceitos e acatados...

Eles, todavia, sabem das próprias culpas, que dissimulam com habilidade.

A consciência despertará, por mais se demore em conivência com a má aplicação dos recursos da inteligência e da saúde de que se fazem dotados.

Não lograrão fugir de si mesmos, nem se liberarão dos conflitos que se lhes instalaram na alma.

Resguarda-te do contágio da delinquência, preservando os teus valores morais, mesmo que sejam de pequena monta;
a tua posição social, embora não tenha realce público;
a tua situação económica, apesar de caracterizada pela pobreza;
as tuas aspirações, mesmo que de pequeno porte, ligando-te em pensamento, ao compromisso do bem, que se irradia do Cristo, que programou para o homem e a Terra, em nome do Pai, a felicidade e a harmonia, através de métodos de dignificação, únicos, aliás, que compensam em profundidade e perenemente.

Os frutos da delinquência são a loucura de largo porte, o sofrimento sem conforto, o suicídio, a morte violenta, nefasta.

Vive, desse modo, as directrizes do Evangelho e nunca te esqueças que, ao defrontares um delinquente, seja em qual circunstância for, será muito melhor ser-lhe a vítima do que seu algoz, conforme o próprio Mestre nos ensinou com o exemplo na Cruz.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

COMÉRCIO e INTERCÂMBIO

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Fev 19, 2011 11:28 pm

Livro: Sinal Verde - 11
André Luiz & Francisco Cândido Xavier

O Comércio é também uma escola de fraternidade.

Realmente, carecemos da atenção do vendedor, mas o vendedor espera de nós a mesma atitude.

Diante de balconistas fatigados ou irritadiços, reflictamos nas provações que, indubitavelmente, os constrange nas rectaguardas da família ou do lar, sem negar-lhes consideração e carinho.

A pessoa que se revela mal-humorada, em seus contactos públicos, provavelmente carrega um fardo pesado de inquietação e doença.

Abrir caminho, à força de encontrões, não é só deselegância, mas igualmente lastimável descortesia.

Dar passagem aos outros, em primeiro lugar, seja no elevador ou no colectivo, é uma forma de expressar entendimento e bondade humana.

Aprender a pedir um favor aos que trabalham em repartições, armazéns, lojas ou bares, é obrigação.

Evitar anedotário chulo ou depreciativo, reconhecendo-se que as palavras criam imagens e as imagens patrocinam acções.

Zombaria ou irritação complicam situações sem resolver os problemas.

Quando se sinta no dever de reclamar, não faça de seu verbo instrumento de agressão.

O erro ou o engano dos outros talvez fossem nossos se estivéssemos nas circunstâncias dos outros.

Afabilidade é caridade no trato pessoal.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Da SEGURANÇA ÍNTIMA

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 9:57 pm

Livro: Bênção de Paz
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"Ora, quem é que vos há de maltratar se fordes zelosos do que é bom?
Pedro. (I Pedro, 3:13).

Se te fazes modesto sem a preocupação de exibir humildade...

Se executas as próprias obrigações sem invadir a seara alheia...

Se auxilias sem pedir retribuição...

Se rectificas teu erro sem culpar os outros de participação na falta que te é própria...

Se colaboras no levantamento do bem sem exigir o concurso alheio...

Se te desincumbes das responsabilidades pessoais sem reprovar a conduta do próximo...

Se sofres com paciência, sem reclamar que os semelhantes te partilhem os obstáculos...

Se toleras serenamente aqueles que te combatem, sem desconhecer-lhes as qualidades nobres...

Se carregas a cruz do aprimoramento próprio sem querer amarrá-la aos ombros dos companheiros...

Se cumpres com o teu dever e não aspiras a outro prémio que não seja a consciência tranquila...

Quem te poderá fazer mal, se procuras somente o bem?

Pensa nisso, atendendo a isso, e verificarás que a segurança íntima reside em ti mesmo, qual acontece à paz da alma, que vem a ser património de cada um.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

APARÊNCIAS

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 9:58 pm

Livro: Agenda Cristã
André Luiz & Divaldo P. Franco

Não acuse o irmão que parece mais abastado.
Talvez seja simples escravo de compromissos.

Não condene o companheiro guindado à autoridade.
É provável seja ele mero devedor da multidão.

Não inveje aquele que administra, enquanto você obedece.
Muitas vezes, é um torturado.

Não menospreze o colega conduzido a maior destaque.
A responsabilidade que lhe pesa nos ombros pode ser um tormento incessante.

Não censure a mulher que se apresenta sumptuosamente.
O luxo, provavelmente, lhe constitui amarga provação.

Não se agaste com o amigo mal-humorado.
Você não lhe conhece todas as dificuldades íntimas.

Não se aborreça com a pessoa de conversação ainda fútil.
Você também era assim quando lhe faltava experiência.

Não murmure contra os jovens menos responsáveis.
Ajude-os, quanto estiver ao seu alcance, recordando que você já foi leviano para muita gente.

Não seja intolerante em situação alguma.
O relógio bate, incessante, e você será surpreendido por inúmeros problemas difíceis em seu caminho e no caminho daqueles que você ama.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

O CUMPRIMENTO das LEIS

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 9:59 pm

Livro: Quem é o Cristo
Francisco de Paula Vitor & J. Raul Teixeira

“Não vim destruir a lei.”
Jesus (Mt, 5:17)

Nos tempos actuais do mundo, a cada dia surgem numerosas leis que pretendem normalizar as relações sociais dos indivíduos, as relações empresariais ou as relações internacionais.
Outras leis tombam, ao mesmo tempo, revogadas por não mais atender às necessidades das áreas para as quais foram criadas.

Leis que foram feitas para manter privilégios de famílias reais ou imperiais tiveram que tombar perante o insurgimento dos povos, face à ilegitimidade ou mesmo à imoralidade daqueles estatutos.

Leis que estabeleciam a cidadania, consignando direitos e deveres de todos e de cada um foram bem-vindas, dando melhor configuração às relações da sociedade.

Leis que conferiam poderes discricionários para determinadas categorias de homens contra outros homens tiveram que cair diante dos movimentos sociais que, desejosos de eliminar privilégios e abusos oligárquicos ou grupais, expuseram as próprias vidas em favor de uma vida melhor para o futuro.

Leis que aboliram sistemas escravistas, alevantando a pessoa para os degraus da dignificação onde devia estar, foram bem-vindas nas sociedades em que foram firmadas, anunciando tempos novos nas interacções humanas.

Leis que propugnavam pela perseguição dos opositores dos mandatários, enquanto ofereciam premiações a bajuladores e fâmulos covardes, quanto oportunistas, foram derrotadas e substituídas tão logo se foi desenvolvendo o amadurecimento dos legisladores dotados de mais nítida visão dos fundamentos da vida social.

Leis que favoreciam qualquer cidadão a concorrer a cargos públicos, por concursos ou sufrágio popular, foram bem-vindas por significar o exercício da justiça que estabelece a igualdade de direito entre pessoas de uma sociedade.

É francamente perceptível que a verdadeira justiça ainda não é a virtude mais apreciada em todas as sociedades do mundo.

Reconhecem-se, em incontáveis países, a força do arbítrio de consciências dominadoras, governando pela força das armas ou pelo intelecto mal conduzido, ou, ainda, pela troca de favorecimentos imorais ao arrepio de quaisquer venerandas leis existentes.

Encontram-se povos que ainda suportam a fome de alimentos, num mundo onde triunfa o desperdício e o mau uso dos bens públicos, a despeito de qualquer legislação, por mais lúcida que seja.

Ainda se vê, nos dias da actualidade, o domínio de povos sobre povos por causa de criminosos interesses no seu subsolo, nas suas riquezas culturais ou em suas posições estratégicas para fins beligerantes ou comerciais.

Tudo isso, porém, terá que passar um dia conforme os ensinamentos de Jesus.

Todas as leis de excepção desaparecerão da Terra logo que tenham desaparecido os motivos que levaram indivíduos ou sociedades a se inscrever em difíceis processos de expiação.

Como a cada um será concedido conforme suas obras, o Cristo não veio para quebrar a ordem vigorante no Universo, e a lei de causa e efeito faz parte dessa ordem, respondendo pela Justiça Divina.

No entanto, para poupar os justos dos efeitos drásticos do desequilíbrio humano, os tempos serão abreviados, em atendimentos aos preceitos da Misericórdia do Alto, diminuindo as agruras, as asperidades desses dias difíceis.

As leis de Deus, que Jesus não veio descumprir, são de perfeita justiça mas, igualmente, de perfeito amor.
Nelas nenhum privilégio, nenhuma concessão indevida.

Jesus Cristo é Aquele que não veio destruir as leis divinas.
Veio, em verdade, dar-lhes execução, desarticulando as leis humanas que, em oposição aos preceitos do Criador, ainda semeiam sombras, ainda impõem brutalidade e apoiam a indignidade com que são tratadas tantas comunidades indefesas.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

SANTA ÁGUA

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 9:59 pm

Benedito Rodrigues Abreu & Francisco Cândido Xavier

Recordemos as virtudes de Santa Água!...

Água da chuva que fertiliza o solo,
Água do mar que gera a vida,
Água do rio que sustenta a cidade,

Água da fonte que mitiga a sede,
Água do orvalho que consola a secura,
Água da cachoeira que move a turbina,
Água do poço que alivia o deserto,

Água do banho que garante o equilíbrio,
Água do esgoto que assegura a higiene,
Água do lago que retrata as constelações,
Água que veicula o medicamento,

Água que é carícia, leite, seiva e pão, nutrindo o Homem e a natureza,
Água do suor que alimenta o trabalho,
Água das lágrimas que é purificação e glória do espírito...

Santa Água é a filha mais dócil da matéria tangível,
Alongando os braços líquidos para afagar o mundo...

Água que lava,
Água que fecunda,
Água que estende o progresso,
Água que corre, simples, como sangue do Globo!...
Água que recolhe os eflúvios dos anjos
Em benefício das criaturas...

Se a dor vos bate à porta,
Se a aflição vos domina,
Trazei Santa Água ao vaso claro e limpo,
Orando junto dela...

E o rocio do Alto,
Em grânulos subtis,
Descerá das estrelas
A exaltar-lhe, sublime,
A beleza e a humildade...

E, sorvida por nós,
Santa Água connosco
Será saúde e paz,
Alegria e conforto,
Bálsamo milagroso
De bondade e esperança,
A impelir-nos à frente,
Na viagem divina
Da Terra para o Céu....


Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

ALTERNATIVAS

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 10:01 pm

Lauro Michelin & Jaques Garnier

Sua bondade conquistará a simpatia dos irmãos...

Sua maldade provocará a ira e a vingança de seus semelhantes...

Sua calma o conduzirá à tranquilidade que você espalhou ao seu redor...

Sua irritação lhe trará a ansiedade que você mesmo semeou em seu caminho...

Sua dedicação lhe proporcionará o amparo dos amigos dedicados...

Sua indiferença motivará a desatenção dos que o rodeiam...

Sua virtude o envolverá em paz de espírito...

Seus desregramentos o levarão à estrada do desequilíbrio...

Seu entusiasmo estimulará o optimismo dos companheiros de jornada...

Seu pessimismo o arrastará aos abismos do desânimo...

Sua caridade chamará em seu auxílio as bênçãos do Plano de Cima...

Sua dureza atrairá para sua vida as sombras inferiores do egoísmo e do desprezo...

Seu amor cristão semeará o amor divino...

Seu ódio o ligará à luta das trevas escabrosas...

Tudo o que você fizer, encontrará em seu caminho...

Porque, no Campo Fecundo da Vida, cada qual somente colhe da semente que plantou...

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

LADO de LUZ

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 10:01 pm

Livro: Busca e Acharás
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

As provas na Terra apresentam sempre o lado de luz de que são mensageiras.

Entretanto, para observá-lo, urge reconhecer os sinónimos espirituais de que essas mesmas provas se revestem, como sejam:

encargos difíceis - privilégio;
dever cumprido - senda libertadora;
rotina - conquista de competência;

solidão - tempo de pensar;
contratempo - aviso benéfico;
contrariedades no quotidiano - treino de paciência;

tribulação de improviso - socorro específico;
moléstia súbita - apoio de emergência;
lesão congénita - corrigenda no espírito;

adversários - fiscais proveitosos;
crítica - apelo a burilamento;
censura - convite a reajuste;

ofensa - invocação à tolerância;
menosprezo - teste de amor;
tentação - curso de resistência;

fracasso - necessidade de revisão;
lar em discórdia - área de resgate;
parente complexo - dívida cobrada;

obstáculo social - ensino de humildade;
deserção de afectos - renovação compulsória;
golpes - aulas para discernimento;

desilusão - visita da verdade;
prejuízo - identificação de pessoa;
decepções - informes claros;

renúncia - rumo certo;
crise - aferição de valor;
sacrifício - crescimento espiritual.

Meditemos na significação oculta dos problemas com que somos defrontados no mundo e saibamos aproveitar, enquanto no Plano Físico, a nossa abençoada escola de elevação.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

TODOS IRMÃOS

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 10:02 pm

Livro: Sol de Esperança
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco

Grupos híbridos que se afinam pelas extravagâncias, arrimados nas limitações em que se comprazem, produzindo insânias várias.
Moles heterogéneas em afã desesperado, entre chocando-se na defesa dos interesses que disputam, nem sempre honestamente.
Famílias dilacerando-se em violentas pelejas, vitimadas por animalidade subalterna.

Formalismos da aparência, em crescente indiferença por acontecimentos e pessoas, produzindo frieza do sentimento e da emoção, que são substituídos paulatinamente pelo desamor que a todos vitima.

Manchetes sensacionais mantendo o clima dos descontroles íntimos no açular das noticiais estarrecedoras que já não produzem comoção.

Homens desagregados uns dos outros, separados por grupos étnicos, conluios económicos, associações criminosas, clãs de rebeldia, movimentos de sublevação da ordem, ajuntamentos desportistas que se detestam reciprocamente, forças da beligerância, irmanados apenas por um factor: poder!

E, disfarçados, multiplicam-se os poderes:
jovem, negro, branco, índio, económico, militar, com chamamentos e dísticos de paz, urdindo lutas dolorosas, em que as legítimas aspirações da ordem e da beleza são renegados pela ânsia de serem estabelecidos os novos valores.

... E não há faltado em tais cometimentos, o poder do amor em detrimento da guerra, através de cujas façanhas o sexo espicaçado, nas expressões do instinto puro e simples, produz alucinações graças às conexões infelizes e aos conúbios que articula...

Argumenta-se, porém, que sempre foi assim, elucidando-se que o progresso tem modificado favoravelmente as estruturas múltiplas da vida terrena, facultando abençoados frutos para o homem.

Sem dúvida, as conquistas humanas e sociais, técnicas e assistenciais, são relevantes.
O espírito de justiça vige nas leis dos povos modernos;
as Entidades Internacionais vigiam e interferem ante arbitrariedades de governos desalmados, auxílios recíprocos, entre os povos, atendem aos problemas capitais das Nações;
fronteiras se abrem, favoravelmente, mercados comuns defendem interesses iguais...

Não obstante, há muita dor, crescente aflição, inumeráveis sofrimentos vitimando homens e povos, por consequência da frigidez espiritual existente no mundo.

Jesus parece esquecido!

Uns jovens tomam-No como revolucionário e transformam-No em fantoche para acobertar as suas loucuras.
Outros aceitam-No como solução simplista e dizem-se-lhe afeiçoados, alargando o campo aberto das aberrações como "crentes novos".

Os religiosos tradicionais, simultaneamente, aferram-se às formas e, ante as tentativas de actualização da Doutrina Cristã à fraternidade, à pobreza, à humildade, engajam-se no comboio da novidade desde que lhes não custem os esforços da renovação íntima ou do sacrifício, permanecendo o código a que se filiaram em posição predominante...
Todavia, o Evangelho, na claridade dos seus ensinos, não permite dubiedade, interpretação errónea, acomodação parasitária.

Disse Jesus:
"Eu sou a porta".
Somente através d’Ele o homem encontrará a via de segurança.

"Eu sou o caminho".
Apenas seguindo as suas pegadas e fazendo qual Ele o realizou, o homem se encontra em paz.

"Eu sou o pão da Vida".
Exclusivamente nutrindo-se do alimento sadio da Sua palavra e dos Seus exemplos, o homem se abastece.

"Fazer ao próximo o que se desejar que ele lhe faça".
Só na vivência do reto dever para com o seu irmão, o homem se integra na família da fraternidade universal.

"Dar a capa a quem pede a manta.
Marchar dois mil passos ao lado de quem pede seguir mil".

Unicamente pela práticas da caridade, o homem se realiza, lobrigando a plenitude do amor com que Ele a todos nos ama.

Não há como tergiversar, sofismando ou fugindo às elevadas proposições evangélicas.

Todos irmãos, sim, em jornada ascendente, na qual nos devemos dar as mãos em auxílio recíproco nesta ingente luta pela redenção.

O Espiritismo, por sua vez, confirmando tudo quanto o Senhor enunciou, elucida, mediante as lições clarificadoras da reencarnação, que apesar de diversificados pelos múltiplos graus evolutivos, em nascimentos e renascimentos purificadores, somos todos irmãos no árduo esforço de crescimento interior, perseguindo a perfeição que nos está destinada.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

NÃO ENTENDEM

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 10:03 pm

Livro: Vinha de Luz
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"Querendo ser doutores da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam."
Paulo. (I TIMÓTEO, 1:7.)

Em todos os lugares surgem multidões que abusam da palavra.

Avivam-se discussões destrutivas, na esfera da ciência, da política, da filosofia, da religião.

Todavia, não somente nesses sectores da actividade intelectual se manifestam semelhantes desequilíbrios.

A sociedade comum, em quase todo o mundo, é campo de batalha, nesse particular, em vista da condenável influência dos que se impõem por doutores em informações descabidas.

Pretensiosas autoridades nos pareceres gratuitos, espalham a perturbação geral, adiam realizações edificantes, destroem grande parte dos germens do bem, envenenam fontes de generosidade e fé e, sobretudo, alterando as correntes do progresso, convertem os santuários domésticos em trincheiras da hostilidade cordial.

São esses envenenadores inconscientes que difundem a desarmonia, não entendendo o que afirmam.

Quem diz, porém, alguma coisa está semeando algo no solo da vida, e quem determina isto ou aquilo está consolidando a semeadura.

Muitos espíritos nobres são cultivadores das árvores da verdade, do bem e da luz;
entretanto, em toda parte movimentam-se também os semeadores do escalracho da ignorância, dos cardos da calúnia, dos espinhos da maledicência.

Através deles opera-se a perturbação e o estacionamento.

Abusam do verbo, mas pagam a leviandade a dobrado preço, porquanto, embora desejem ser doutores da lei e por mais intentem confundir-lhe os parágrafos e ainda que dilatem a própria insensatez por muito tempo, mais se aproximam dos resultados de suas acções, no circulo das quais, essa mesma lei lhes impõe as realidades da vida eterna, através da desilusão, do sofrimento e da morte.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

QUESTÕES do QUOTIDIANO

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 10:04 pm

Livro: Segue-me
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"... E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal..."
Jesus. (Mateus, 6:13).

Se fomos injustamente desconsiderados por alguém não será mais razoável deixar esse alguém com a revisão do gesto irreflectido, ao invés de formularmos exigências nas quais viremos, talvez, unicamente a perder a própria tranquilidade?

Se fomos ofendidos por que não nos colocarmos, por suposição, no lugar daquele que nos fere, a fim de enumerar as nossas vantagens e observar, com silencioso respeito, os prejuízos que lhe dilapidam a existência?

Se incompreendidos não será mais aconselhável empregar o tempo trabalhado na execução dos deveres que esposamos, ao invés de fazer barulho para descerrar prematuramente a visão dos outros, às vezes com agravo de nossos problemas?

Se criticados, em razão de erros nos quais tenhamos incorrido, por que não nos resignarmos às próprias deficiências retomando o caminho recto, sem reacções e provocações que somente dificultariam a nossa caminhada para a frente?

Se abatidos na provação ou na enfermidade por que insurgir-nos contra as circunstâncias temporariamente menos felizes a que nos encadeamos, desprezando as oportunidades de elevação em nosso próprio favor.

Em quaisquer lances difíceis do quotidiano adoptemos serenidade e tolerância, as duas forças básicas da paciência, porquanto se não prescindimos da fé raciocinada para não cairmos na cegueira do fanatismo, precisamos da paciência, meditação e auto-análise a fim de que não venhamos a tombar nos desvarios da inquietação.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

RESPOSTAS do CAMINHO

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Fev 20, 2011 10:05 pm

Livro: Respostas da Vida - 6
André Luiz & Francisco Cândido Xavier

Trazendo sua consciência tranquila, nos deveres que a vida lhe deu a cumprir, você pode e deve viver a sua vida tranquila, sem qualquer necessidade de ser infeliz.

Auxilie os outros sem afligir-se demasiado com os problemas que apresentem, porque eles mesmos desejam solucioná-los por si próprios.

Não se fixe tão fortemente nos aspectos exteriores dos acontecimentos e sim coloque sua visão interna nos fatos em curso, a fim de que a compreensão lhe clareie os raciocínios.

Dedique-se ao seu trabalho com todos os recursos disponíveis, reconhecendo que se houver alguma necessidade de modificação em suas atitudes, a sua própria tarefa lhe fará sentir isso sem palavras.

Se você experimentou algum fracasso na execução dos seus ideais, não culpe disso senão a você mesmo, reflectindo na melhor maneira de efectuar o reajuste.

Se você realizar correctamente seu trabalho, os seus clientes ou beneficiários virão de longe procurar o valor de sua experiência e de seu concurso.

Em qualquer indecisão valorize os pareceres dos amigos que lhe falem do assunto, mas conserve a convicção de que a decisão será sempre de você mesmo.

Uma atitude de simpatia para com o próximo é sempre uma porta aberta em seu auxílio agora e no futuro.

Mesmo nas horas mais aflitivas procure agir com serenidade e discernimento, porque de tudo quanto fizemos, colheremos sempre.

A desculpa ante as faltas de que você tenha sido vítima, invariavelmente, é acção em seu próprio favor.

Quando provações e dificuldades lhe pareçam almentadas, guarde paciência e optimismo, trabalhando e servindo na certeza de que Deus faz sempre o melhor.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

ADVINHAÇÕES

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Fev 21, 2011 10:40 pm

Livro: Encontro Marcado
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Diante dos que usam cultura ou mediunidade para traçar prognósticos, acerca do futuro, não é necessário dizer que nos cabe acompanhar-lhes as experiências com a melhor atenção.

A ciência é neta da curiosidade e filha do estudo.
A alquimia da Idade Média iniciou as realizações da química moderna.
De certa maneira, os astrólogos do pretérito começaram a obra avançada dos astrónomos de hoje.

O conhecimento nasce do esforço de quantos se dedicam a desentranhá-lo da obscuridade ou da ignorância.

No entanto, do respeito aos irmãos da Humanidade que se consagram ao mister da adivinhação, não se infere que devemos aceitar-lhes cegamente as afirmativas.

Especialmente no que se reporte a profecias inquietantes, é imperioso ouvi-los com reserva e discrição, porquanto estamos informados pela Doutrina Espírita de que não existe a predestinação para o mal.

Renascemos na Terra, indubitavelmente, com as nossas tendências inferiores e com os nossos débitos, às vezes escabrosos, por ressarcir, mas isso não significa estejamos obrigados a reincidir em velhas ilusões ou reacomodar-nos com a força das trevas.

O aluno regressa à escola na condição de repetente ou se encaminha para os exames de segunda época, a fim de se firmar na dignidade do ensino em que se comprometeu.

Clarividentes que desenvolveram faculdades psíquicas, fora do esclarecimento espírita evangélico, podem recolher observações infelizes a nosso respeito, seja relacionando cenas de nosso passado culposo ou descrevendo quadros menos dignos, projectados mentalmente sobre nós pelas ideias enfermiças daqueles que se fizeram nossos inimigos em outras eras;
e das palavras que articulam podem surgir sombrios vaticínios ou apontamentos desencorajadores, tendentes a enfraquecer-nos a coragem ou aniquilar-nos a esperança.

Oponhamos, porém, a isso a certeza de que estamos reformando causas e efeitos diariamente, em nosso caminho, na convicção de que a Divina Providência nos oferece, incessantemente, através da reencarnação, oportunidades e possibilidade ao próprio reajuste perante as leis da vida, armando-nos de recursos e bênçãos, dentro e fora de nós.

Conquanto estudando sempre os fenómenos que nos rodeiam, abstenhamo-nos de admitir o determinismo do erro, do desequilíbrio, da queda ou da criminalidade.

Hoje é e será constantemente a ocasião ideal para transformarmos maldição em bênção e sombra em luz.

Ergamo-nos, cada manhã, com a decisão de fazer o melhor ao nosso alcance e reconheçamos que o próprio Sol se deixa contemplar, nos céus, de alvorecer em alvorecer, como a declarar-nos que o Criador Supremo é o Deus da justiça, mas também da Misericórdia, da Ordem e da Renovação.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Nos ESQUEMAS da ETERNA JUSTIÇA

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Fev 21, 2011 10:41 pm

Livro: Respostas da Vida
André Luiz & Francisco Cândido Xavier

Nos esquemas da Eterna Justiça, o perdão é a luz que extingue as trevas

A existência humana é uma colecção de testes em que a divina sabedoria nos observa, com vistas à nossa habilitação para a Vida superior;
quem hoje condena o próximo não sabe que talvez amanhã esteja enfrentando os mesmos problemas daqueles companheiros presentemente em dificuldade.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

DEFENDAMO-NOS

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Fev 21, 2011 10:41 pm

Livro: Passos da Vida
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Ante as forças da sombra que, porventura, te ameacem o coração, acalma-te e espera...

Se a serpente da inveja te envenena a alegria, recorda que a criatura invejada, muita vez, carreia consigo dolorosas chagas de angústia sob o manto enganoso das aparências.

Se o dragão do ciúme te espreita os passos, não olvides que todos os nossos afectos pertencem a Deus, Nosso Pai, que no-los empresta, a fim de que, através do desenvolvimento e da renúncia, venhamos a adquirir o verdadeiros amor para a eternidade.

Se a gralha do orgulho te grita mentiras ao pensamento, impelindo-te à evidência indébita, entre aqueles que te rodeiam, não te esqueças de que o tempo tudo renovará, preservando-te unicamente os valores imarcescíveis do espírito.

Se o leão invisível da cólera te absorve a emotividade, obscurecendo-te o raciocínio, certifica-te de que um minuto de desespero pode arrojar-te a muitos séculos de criminalidade e loucura.

Se as larvas da preguiça te invadem a cabeça e te imobilizam as mãos, convence-te de que um dia de inércia no bem é ganho indiscutível para o mal q eu nos cerca e que responderemos, em todo tempo, na Contabilidade Celeste pelo descaso das horas perdidas.

A cada instante, a mudança nos espia a existência, através de mil modos.

Guardemo-nos no serviço incessante do amor puro e simples, compreendendo que tão-só construindo a felicidade para os outros é que alcançaremos a nossa felicidade.

E, buscando acender a luz divina em nós mesmos é que nos retiraremos, em definitivo, do largo desfiladeiro da ilusão e do desencanto, da culpa e do resgate, do desequilíbrio e da morte.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

INTERCÂMBIO de VIDA

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Fev 21, 2011 10:42 pm

Livro: Suave luz nas sombras
João Cléofas & Divaldo P. Franco

Estamos conscientes dos objectivos que aqui nos reúnem.

Para nos acharmos nessa actividade, tivemos uma iniciação ideológica e doutrinária que nos despertou a responsabilidade para o encontro do dever.

Não constituímos a malta de investigadores rigorosos do passado, nem o grupo de pessoas ansiosas pela frivolidade do presente.

Somos obreiros de uma actividade que tem meta definida e obedece a uma metodologia própria.

Essencialmente, dedicamo-nos à arte de amar.
A acção do amor se nos revela mediante os recursos da caridade:
caridade moral, caridade espiritual, caridade educacional.

Não temos a presunção de modificar aqueles que nos buscam, mas, de ser gentis e participativos nos problemas daqueles que nos chegam.

São encaminhados pela misericórdia divina ao nosso laboratório de experiências espirituais os que se encontram receptivos;
aqueles que têm necessidade e podem receber ajuda;
os corações aflitos que aguardam consolação.

Imbuídos desse sentimento que a caridade fraternal nos propõe, distendamos o nosso contributo em favor deles todos, os irmãos necessitados do Além, e, em última hipótese, em favor de todos nós, desencarnados uns e encarnados outros, em perfeito intercâmbio de vida.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luz em TI

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Fev 21, 2011 10:43 pm

Livro: Palavras do Coração
Meimei & Francisco Cândido Xavier

É um tesouro inigualável, teu somente.

Ninguém dispõe dele em teu lugar.

Nas horas mais difíceis, podes gastá-lo sem preocupação.

Quando alguém te fira, é capaz de revelar-te a grandeza da alma, no brilho do perdão.

No momento em que os seres mais queridos porventura te abandonem, será parte luminosa de tua bênção.

Ante os irmãos infelizes, é o teu cartão de paz e simpatia.

Nos empreendimentos que te digam respeito ao próprio interesse, converte-se em passaporte para a aquisição das vantagens que desejes usufruir.

No relacionamento comum, transforma-se na chave para a formação das amizades fiéis.

Na essência, é um investimento, a teu próprio favor, que realizas sem o menor prejuízo.

Esse tesouro é o teu sorriso, - luz de Deus em ti mesmo, - que nenhuma circunstância pode extingue e que ninguém consegue arrebatar.

Muita Paz

Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74020
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conhecimento e Sabedoria

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum