Temas para Reflexão

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Maio 27, 2011 9:09 am

Notas em Desobsessão
Livro: Paz e Renovação
Albino Teixeira & Francisco Cândido Xavier

O ingrato é doente da memória.

O indiferente é enfermo da atenção.

O orgulhoso é doente da idéia.

O fraco é enfermo da vontade.

O caluniador é doente da língua.

O delinquente é enfermo da emoção.

O sovina é doente da insensibilidade.

O malicioso é doente da visão.

O imprudente é enfermo do impulso.

O desequilibrado é doente da razão.

Convençamo-nos de que há enfermidades específicas da alma, como existem doenças determinadas no corpo.

Consequentemente, é preciso lembrar que assinar recibos de ofensas será o mesmo que tratar um doente, adquirindo-lhe, impensadamente, a enfermidade.

Perante quaisquer agravos, desse modo, saibamos vacinar-nos contra o mal, usando a luz da compreensão e o amparo da bênção.


Vitória
Livro: Busca e Acharás
André Luiz & Francisco Cândido Xavier

Não adianta vencer sem melhorar-nos.
O lugar em que você vive é o seu campo de acção.

Os inimigos a vencer estão em nós mesmos.
Os outros são sempre o público que nos segue.

O seu sector de engajamento é o seu próprio trabalho.
Comandos e ordenanças, companheiros e inspectores são os parentes e amigos.

As suas armas eficientes e, das mais importantes, são o amor e a humildade, o conhecimento e a paciência.

Ordens a observar: trabalhar e servir.

Programa diário: "amar o próximo como a si mesmo".

Sinal de promoção: dever cumprido.

Marca de vitória: alegria interior com a bênção de Deus que nenhuma palavra do mundo consegue traduzir.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Maio 28, 2011 9:42 am

Se Quiseres
Livro: Sentinelas da Luz
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Ainda que te sintas anulado pelos obstáculos desse ou daquele teor, se quiseres vencer o clima de inutilidade que frustração te impõe à existência, faz algo para auxiliar alguém e o Amparo Espiritual soerguer-te-á para mais altos níveis de serviço e renovação.

Ainda que te situes algemado ao leito dos paralíticos, se quiseres volver ao movimento e à saúde, exercita a paciência e a humildade, induzindo os outros a que se façam pacientes e humildes, e o Amparo Espiritual te levantará em vitória e refazimento.

Ainda que respires mergulhado nas correntes do vício, cercado de forças aviltantes, se quiseres entrar no caminho da regeneração, socorre os companheiros de luta, para que te convertas em padrão de virtude.

Ainda que te vejas no porão de sombria penitenciária, amargando a condição de resíduo do remorso e do crime, se quiseres reconquistar o respeito e a confiança do próximo, sustenta a chama do bem nos irmãos de amargura e o Amparo Espiritual felicitar-te-á o roteiro com novas oportunidades de reajuste.

Ninguém vive órfão da Divina Paternidade.

Os Herodes da violência, os Zaqueus da usura, os Nicodemos do preconceito, os Pedros da negação, os Judas da invigilância, os Antipas do sarcasmo, os Pilatos da indiferença, e os Tomes da dúvida, encontram, cada qual a seu tempo, o sublime momento renovador, diante do Cristo.

Seja qual for a tua inibição ou a tua dificuldade, é possível te afastes delas, em gradativa libertação.

Para isso, porém, é indispensável te inclines à melhoria, compreendendo que a vontade é a alavanca propulsora em nossos destinos.

Felicidade ou infortúnio, equilíbrio ou desequilíbrio nascem no imo da consciência.

Para que alguém, desse modo, desça à furna das trevas ou se exalte à Culminância da Luz, basta apenas querer.

Muita Paz
Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Maio 28, 2011 9:42 am

Nossa Parte
Livro: Plantão da Paz
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

No universo, em magnificente expansão, vibra a esfera da Eterna Sabedoria, em expressões e condições por agora, inabordáveis às nossas humildes possibilidades de entendimento.
Dentro dessa esfera de ação infinita, cada Inteligência se caracteriza por determinada função.

Toda individualidade humana é peça importante na engrenagem da Obra Divina.
Em face de tal impositivo, cada criatura é um centro de ligação com todas as criaturas e coisas que a rodeiam.

Temos, desse modo, os contactos da família e do campo social, do dever e da profissão, do ideal e da afinidade, nos círculos variados das manifestações particulares e colectivas.

Influenciamos e somos influenciados.

O ambiente que nos é própria reage, segundo as nossas acções, e cada força do caminho responde na pauta dos nossos desejos.

A Doutrina Espírita acorda-nos, por isso, para o sentido de missão que a existência assume para nós, compelindo-nos a governar as rédeas dos nossos próprios destinos, conscientes qual nos coloca, no trato das responsabilidades que nos dizem respeito, de vez que a pessoa é situada no âmbito das obrigações a que foi convocada pela Direção da Vida ou que atraiu para si mesma, perante a Lei.

Diariamente, estamos localizados no âmago das circunstâncias que nos compõem a tela de trabalho, para a execução do qual a Providência Divina nos favorece com os tesouros do tempo e com as bênçãos multiformes da Natureza.

Fujamos, pois, de exigir, incessantemente, que Deus nos substitua nas tarefas a que somos chamados.

O sol é o glorioso gerador da vitalidade terrestre, mas não atende às atribuições do raio de luz que lhe nasce do seio.

O mar é dos mais amplos reservatórios de energias do mundo, mas não toma o papel da gota d'água que lhe verte a imensidão.

Deus nos concede tudo aquilo de que necessitamos para realizar o melhor, onde estivermos, no entanto, de nossa parte, é imperioso abraçar, voluntariamente, o serviço que nos cabe fazer.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Maio 28, 2011 9:44 am

Exame de Consciência
Livro: Vida Feliz
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco

Faz um exame de consciência, quando possas e quantas vezes seja viável.

Muitas queixas e reclamações desapareceriam se o descontente analisasse melhor o próprio comportamento.

Sempre se vê o problema na outra pessoa e o erro estampado no semblante do outro.

Normalmente, quando alguém te cria dificuldade e embaraços está reagindo contra a tua conduta, à forma como te expressaste e à maneira como agiste.

Tem a coragem de examinar-te com mais severidade, rememorando atitudes e palavras.

Ao descobrires erros, apressa-te em corrigi-los;
busca aquele a quem magoaste e recompõe a situação.

Não persevere em erro, seja qual for a justificação.


A Lição da Súplica
Livro: Lindos Casos de Chico Xavier
Ramiro Gama

Certa noite, o Chico alquebrado pelos obstáculos, orava, antes do sono, rogando a Jesus múltiplas medidas e soluções para os problemas que o apoquentavam.

Mais de quarenta minutos já havia empregado no petitório, quando lhe surgiu Dona Maria João de Deus que lhe falou bondosa:
- Meu filho, faça suas orações, porque sem a prece não conseguimos a renovação de nossas forças espirituais, entretanto, não será por muito falar que você será atendido...

- Então, como devo fazer em minhas súplicas?
- perguntou o Médium desapontado.

- Você sabe que Jesus também pede alguma coisa de nós... - disse o espírito maternal.

- Sim, Nosso Senhor recomenda-nos humildade, paciência, fé, bom ânimo, caridade e amor ao próximo no cumprimento de nossos deveres.

- Pois, façamos o que Jesus nos pede e Jesus fará por nós o que lhe pedimos.
Está certo?

E o Chico recebendo a lição aprendeu que orar não é falar e mover os lábios, indefinidamente.

Muita Paz
Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Maio 28, 2011 9:44 am

Conserva o Modelo
Livro: Pão Nosso
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"Conserva o modelo das sãs palavras".
Paulo. (II Timóteo, 1:13).

Distribui os recursos que a Providência te encaminhou às mãos operosas, todavia, não te esqueças de que a palavra confortadora ao aflito representa serviço directo de teu coração na sementeira do bem.

O pão do corpo é uma esmola pela qual sempre receberás a justa recompensa, mas o sorriso amigo é uma bênção para a eternidade.

Envia mensageiros ao socorro fraternal, contudo, não deixes, pelo menos uma vez por outra, de visitar o irmão doente e ouvi-lo em pessoa.

A expedição de auxílio é uma gentileza que te angariará simpatia, no entanto, a intervenção direta no amparo ao necessitado conferir-te-á a preparação espiritual à frente das próprias lutas.

Sobe à tribuna e ensina o caminho redentor aos semelhantes;
todavia, interrompe as prelecções, de vez em quando, a fim de assinalar o lamento de um companheiro na experiência humana, ainda mesmo quando se trata de um filho do desespero ou da ignorância, para que não percas o senso das proporções em tua marcha.

Cultiva as flores do jardim particular de tuas afeições mais queridas, porque, sem o canteiro de experimentação, é muito difícil atender à lavoura nobre e intensiva, mas não fujas sistematicamente à floresta humana, com receio dos vermes e monstros que a povoam, porquanto é imprescindível te prepares a avançar, mais tarde, dentro dela.

Nos círculos da vida, não olvides a necessidade do ensinamento gravado em ti mesmo.

Assim como não podes tomar alimento individual, através de um substituto, e nem podes aprender a lição, guardando-lhe os caracteres na memória alheia, não conseguirás comparecer, ante as Forças Supremas da Sabedoria e do Amor, com realizações e vitórias que não tenham sido vividas e conquistadas por ti mesmo.

"Conserva", pois, contigo, "o modelo das sãs palavras".

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Maio 28, 2011 9:47 am

Alma e Luz
Livro: Alma e Luz
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Saibamos procurar a luz nas pedras da existência, estudando e aprendendo, amando o próximo como sendo nós mesmos e sublimando os ideais de elevação que adquirimos, com a realização de nossos princípios.

Empobreçamo-nos de vaidade e orgulho, de ambição e egoísmo e, certamente, a verdade nos impelirá aos planos mais altos da vida.

Ilusões e existência são adensamento de névoas em torno de nossa visão espiritual.

Trabalhando, o coração empolgado pelo desânimo, pode converter, de imediato, as trevas da amargura em claridades imperecíveis de alegria e esperança.

Trabalhando, a criatura frágil, se fortifica, pouco a pouco, denominando o campo em que respira, vive e cresce.

Trabalhando, a alma isolada pela discórdia, pode surpreender a abençoada luz da harmonia e da paz, depois de longas noites de conflito e agonia.

Trabalhando, o mau se faz bom, o adversário se transforma em amigo, o infeliz atinge a casa invisível e brilhante do eterno júbilo.

Ante o bem que se faça, faz o bem quanto possas, para que o bem pequeno se faça, junto de todos, o bem maior.

Não é fácil o serviço profundo da elevação espiritual, nem é justo apenas pintar projetos sem intenção séria de edificação própria.

Purifiquemos o Espírito e conseguiremos descobrir os horizontes da nossa gloriosa imortalidade.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Maio 29, 2011 9:09 am

Na Esfera Íntima
Livro: Relicário de Luz
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons dispensadores da multiforme graça de Deus".
Pedro - I, Pedro, 4-10

A vida é máquina divina da qual todos os seres são peças importantes e a cooperação é o factor essencial na produção da harmonia e do bem para todos.

Nada existe sem significação.

Ninguém é inútil.

Cada criatura recebeu determinado talento da Providência Divina para servir no mundo e para receber do mundo o salário da elevação.

Velho ou moço, com saúde do corpo ou sem ela, recorda que é necessário movimentar o dom que recebeste do Senhor para avançar na direcção da Grande Luz.

Ninguém é tão pobre que nada possa dar de si mesmo.

O próprio paralítico, atado ao catre da enfermidade, pode fornecer aos outros a paciência e a calma, em forma de paz e resignação.

Não olvides, pois, o trabalho que o Céu te conferiu e foge à preocupação de interferir na tarefa do próximo, a pretexto de ajudar.

Quem cumpre o dever que lhe é próprio, age naturalmente a benefício do equilíbrio geral.

Muitas vezes, acreditando fazer mais corretamente que os outros, o serviço que lhes compete, não somos senão agentes de desarmonia e perturbação.

Onde estivermos, atendamos com diligência e nobreza a missão que a vida nos oferece.

Lembra-te de que as horas são as mesmas para todos e de que o tempo é o nosso silencioso e inflexível julgador.

Ontem, hoje e amanhã são três fases do caminho único.

Todo dia é ocasião de semear e colher.

Observemos, assim, a tarefa que nos cabe e recordemos a palavra do Evangelho - "cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons dispensadores da multiforme graça de Deus", para que a graça de Deus nos enriqueça de novas graças.

Muita Paz
Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Maio 29, 2011 9:09 am

O Revolucionário Sincero
Livro: Jesus no Lar
Neio Lúcio & Francisco Cândido Xavier

No curso das elucidações domésticas, Judas conversava, entusiástico, sobre as anomalias na governança do povo, e, exaltado, dizia das probabilidades de revolução em Jerusalém, quando o Senhor comentou, muito calmo:
— Um rei antigo era considerado cruel pelo povo de sua pátria, a tal ponto que o principal dos profetas do reino foi convidado a chefiar uma rebelião de grande alcance, que o arrancasse do Trono.

O profeta não acreditou, de início, nas denúncias populares, mas a multidão insistia.
“O rei era duro de coração, era mau senhor, perseguia, usurpava e flagelava os vassalos em todas as direcções” — clamava-se desabridamente.

Foi assim que o condutor de boa-fé se inflamou, igualmente, e aceitou a idéia de uma revolução por único remédio natural e, por isso, articulou-a em silêncio, com algumas centenas de companheiros decididos e corajosos.
Na véspera do cometimento, contudo, como possuía segura confiança em Deus, subiu ao topo dum monte e rogou a assistência divina com tamanho fervor que um Anjo das Alturas lhe foi enviado para confabulação de espírito a espírito.

À frente do emissário sublime, o profeta acusou o soberano, asseverando quanto sabia de oitiva e suplicando aprovação celeste ao plano de revolta renovadora.

O mensageiro anotou-lhe a sinceridade, escutou-o com paciência e esclareceu:
— “Em nome do Supremo Senhor, o projecto ficará aprovado, com uma condição.
Conviverás com o rei, durante cem dias consecutivos, em seu próprio palácio, na posição de servo humilde e fiel, e, findo esse tempo, se a tua consciência perseverar no mesmo propósito, então lhe destruirás o trono, com o nosso apoio.”

O chefe honesto aceitou a proposta e cumpriu a determinação.

Simples e sincero, dirigiu-se à casa real, onde sempre havia acesso aos trabalhos de limpeza e situou-se na função de apagado servidor;
no entanto, tão logo se colocou a serviço do monarca, reparou que ele nunca dispunha de tempo para as menores obrigações alusivas ao gosto de viver.
Levantava-se rodeado de conselheiros e ministros impertinentes, era atormentado por centenas de reclamações de hora em hora.

Na qualidade de pai, era privado da ternura dos filhos;
na condição de esposo, vivia distante da companheira.

Além disso, era obrigado, frequentemente, a perder o equilíbrio da saúde física, em vista de banquetes e cerimônias, excessivamente repetidos, nos quais era compelido a ouvir toda a sorte de mentiras da boca de súbditos bajuladores e ingratos.

Nunca dormia, nem se alimentava em horas certas e, onde estivesse, era constrangido a vigiar as próprias palavras, sendo vedada ao seu espírito qualquer expressão mais demorada de vida que não fosse o artifício a sufocar-lhe o coração.

O orientador da massa popular reconheceu que o imperante mais se assemelhava a um escravo, duramente condenado a servir sem repouso, em plena solidão espiritual, porquanto o rei não gozava nem mesmo a facilidade de cultivar a comunhão com Deus, por intermédio da prece comum.

Findo o prazo estabelecido, o profeta, radicalmente transformado, regressou ao monte para atender ao compromisso assumido, e, notando que o Anjo lhe aparecia, no curso das orações, implorou-lhe misericórdia para o rei, de quem ele agora se compadecia sinceramente.

Em seguida, congregou o povo e notificou a todos os companheiros de ideal que o soberano era, talvez, o homem mais torturado em todo o reino e que, ao invés da suspirada insubmissão, competia-lhes, a cada um, maior entendimento e mais trabalho construtivo, no lugar que lhes era próprio dentro do país, a fim de que o monarca, de si mesmo tão escravizado e tão desditoso, pudesse cumprir sem desastres a elevada missão de que fora investido.

E, assim, a rebeldia foi convertida em compreensão e serviço.

Judas, desapontado, parecia ensaiar alguma ponderação irreverente, mas o Mestre Divino antecipou-se a ele, falando, incisivo:
— A revolução é sempre o engano trágico daqueles que desejam arrebatar a outrem o cetro do governo.
Quando cada servidor entende o dever que lhe cabe no plano da vida, não há disposição para a indisciplina, nem tempo para a insubmissão.


§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Maio 29, 2011 9:11 am

Página de Coragem
Livro: Inspiração
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Tempo de provação - horas de resistência.
Não esmoreças.
Terás tido lutas ou estarás dentro delas, qual ocorre a tantos outros companheiros.

Observas lares numerosos em dificuldade pela própria sobrevivência.
Notaste almas queridas em processo de desvinculação violenta.
Acompanhaste a desencarnação imprevista de pessoas amadas.

Por outro lado, encontras novas telas de sofrimento como sejam:
Acidentes de resultados amargos;
moléstias obscuras;
milhares de criaturas em fuga para as drogas de excitação ou de inércia;
experiências estranhas;
desajustes psicológicos.

Entretanto, não te deixes abater e caminha para diante.
Resiste aos movimentos que tendam a desfibrar-te a coragem mantém-te de pé na tarefa a que a vida te buscou.
Recorda que tudo se altera para o bem.

Obstáculos são, por si, movimentos de renovação e progresso.
O que possa parecer fracasso ou desencanto é preparação para um mundo novo.
Ninguém retrocede.

Sem problemas, não há lições e, sem lições, a evolução não partiria da estaca zero.
Não há corações transviados e sim companheiros em transformação.
Hoje será sempre o dia de se realizar o melhor.

Ninguém nasceu para tristeza ou desânimo.
Não existem criaturas que o trabalho não melhore.
Não conseguimos modificar os outros, mas ser-nos-á sempre possível renovar a nós mesmos.

Estejamos convencidos de que nunca é tarde para que alguém seja feliz e que o Reino de Deus está dentro de nós.
E com semelhante luz ser-nos-á possível esquecer quaisquer provações e vencê-las, situando-nos, desde agora, a caminho da Vida Superior.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Maio 29, 2011 9:11 am

O que somos
Livro: Vida Feliz
Joanna de Âmgelis & Divaldo P. Franco

Não és observador distante da vida.

Estás na condição de membro do organismo universal, investido de tarefas e responsabilidades, de cujo desempenho, por ti, resultarão a ordem e o sucesso de muitas coisas.

A postura de quem observa de fora produz enfoques e conclusões equivocados.
No entanto, a participação consciente dá medida correta e propicia melhor compreensão dos dados ao alcance.

Considera-te pessoa valiosa no conjunto da Criação, tornando-te, cada dia, mais atuante na Obra do Pai e fazendo-a melhor conhecida e mais considerada.

Tu é o herdeiro de Deus, e o Universo, de alguma forma, te pertence.


No Castelo Feudal
Livro: Sonetos de Vida e Luz
Assis Brasil & Waldo Vieira

Ante a instrucção do mestre, em espírito, estudo
O antigo ditador de decretos nefastos.
Sob extrema revolta, examino-lhe os rastos;
Sinto-lhe, em cada canto, o coração desnudo.

Aqui, o guante e a espada... Além, o férreo escudo,
Salas d'armas, baixelas, chuços gastos
E vítimas lembrando os sinistros repastos
De sangue, pranto e fel do tirano sanhudo...

Brado, instintivamente, a malsinar-lhe o nome;
Tenho cólera e nojo... O tempo chega e some;
Analiso o vilão com volúpia incontida...

Mas, súbito, recordo e tombo transformado:
O temível algoz a emergir do passado
Fora eu mesmo sem luz nas trevas de outra vida...

Muita Paz
Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Maio 29, 2011 9:12 am

Falar e Agir
Livro: Histórias da Vida
Hilário Silva & Antônio Baduy Filho

No Centro Espírita, repleto de assistentes, Laerte Costa dissertava sobre a caridade.
Era orador exaltado e fluente.
Frases de inexprimível beleza comoviam a todos.

- "Caridade é uma flor, cujas pétalas são a misericórdia, o perdão, a bondade..."
- "Perdão é orvalho sublime, que beija com ternura os espinhos do cáctus..."
- "Misericórdia é manta carinhosa, com que se aquecem corações enregelados..."

De sentença em sentença, em comentário emotivo, Laerte rematou a palestra.

Terminada a sessão, quando ainda todos se achavam no recinto, em conversa fraternal e alegre, chega Evaldo, companheiro de tarefas, trazendo uma folha de papel na mão.

Aproxima-se de Laerte e dá-lhe a página.

Era um folhetim anónimo, atacando duramente o Espiritismo.

À medida que lia o escrito, Laerte corava.
Quando acabou, teve escandalosa crise de nervos.

Falou em recurso policial.
Aventou movimentação de processo.

E terminou, relembrando as fogueiras para caso como este.
Quando caiu em si, com o olhar dos circunstantes sobre a cena, envergonhou-se.

Todos estavam surpresos com sua atitude.

O conferencista entendeu, então, que ainda há poucos minutos, formulara belíssima teoria sobre o amor e a caridade.

No entanto, na hora do exemplo, esqueceu tudo.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Maio 30, 2011 10:08 am

Nós todos
Livro: Justiça Divina
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"O Céu e o Inferno"
1a. Parte, cap. VII, § 1o .

Espíritos imperfeitos!

No círculo das paixões que se agitam na Terra, somos nós todos.
Abriste a outrem o túnel da paciência e não te furtaste ao desespero, quando o tempo te trouxe o dia da prova.
Receitaste heroísmo ao companheiro dilacerado e acolheste a revolta, quando te beliscaram a pele.

Pregaste desinteresse aos que ajuntaram alguns vinténs e esqueceste os necessitados, quando a fortuna te procurou.
Estranhaste o procedimento culposo dos vizinhos e resvalaste em mais baixo nível, na hora da tentação.
Por isso mesmo, qual nos acontece, ao toque da verdade, tens a luz da esperança na dor da insatisfação.

No entanto, apesar dos mais duros conflitos de consciência, prossegue indicando o bem.
Exercício na escola é base do ensino.
Aluno desanimado perde a lição.

Fazendo luz para os outros, acabamos medindo a sombra que nos é própria.
Não admitas que nós, os amigos desencarnados, estejamos como quem fala de palanque blindado, à praça indefesa.
Obreiros da mesma obra, servimos em duas frentes.

Choras pelos que viste partir.
Choramos nós pelos que ficaram.
Trabalhamos por ti, a cujo passo recorremos em nova reencarnação.

Trabalhas por nós, que seremos teus filhos.
Imperioso purificar-nos para o voo supremo aos mundos felizes.
Tanto aí quanto aqui, é preciso aprender, sofrendo, e subir, resgatando.

Assim pois, diante do irmão caído no mal, compadece-te dele e ensina o bem, mesmo que o mal ainda te ensombre.
A compaixão mostra o caminho da caridade e, sem caridade uns para com os outros, não há segurança para ninguém.

Muita Paz
Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Maio 30, 2011 10:09 am

Rectificar
Livro: Intervalos
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Corrige amando para que a chama de teu auxílio não se apague ao golpe rijo do desespero.

Não prescindirás da bondade e da tolerância na retificação dos elementos mais simples.

O próprio acto de remendar a peça de roupa humilde, recuperada para servir-te, reclama desvelo justo.

.§.

Lembra-te de que o cirurgião recorre à anestesia para atender ao órgão doente e recorda que o artista trabalhando a pedra obscura, não a golpeia sem amor, a fim de que o buril, manejado com sabedoria e ternura, dela arranque a obra-prima que lhe expressará o sonho de perfeição e beleza.

Se realmente amas aquele que a sombra afeia e desfigura, não cobri-lo-ás de impropérios e maldições, porquanto, condenar quem já é de si mesmo desorientado e infeliz é o mesmo que precipitar o viajante inseguro no abismo das trevas ou acelerar a agonia do enfermo, arrojando-o ao visco da morte.

.§.

Não basta sentir o veneno do mal e perceber-lhe a influência.

É imprescindível descobrir o antídoto do bem para administrá-lo, sem alarme, na hora certa.

Diante dos corações que reconheces transviados em pedregoso caminho, estende em silêncio os braços amigos para que a fraternidade exalte o ministério da salvação, sem os remoques da crueldade que apenas conseguem piorar as moléstias do espírito, assim como a imprudência do enfermeiro alarga a ferida que as suas mãos se propunham a curar.

Guarda a certeza de que à frente do nevoeiro não vale gritar para que a sombra se extinga.

É necessário o socorro da paciência com a firme disposição de acender nova luz.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Maio 30, 2011 10:09 am

Com Dignidade
Livro: Espírito e Vida
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco

Queixosos expelem, intermináveis, o amargor das aflições, cultivando-as, no entanto, prazerosamente.
Conhecem os meios de libertação do sofrimento e se afervoram à insânia.
Pessimistas espalham fartamente a indigência moral a que se apegam, embora saibam que a esperança agasalhada no imo lhes concederia tranquilidade.

Enfermos insistem na descrição dos males a que se vinculam, apesar de identificarem nominalmente os antídotos para as mazelas que descrevem.
Viciados lamentam a própria "sina", enquanto se firmam nos propósitos da auto-piedade sem o menor esforço pela recuperação deles mesmos.
Sabem dos métodos curadores mas prosseguem inveterados.

Inquietos comentam a instabilidade emocional de que são vítimas, solicitando excusas, todavia perseveram na sementeira da irresponsabilidade como se ignorassem os males que praticam.
Mendigos da piedade exibem chagas imaginárias e enredam-se em problemas que estão longe de possuir.

Entretanto, podendo seguir a rota da acção enobrecedora, insistem no círculo estreito da infelicidade que engendram.
Outros mais, acalentando viciações mentais diversas, formam a caravana dos cómodos da realização superior, aguardando comiseração e socorro que, no entanto, se negam a aceitar.

Solicitam auxílio dos outros e possuem em si mesmos os recursos necessários para o equilíbrio.
Desejam cooperação sem a ideia de oferecer pelo menos receptividade.
Pedem e não doam sequer a quota mínima de esperança.

São os que aprenderam felicidade pelas vias tormentosas da fraude.
Preferem o parasitismo.
Agradam-se em viver assim, vítimas hipotéticas da vida e da Lei Divina;
herdeiros, porém, da preguiça que elegem como nubente ideal.

Estão sempre contra, do outro lado, revoltados quando a migalha da compaixão real de alguém ou da falsa piedade geral não lhes chega à arca da insatisfação.

Acautela-te!

Junto a ele ajuda em silêncio, sem perda de tempo.
Convivendo ao lado deles, ora em silêncio para não te identificares com a sua vibração.
Fazendo o exame de consciência habitual, corrige as disposições mentais quando amolentadas para te não incorporares à malta deles.

Confunde-se amor, a todo instante, com sentimentalismo injustificável e pretende-se que o Evangelho, apresentando o amor como o excelente filão da vida, seja um valhacouto de caracteres irresponsáveis e espíritos fáceis.

Continua...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Maio 30, 2011 10:10 am

Continua...

Se assim fosse, seria o mesmo que transformar a ordem do Universo, em nome do amor, ao capricho dos tíbios e dos parvos.
Em passagem alguma da Boa Nova, encontramos o Rabi na usança da falsa piedade ou na acomodação com a indolência.
Construtor do Orbe, não pode ser considerado um incipiente.

Administrador da Terra, não poderia ser confundido com um acolhedor de néscios.
Foi, por excelência, a acção dinâmica.
De atitudes firmes e carácter diamantino, em hora alguma se manifestou como um fraco ou fez a apologia da cobardia.

Se preferiu a morte, fê-lo pelo heroísmo de não chafurdar as coisas elevadas do Espírito indômito com as dissipações do corpo frágil.
Se se deixou conduzir a um julgamento arbitrário, fê-lo para não postergar os direitos de exemplificar o valor da verdade, passando-os a mãos de acumpliciadas com a criminalidade.

Se permitiu docilmente a traição de um amigo, teve em mente lecionar vigilância, oração e dignidade, prescrevendo, em silêncio, que sublimação é tarefa pessoal, intransferível.

Se conviveu com a gente dita de "má vida", ensinou, através disso, que as aparências físicas não refletem as realidades básicas da existência...

E em todo instante foi forte:
na multidão, em soledade;
no aparente triunfo, no abandono aparente;
pregando a esperança, sorvendo o vinagre e o fel;
no instante supremo, na ressurreição insuperável...

A mensagem que nos legou, ofertou-no-la vibrante, estóica.
O Evangelho é repositório de força, vitalidade, vida. Vazado em termos de meiguice, mudou a rota dos tempos.

Desvelado, agora, pelos Espíritos Imortais, modificará a face do Orbe...
[i]"Reconhece-se o verdadeiro Espírita
- disse Allan Kardec - pela sua transformação moral, pelos esforços que emprega para dominar suas inclinações más".

Imanado ao espírito do Espiritismo, que te liberta da ignorância e das sombras, elevando padrão moral da tua vida, preserva-o dos que o utilizam com chocarrice e dele se servem como arrimo para esconderem as misérias espirituais em que se comprazem.

De referência ao amor, não dês lugar à zombaria e não zombes, não agasalhes superstições nem permitas paralelismos deprimentes, não te concedas leviandades nem perfilhes dissipações alheias, subestimando esse Consolador que enxuga suores e lágrimas mas que, acima de tudo prescreve dignidade na luta, inspirada no Herói da Acção Incessante, como normativa segura para a construção de um Mundo Melhor e de uma humanidade mais ditosa.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Maio 30, 2011 10:11 am

Maiorais
Livro: Vinha de Luz - 56
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"E ele, assentando-se, chamou os doze e disse-lhes:
Se alguém quiser ser o primeiro, será o último de todos e servo de todos."
(MARCOS, 9:35.)

Ser dos primeiros na Terra não é problema de solução complicada.
Há maiorais no mundo em todas as situações.

A ciência, a filosofia, o sacerdócio, tanto quanto a política, o comércio e as finanças podem exibi-los, facilmente.

Os homens principais da ciência, com legitimas excepções, costumam ser grandes presunçosos;
os da filosofia, argutos sofistas do pensamento; os do sacerdócio, fanáticos sem compreensão da verdadeira fé.

Em política, muitos dos maiorais são tiranos;
no comércio, inúmeros são exploradores e, nas finanças, muitos deles não passam de associados das sombras contra os interesses colectivos.

Ser dos primeiros, no entanto, nas esferas de Jesus sobre a Terra, não é questão de fácil acesso à criatura vulgar.

Nos departamentos do mundo materializado, os principais devem ser os primeiros a serem servidos e contam com a obediência compulsória de todos.

Em Cristianismo puro, os espíritos dominantes são os últimos na recepção dos benefícios, porquanto são servos reais de quantos lhes procuram a colaboração fraterna.

É por isto que em todas as escolas cristãs há numerosos pregadores, muitos mordomos, turbas de operários, cooperadores do culto, polemistas valiosos, doutores da letra, intérpretes competentes, reformistas apaixonados, mas raríssimos apóstolos.

De modo geral, quase todos os crentes se dispõem ao ensino e ao conselho, prontos ao combate espetaculoso e à advertência humilhante ou vaidosa, poucos surgindo com o desejo de servir, em silêncio, convencidos de que toda a glória pertence a Deus.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Ter Maio 31, 2011 9:45 am

No Caminho das Horas
Livro: Amizade
Meimei & Francisco Cândido Xavier

Não te digas inútil.
Nem fujas de servir.

Deus é o Sol Supremo, no entanto, podes exercer a função da vela humilde, quando se faz pequena chama arredando as treva.

Em Deus, brilha a eterna alegria, mas dispões de recursos para ser o sorriso que reanime a esperança em corações desalentados.

Deus é sabedoria, entretanto, guardas a possibilidade de construir a frase renovadora em auxílio aos irmãos em desespero.

Deus é misericórdia integral, contudo, nada te impede sustentar o perdão das ofensas.

Deus é todo o poder;
trazes, porém, força bastante a fim de prestar esse ou aquele serviço, em favor de alguém.

Não te emaranhes no cipoal do tempo perdido.

Prossegue abençoando e servindo.

Sigamos a luz do bem.

Deus é o amor infinito, no entanto, aqui e além, hoje e sempre podes ser a migalha.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Ter Maio 31, 2011 9:46 am

Somar e Diminuir
Livro: Mais Perto
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Somar e diminuir - duas contas fatais na senda de todas as criaturas.

Observa: quando a claridade solar se reconstitui nesse ou naquele hemisfério, cada manhã, rearticulam-se as oportunidades de estudar e aprender, fazer e realizar, renovar e melhorar, para cada espírito no educandário da Terra.

A vida é a grande escola suscitando operações múltiplas nesse sentido, visando a atingir as equações de progresso e burilamento que nos digam respeito.

Prestigiando-nos votos e esperanças, a Divina Providência nos confia tarefas determinadas, em nosso próprio benefício, e se não as cumprimos ou se as cumprimos imperfeitamente, eis-nos compelidos a suportar os empeços alusivos à repetência ou chamados a subtrair os possíveis erros de nossos acertos prováveis.

Entre o impositivo de Omar os bens que tenhamos talvez efetuado a se nos incorporarem por luz e mérito, no patrimônio pessoal, e o imperativo de extinguir os males que, porventura, tenhamos perpetrado, a se nos expressarem por dívida e reparação na ficha cármica, transcorre a nossa existência física na Terra, a fim de que se nos consolide, de etapa em etapa, a gradativa liberação da inferioridade que nos seja própria.

De coração voltado para semelhante realidade, não despendas a riqueza das horas com desespero e azedume, desalento ou lamentação.

De tudo o que fizermos, em prejuízo dos outros, seremos chamados ao reajuste indispensável no tempo e nas circunstâncias que se nos façam precisas.

"Amai-vos e instruí-vos!" - conclama a Divina revelação.

Recordemos:
Deus dá o tempo por território de possibilidades em proporções iguais para todos.

Somar os bens para multiplicar a felicidade geral, tanto quanto diminuir os males, a fim de que as bênçãos da vida sejam divididas, em favor de todos, é responsabilidade que compete a cada um.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Ter Maio 31, 2011 9:46 am

Descoberta
Livro: Paz Íntima
Eros & Divaldo P. Franco

Mestre! — Exclamou o discípulo magoado — Tenho buscado a compreensão dos amigos, trabalhando com afinco, demonstrando esforço e interesse de crescimento íntimo.
No entanto, em toda parte encontro ingratidão, desprezo e escarnecimento.

— E que fazes, quando isto sucede? —
Inquiriu o Sábio.

— Sofro e entrego-me à amargura...

— Que pretendias receber de volta por parte daqueles a quem te diriges?

— Anelo pelo amor, pelo carinho e compreensão, que nunca me chegam.

Houve um silêncio largo, assinalado pela reflexão do Guia, após o que, em tom calmo de voz, acentuou:
— Se desejas receber em troca o que brindas, na mesma qualidade ou melhor, és imaturo e ambicioso negociante de emoções.

Todavia, se pretendes alcançar a felicidade, ama apenas, sem esperar nada de volta, porque o amor é bênção, que mais enriquece aquele que mais o esparze e nunca se detém a recolher benefícios.

Basta, portanto, somente amar para ser feliz, tranquilo, e encontrar Deus que jaz no íntimo, aguardando ser descoberto.

Tomado pela perplexidade, o aprendiz deixou-se dominar pela reflexão, descobrindo então a verdadeira razão da vida.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Ter Maio 31, 2011 9:46 am

O Lado Fraco
Livro: Seara dos Médiuns
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Questão Nr. 226 - § 10 de "O Livro dos Espíritos"

Não apenas os médiuns.

Viste, muita vez, os melhores amigos iludidos na boa-fé.

Muitos que se acreditavam resguardados pelo dinheiro caíram em miserabilidade pela exaltação da própria cobiça.

Outros que se supunham inacessíveis à tentação, desceram para as furnas do vício, arrastados pela fraqueza do sentimento.

Grandes inteligências, categorizadas por infalíveis, rolaram na lama, por se haverem levantado em pedestais de orgulho.

Criaturas que consideravas como sendo poemas de beleza sublime desfiguraram-se à pressa, mostrando máscaras de agonia, pelo abuso do prazer.

Pregadores do heroísmo social e doméstico acabaram no suicídio, escorregando na vaidade.

Nobres tarefeiros do progresso pararam a máquina da própria acção, em meio do caminho, corroídos pelo desânimo.

-0-

Ninguém existe, no mundo, invulnerável ao erro.

Todos nós, encarnados e desencarnados, em aprimoramento na Terra, somos sujeitos à ilusão, através dos pontos frágeis que apresentemos na construcção dos próprios valores para a Vida Maior.

Em várias circunstâncias, enganamo-nos, todos, em matéria de posse, em problemas de família, em questões de influência, em convites do sexo, em apelos a honrarias ou em assuntos que se referem à preservação de nosso conforto...

Se surpreendes, assim, o companheiro em posição de queda, ajuda-o a reerguer-se para o trabalho digno, sem perda de tempo em comentários inúteis.

Se a natureza da falta te parece tão grave que te sentes inclinado à condenação dele, entra no mundo de ti mesmo e pede a Deus que te ilumine a alma.

E, através da oração, a Bênção Divina te fará perceber onde guardas também contigo a brecha triste do lado fraco.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Ter Maio 31, 2011 9:47 am

Pensaste nisso?
Livro: Pão Nosso
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

Se muitas vezes grandes vozes do Cristianismo se referiram a supostos crimes da carne, é necessário mencionar as fraquezas do "eu", as inferioridades do próprio espírito, sem concentrar falsas acusações ao corpo, como se este representasse o papel de verdugo implacável, separado da alma, que lhe seria, então, prisioneiro e vítima.

Reparamos que Pedro denominava o organismo, como sendo o seu tabernáculo.

O corpo humano é um conjunto de células aglutinadas ou de fluidos terrestres que se reúnem, sob as leis planetárias, oferecendo ao Espírito a santa oportunidade de aprender, valorizar, reformar e engrandecer a vida.

Frequentemente o homem, qual operário ocioso ou perverso, imputa ao instrumento útil as más qualidades de que se acha acometido.
O corpo é concessão de Misericórdia Divina para que a alma se prepare ante o glorioso porvir.

Longe da indébita acusação à carne, reflitamos nos milênios despendidos na formação desse tabernáculo sagrado no campo evolutivo.

Já pensaste que és um Espírito imortal, dispondo, na Terra, por algum tempo, de valiosas potências concedidas por Deus às tuas exigências de trabalho?

Tais potências formam-te o corpo.

Que fazes de teus pés, de tuas mãos, de teus olhos, de teu cérebro? sabes que esses poderes te foram confiados para honrar o Senhor iluminando a ti mesmo?
Medita nestas interrogações e santifica teu corpo, nele encontrando o templo divino.

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Ave sem Ninho em Ter Maio 31, 2011 9:47 am

Parabéns
Livro: Fugindo da Prisão
Richard Simonetti

Um amigo que trabalha numa penitenciária como carcereiro costuma receber novos presos dizendo:
- Parabéns!

Geralmente os sentenciados não acham nenhuma graça.
Sentem-se ofendidos.
Soa como gozação.

Mas ele logo explica:
- Vamos imaginar que você foi condenado injustamente, envolvido por pessoas que o iludiram, que mentiram a seu respeito.
Isso é terrível!
Mas um sábio judeu, que sabia das coisas, ensinava que não cai folha de uma árvore sem que seja pela vontade de Deus.

Se você não acredita em Deus e imagina que esse sábio, que se chamava Jesus, era um panaca, feche este livro e vá cuidar da vida.
Se, porém, conserva um mínimo de crença...

Se, no fundo de seu coração, sente que há um Ser Supremo que nos criou e governa, então, siga em frente e leia o que diz o carcereiro:
- Nada acontece por acaso.
Houve razões para você ser preso, coisas que andou fazendo, não ontem, não em sua infância.

Foi num passado distante, em outros tempos, em outras vidas...
Está, portanto, pagando dívidas, acertando suas contas com Deus, o que é muito bom.

Sou obrigado a interromper novamente para explicar que nosso amigo fala sobre a Reencarnação.

Segundo esse princípio, vivemos muitas vezes na Terra.

O mal que sofremos hoje é consequência do mal que praticamos nesta ou em existências anteriores.

Você encontrará mais explicações se continuar a leitura.

Mas, deixemos a palavra com o carcereiro:
- Se não houve falha na justiça humana, se você mereceu a condenação, está igualmente de parabéns.
A prisão evitará que se comprometa em faltas maiores pelas quais terá que responder perante Deus.

Sua condenação, portanto, seria um mal necessário.

Você está preso para pagar suas dívidas ou para não aumentá-las perante a Justiça Divina.

Se você aceita essa possibilidade...

Se concorda que não é por acaso ou injustiça que está vendo o sol nascer quadrado, siga em frente na leitura.

Não perca tempo!

Muita Paz
Gilberto Adamatti

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 72008
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temas para Reflexão

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum