ARTIGOS DIVERSOS

Página 6 de 40 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 23 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MOTIVAÇÃO - O MUNDO NÃO É UM MAR DE ROSAS

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Set 10, 2014 8:42 am

Você cresceu bem e maravilhoso
Foi óptimo observar

Cada dia era como um privilégio
Então, quando chegou a sua hora de se tornar um homem, e tomar seu lugar no mundo
Foi o que fez.

Mas com o passar do tempo você mudou.
Deixou de ser você.
Deixou as pessoas apontarem para sua cara e dizerem que você não é bom.

E quando as coisas ficam difíceis, você começa a procurar alguém para culpar…
Como uma grande sombra.

Deixe-me te dizer algo que você já sabe:
O mundo não é um mar de rosas.
É um lugar maldoso e sujo, e não importa quão durão você seja…

Ele te deixará de joelhos e te manterá assim se você permitir.
Nem você, nem eu, nem ninguém baterá tão forte quanto a vida.

Mas isso não se trata de quão forte pode bater.
Trata-se de quão forte pode ser atingido…
E continuar andando…
Quanto você pode receber e continuar seguindo em frente.

É assim que a vitória é conquistada!

Agora, se você sabe seu valor, vá e conquiste o que você merece.
Mas deve estar preparado para ser atingido…
E não ficar apontando para os outros dizendo…

Que não está onde queria por causa dele, ou dela ou de qualquer um…
Covardes fazem isso, e você não é!
Você é melhor que isso!

(Discurso do filme Rocky Balboa para o seu filho)

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

TUDO COMEÇA COM BONS PENSAMENTOS...

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Set 10, 2014 8:49 pm

De facto tudo na vida começa com bons pensamentos, mas, e como as coisas terminam?
Para esta pergunta cabem muitas respostas, pois o desenrolar da vida depende de cada um de nós, das nossas atitudes diárias e também do nosso karma que nos coloca para vivenciar as mais diversas situações que semeamos como escolhas e pendências de vidas passadas.

Ainda hoje, depois de tantos anos atendendo fico impressionada como as pessoas repetem os padrões, como a vida presente da maioria dos meus clientes é um reflexo de suas vidas passadas.
Em princípio, pensava como a maioria na acção e na reacção, num raciocínio básico.
Se fiz alguma coisa tenho que pagar pelo mal feito.
Mas descobri que existem importantes nuances dessa lei.
Uma das nuances acontece quando o indivíduo fica preso às suas crenças negativas e mesmo depois de já ter se penitenciado de acções ruins do passado como, por exemplo, ter sido um guerreiro e arruinado famílias, tendo causado para si a experiência de não se sentir aceito pela sua família ou de ser privado da companhia de pessoas amorosas e boas, não consegue se livrar desse condicionamento.

Sempre coloco esse pensamento para meu cliente:
Ok, amigo, você já viveu isso e, agora, por que não continuar de outra forma, por que não se abrir para outras experiências?
Mesmo nessa vida, você não muda o passado.
Se por acaso não teve uma infância feliz, você não pode retornar e fazer de novo.
Mas você pode perdoar seus pais, você pode criar para si mesmo relacionamentos com mais compreensão e amor.
Pois muitas vezes a herança dessa existência pode ser negada.
Por que você vai carregar com você as memórias de um pai cruel, bêbado ou de uma mãe cheia de críticas e mal humor?
Você não precisa imitá-los, nem guardar a revolta pensando na pobre criança indefesa que você foi um dia.

Na realidade, o sofrimento causa marcas no corpo emocional e a alma inconsciente fica vivendo e revivendo os factos desta e de outras vidas, ficamos vibrando nossas incertezas e seguimos vida afora usando os poucos recursos emocionais que aprendemos.
Se meu pai gerou em mim sentimento de abandono, vou passar a vida inteira sem acreditar nas pessoas?

Não precisa ser assim.
Somos fortes, somos seres de luz.
Quando percebemos que estamos negativos, pesados, com pena de nós mesmos pelas tristezas da vida, precisamos mudar e, ao mesmo tempo, não colocar nos outros a nossa felicidade.
As pessoas podem participar da nossa vida, mas não devem carregar o peso dessa responsabilidade.
E em todas as nossas relações a forma de cada um agir terá enorme poder.

Se você está carente, cuidado, não releve as atitudes do parceiro, não feche os olhos para o que a vida está mostrando.
Porque muitas vezes quando estamos infelizes com nossa caminhada criamos salvadores, damos poder a outras pessoas e outras situações.
Tipo: Se conseguir esse trabalho, tudo será diferente.
Se essa pessoa me amar serei feliz.
Se me casar e constituir família, encontrarei felicidade.
Na verdade, tudo isso é muito bom, mas dependerá das pessoas envolvidas fazer a vida dar certo.
Algumas coisas dependerão de você mas, outras não.
Assim, comece sua história com bons pensamentos e tente com discernimento manter-se assim.

Boa sorte!

Por Maria Silvia Orlovas

(Maria Silvia Orlovas é uma forte sensitiva que possui um dom muito especial de ver as vidas passadas das pessoas à sua volta e receber orientações dos seus mentores).

FONTE.: http://www.forumespirita.net/

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

A ALMA TAMBÉM ADOECE

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Set 11, 2014 9:45 am

Casas de saúde espalham-se em todas as direcções com o objectivo de sanar as moléstias do corpo e não faltam enfermos que lhes ocupem as dependências.

Entretanto, as doenças da alma, não menos complexas, escapam aos exames habituais de laboratório e, por isso, ficam em nós, requisitando a medicação, aplicável apenas por nós mesmos.

Estimamos a imunização na patologia do corpo.
Será ela menos importante nos achaques do espírito?
Surpreendemos determinada verruga e recorremos, de imediato, à cirurgia plástica, frustrando calamidades orgânicas de extensão imprevisível.

Reconhecendo uma tendência menos feliz em nós próprios é preciso ponderar igualmente que o capricho de hoje não extirpado será hábito vicioso amanhã e talvez criminalidade em futuro breve.

Esmeramo-nos por livrar-nos da neurastenia capaz de esgotar-nos as forças.
Tratemos também de nossa afeição temperamental para que a impulsividade não nos induza à ira fulminatória.

Tonificamos o coração, corrigindo a pressão arterial ou ampliando os recursos das coronárias a fim de melhorar o padrão de longevidade. Apuremos, de igual modo, o sentimento para que emoções desregradas não nos precipitem nos desvãos passionais em que se aniquilam tantas vidas preciosas.

Requintamo-nos, como é justo, em assistência dentária na protecção indispensável.
Empenhemo-nos de semelhante maneira, na triagem do verbo para que a nossa palavra não se faça azorrague(Açoite) de sombra.

Defendemos o aparelho ocular contra a catarata e o glaucoma.
Purifiquemos igualmente o modo de ver.

Preservamos o engenho auditivo contra a surdez.
No mesmo passo, eduquemos o ouvido para que aprendamos a escutar ajudando.

A Doutrina Espírita é instituto de redenção do ser para a vida triunfante.
A morte não existe.
Somos criaturas eternas.

Se o corpo, em verdade, não prescinde de remédio, a alma também.

André Luiz
Psicografia de Chico Xavier

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

CONSCIÊNCIA

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Set 11, 2014 9:41 pm

O nível de consciência da realidade actual é muito baixo na maioria de nós.

Ainda vivemos o agora, o momento, esse dia.

Quem somos, o que queremos, para aonde estamos direccionando a nossa energia hoje?

Não sabemos responder a maioria dessas perguntas, pois simplesmente vivemos.

Quanto mais consciência temos de nós, mais conseguimos entender o ambiente ao nosso redor.

Entendemos mais as pessoas e o mundo delas, mas para isso precisamos dar o primeiro passo, que é trabalhar a nós mesmos.

O esforço inicial será sempre de cada um, mas dado o primeiro passo abre-se um mundo de possibilidades.

Podemos ser mais e melhores, Mais pacientes, Mais empenhados, Mais amigos, Mais irmãos, Melhores filhos, Melhores Pais....

A busca pela nossa própria consciência nos auxilia a melhora de nós mesmos, porque nos mostra onde estamos e podemos definir para onde queremos ir e não simplesmente sermos arrastados pelas enxurradas da vida.

Vamos buscar então esse conhecimento e essa melhora da nossa consciência no nosso dia a dia.

Gotas de Paz

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Matrimónio e Divorcio

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Set 12, 2014 9:02 am

O divórcio é lei humana que vem unicamente confirmar uma situação que já existe e, se calamidades da alma pendem sobre a casa, não se dispõe de outra providência mais razoável para recomendar, além dessa.
Entretanto, se te vês nos problemas da união enferma e, principalmente, se tens crianças a proteger, tanto quanto se te faça possível, mantém o lar que edificaste com as melhores forças do espírito.

Realmente, os casamentos de amor jamais adoecem, mas nos enlaces de provação redentora, os cônjuges solicitaram, antes do berço terrestre, determinadas tarefas em regime de compromisso perante a Vida Infinita.

E, ante a Vida Infinita, convém lembrar sempre que os nossos débitos não precisam de resgate a longo prazo, pela contabilidade dos séculos, desde que nos empenhemos a solvê-los em tempo curto, pelo crediário da paciência, a serviço do amor.

O Poder Divino não nos aproxima uns dos outros sem fins justos.
No matrimónio, no lar ou no círculo de serviço, somos procurados por nossas afinidades, de modo a satisfazer aos imperativos da Lei de Amor, seja na ampliação do bem, ou no resgate de nossas dívidas, resultantes do nosso deliberado contacto com o mal.
Num caso de obsessão: A esposa sofre os efeitos do parricídio a que se entregou pelo anseio de desfrutar prazeres que lhe desajustaram o plano consciencial, em encarnação passada, e o marido que lhe inspirou a acção deplorável é agora chamado a ajudá-la na restauração imprescindível.
Decerto, o companheiro na actualidade não se sente feliz.
Recapitulando a antiga fome de sensações, abeirou-se da mulher que desposou, procurando instintivamente a sócia de aventura passional do pretérito, mas encontrou a irmã doente que o obriga a meditar e a sofrer.

Onde não prevalecem as afinidades do sentimento, o matrimónio terrestre é um serviço redentor e nada mais.
Na maioria das situações, a morte do corpo somente ratifica uma separação que já existia na experiência vulgar.
Nesses casos, o cônjuge que abandona o envoltório físico se retira da prova a que se submeteu, à maneira do devedor que atingiu a paz do resgate.
Todavia, quando os laços da alma sobre-pairam às emoções da jornada humana, ainda mesmo que surja o segundo casamento para o cônjuge que se demora no mundo, a comunhão espiritual continua, sublime, em doce e constante permuta de vibrações e pensamentos.
A travessia pelo túmulo impõe efectivamente ao Espírito singulares modificações...
Cada viajor em sua estrada, cada coração com seu problema...
Bem-aventurados os que se renovam para o bem!

O verdadeiro amor é a sublimação em marcha, através da renúncia.
Quem não puder ceder, a favor da alegria da criatura amada, sem dúvida saberá querer com entusiasmo e carinho, mas não saberá coroar-se com a glória do amor puro.

Depois da morte, habitualmente aprendemos, no sacrifício dos próprios sonhos, a ciência de amar, não segundo nossos desejos, mas de conformidade com a Lei do Senhor:
- mães obrigadas a entregar os filhinhos a provas de que necessitam,
- pais que se vêm compelidos a renovar projectos de protecção à família,
- esposas constrangidas a entregar os maridos a outras almas irmãs,
- esposos que são impelidos a aceitar a colaboração das segundas núpcias, no lar de que foram desalojados...

Tudo isso encontramos na vizinhança da Terra.
A morte é uma intimação ao entendimento fraternal...
E quando lhe não aceitamos o desafio, o sofrimento é o nosso quinhão...
Quando o amor não sabe dividir-se, a felicidade não consegue multiplicar-se.

Fontes: www.guia.heu.nom.br;
Livro: "Nos Domínios da Mediudade", de André Luiz, pelo Médium Chico Xavier, páginas 94 e 130;

Romeu L. Wagner, Belém, Pa

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

FÉ ESPÍRITA RACIOCINADA - DEUS

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Set 12, 2014 9:23 pm

1. Há um Deus, inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.
A prova da existência de Deus temo-la neste axioma:
Não há. efeito sem causa.
Vemos constantemente uma imensidade de efeitos, cuja causa não está na Humanidade, pois que a Humanidade é impotente para produzi-los, ou, sequer, para os explicar.
A causa está acima da Humanidade.
É a essa causa que se chama Deus, Jeová, Alá, Brama, Fo-Hi, Grande Espírito, etc.
Tais efeitos absolutamente não se produzem ao acaso, fortuitamente e em desordem.
Desde a organização do mais pequenino insecto e da mais insignificante semente, até a lei que rege os mundos que circulam no Espaço, tudo atesta uma ideia directora, uma combinação, uma previdência, uma solicitude que ultrapassam todas as combinações humanas.
A causa é, pois, soberanamente inteligente.

2. Deus é eterno, imutável, imaterial, único, omnipotente, soberanamente justo e bom.

Deus é eterno.
Se tivesse tido começo, alguma coisa houvera existido antes dele, ou ele teria saído do nada, ou, então, um ser anterior o teria criado. É assim que, degrau a degrau, remontamos ao infinito na eternidade.

É imutável.
Se estivesse sujeito à mudança, nenhuma estabilidade teriam as leis que regem o Universo.

É imaterial.
Sua natureza difere de tudo o a que chamamos matéria, pois, do contrário, ele estaria sujeito às flutuações e transformações da matéria e, então, já não seria imutável.

É único.
Se houvesse muitos Deuses, haveria muitas vontades e, nesse caso, não haveria unidade de vistas, nem unidade de poder na ordenação do Universo.

É omnipotente, porque é único.
Se ele não dispusesse de poder soberano, alguma coisa ou alguém haveria mais poderoso do que ele; não teria feito todas as coisas e as que ele não houvesse feito seriam obra de outro Deus.

É soberanamente justo e bom.
A sabedoria providencial das leis divinas se revela nas mais mínimas coisas como nas maiores e essa sabedoria não permite se duvide nem da sua justiça, nem da sua bondade.

3. Deus é infinito em todas as suas perfeições.
Se supuséssemos imperfeito um só dos atributos de Deus, se lhe tirássemos a menor parcela de eternidade, de imutabilidade, de imaterialidade, de unidade, de omnipotência, de justiça e de bondade, poderíamos imaginar um ser que possuísse o que lhe faltasse, e esse ser, mais perfeito do que ele, é que seria Deus.
(Allan Kardec, Obras Póstumas.)

Allan Kardec

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

VIDA DEPOIS DA VIDA

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Set 13, 2014 8:31 am

AOS FAMILIARES E AMIGOS QUE FICAM:

• Lágrimas de saudade não prejudica quem parte.
O que prejudica, dificulta o desligamento, perturba o espírito que parte é a revolta, a blasfémia contra Deus.

• Evitar roupas escuras, ambientes taciturnos, pois estes comportamentos somente geram medo e maior dor aos envolvidos.
Não é a cor da roupa que revela sofrimento, respeito ou ajuda e sim, oração sincera.

• Velas e flores são exteriorizações de sentimentos, Não fazem mal, mas não ajudam o desencarnado.
O que ajuda são orações, o amor sincero, bons pensamentos, fé e certeza da continuidade da vida.

• Como cada Ser tem um período de adaptação e um nível de evolução e compreensão do novo estado, convém esperar um tempo após o desencarne, para doar e se desfazer dos pertences pessoais daquele que partiu.
Em casos explícitos de pessoas desprendidas da matéria, espiritualizadas, este tempo não é necessário, sendo muitas vezes, a vontade expressa daquele que se foi.

• TODOS OS ESPÍRITOS SÃO AUXILIADOS.
NUNHUM FILHO DE DEUS FICA DESAMPARADO.
Mesmo os que tiveram uma vida encarnada desregrada, desde que sinceramente busquem auxílio.

VISITA AO TÚMULO:
A visita apenas expressa que lembramos do amado ausente.
MAS não é o lugar, objectos, flores e velas que realmente importam.
O que importa é a intenção, a lembrança sincera, o amor e a oração.
Túmulos sumptuosos não importam e não fazem diferença para quem parte.

ORAÇÃO SINCERA AQUIETA A ALMA E ELEVA O PADRÃO VIBRATÓRIO.
CRIA UM ESTADO INTIMO DE SERENIDADE FACILITANDO O DESPRENDIMENTO E A ENTRADA TRANQUILA NO MUNDO ESPIRITUAL.

A VIDA CONTINUA SEMPRE!
NOSSOS AMADOS NÃO ESTÃO MORTOS.
APENAS AUSENTES TEMPORARIAMENTE.
O VERDADEIRO AMOR INDEPENDE DA PRESENÇA.
POR ISTO É ETERNO E UNE TODAS AS PESSOAS QUE O PARTILHAM.
APRENDAMOS A VIVER.
PARA APRENDER A MORRER.
TEMOS UM CORPO FÍSICO PARA NOSSA CAMINHADA DE APRENDIZADO NA TERRA. MAS SOMOS MAIS QUE UM COMPACTO DE CARNE.
SOMOS ESPÍRITOS ETERNOS, QUE VIVEM PARA SEMPRE!

“NA CASA DE MEU PAI TEM MUITAS MORADAS”
Jesus Cristo.

Fonte: Blog amigos espíritas on line

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

DE ONDE VIEMOS, PARA ONDE VAMOS?

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Set 13, 2014 9:16 pm

De onde viemos, para onde vamos?
São perguntas que buscam no dia-a-dia, respostas e, das mais variadas nos são oferecidas.

A Doutrina dos Espíritos, codificada por ALLAN KARDEC, nos leva à mais sensata resposta ou seja, quando da afirmativa do CRISTO JESUS que nos assegura que:
“há muitas moradas na casa de meu PAI”.

Se assim é, consideremos que cada morada (mundo/planeta) seja habitada por espíritos em fase de evolução.MUNDOS PRIMITIVOS, onde se verificam as primeiras encarnações da alma humana; MUNDOS DE EXPIAÇÃO E DE PROVAS, em que o mal predomina; MUNDOS REGENERADORES, onde as almas que ainda tem o que expiar adquirem novas forcas, repousando das fadigas da luta; MUNDOS FELIZES, onde o bem supera o mal; MUDOS CELESTES OU DIVINOS, morada dos Espíritos purificados, onde o bem reina sem mistura.

Lembremo-nos que a Terra pertence à categoria dos mundos de expiações e de provas e, é por isso que nela o homem está exposto a tantas misérias.

Estamos em um crescente evolutivo, pois, viemos de um MUNDO PRIMITIVO, tendo a oportunidade de aprimorarmo-nos, expiando nossas faltas e nos colocando às provas das mais diversificadas, quando da formação de nosso projecto reencarnatório.

Bendita lei a da reencarnação, quando o PAI, na sua misericórdia, nos permite o recomeço, não se importando com o que fomos, mas sim, com o que seremos doravante, através da nossa renovação ou, a transformação das nossas atitudes e acções.

Busquemos o aprimoramento, nos ensinos de nosso mestre JESUS, para que, ao entrarmos no MUNDO DE REGENERAÇÃO, possamos através do arrependimento (não passivo) encontrar a paz e o descanso, para nos purificarmos, e assim, caminharmos para um MUNDO FELIZ.

É difícil; Não.
Basta quê façamos o quê JESUS nos orientou “AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E, AO PRÓXIMO COMO A MIM MESMO”, fazendo ao meu semelhante aquilo quê quero quê ele me faca, portanto, livrando-me do orgulho que emudece o coração, da inveja que me tortura e, do ódio quê me asfixia.

“na tristeza, mantenha o equilíbrio; na alegria, a moderação pois, lembre-se TUDO PASSA”

Delmo Tártaro Filho – Grupo Espírita de Cáritas – Santo André SP

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESCOLHAS NA VIDA

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Set 14, 2014 9:10 am

É interessante que na vida sempre teremos diversos caminhos e opções a seguirmos.

Diante de qualquer situação sempre poderemos escolher a forma de agir, os nossos pensamentos, uma atitude a ser tomada e assim por diante.

Os caminhos a serem escolhidos são muitos, mas nem todos são correctos, especialmente aqueles que nos levem a um mundo de facilidades.

Nosso Divino Mestre Jesus já nos disse há muito tempo atrás, através de seus ensinamentos, que a porta cuja passagem nos levará à vida verdadeira e plena, repleta de alegria e felicidade é estreita, cheia de dificuldades a serem ultrapassadas por nós.

A porta larga é aquela cuja passagem é facílima, mas que nos leva a um mundo de enganos e ilusões, erros, dor e sofrimento.

Assim, devemos ter precaução nas escolhas diante da vida.
Se quisermos o imediatismo, poderemos conseguir o que queremos, porém, nossa felicidade estará sendo construída em bases muito frágeis, onde o primeiro vento derrubará tudo.

Por outro lado, se optarmos por uma felicidade verdadeira, sabemos que esta não se conquista de forma tão fácil.

A luta é árdua, pois temos muitos obstáculos a vencer, sendo que a maioria deles está dentro de nós mesmos, devido à nossa ignorância e imperfeição.
Esta a razão de estarmos aqui na Terra:
para nos aperfeiçoarmos através da aprendizagem.

Sempre que se apresentar diante de nós uma situação de escolha, pensemos no nosso próximo e vejamos se nossa escolha não causará dor e sofrimento a outros.

Não há como ser feliz destruindo-se a felicidade do próximo.

Usemos o nosso direito de escolha, ou seja, o livre arbítrio que Deus nos deu, para decidirmos sem egoísmo e sempre visando o bem geral.

Trabalhando pelo bem e pela alegria de todos, só teremos a receber os bons frutos dessa atitude.

Gotas de Paz

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

MUNDO ESPIRITUAL

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Set 14, 2014 9:03 pm

O homem compõe-se de corpo e Espírito:

O Espírito é ser principal, racional, inteligente;
O corpo é o invólucro material que reveste o Espírito temporariamente, para preenchimento da sua missão na Terra e execução do trabalho necessário ao seu adiantamento.

O corpo, usado, destrói-se e o espírito sobrevive à sua destruição.

Privado do Espírito, o corpo é apenas matéria inerte, qual´instrumento privado da mola real de função; sem o corpo o Espírito é tudo: a vida, a inteligência.

Em deixando o corpo torna ao mundo espiritual, onde paira, para depois reencarnar.

Existem, portanto, dois mundos:
O corporal, composto de Espíritos encarnados;
O espiritual, formado dos Espíritos desencarnados.

Os seres do mundo corporal, devido mesmo à materialidade do seu envoltório, estão ligados à Terra ou a qualquer globo;
o mundo espiritual ostenta-se por toda parte, em redor de nós no Espaço, sem limite algum designado.

Em razão da natureza fluídica do seu envoltório, os seres que compõem, em lugar de se locomoverem penosamente sobre o solo, transpõem as distância com a rapidez do pensamento.

A morte do corpo não é mais que a ruptura dos laços que o retinham cativos.

Allan Kardec

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

ACTIVIDADE NOCTURNA DO ESPÍRITO (Desdobramento)

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Set 15, 2014 10:29 am

Durante o sono o Espírito desprende-se do corpo; devido aos laços fluídicos estarem mais ténues.
A noite é um longo período em que está livre para agir noutro plano de existência.
Porém, variam os graus de desprendimento e lucidez.
Nem todos se afastam do seu corpo, mas permanecem no ambiente doméstico; temem fazê-lo, sentir-se-iam constrangidos num meio estranho (aparentemente).

Outros movimentam-se no plano espiritual, mas suas actividades e compressões dependem do nível de elevação.
O princípio que rege a permanência fora do corpo é o da afinidade moral, expressa, conforme a explanação anterior, por meio da afinidade vibratória ou sintonia.

O espírito será atraído para regiões e companhias que estejam harmonizadas e sintonizadas com ele através das acções, pensamentos, instruções, desejos e intenções, ou seja, impulsos predominantes.
Podendo assim, subir mais ou se degradar mais.

O lúbrico terá entrevistas eróticas de todos os tipos, o avarento tratará de negócios grandiosos (materiais) e rendosos usando a astúcia.
A esposa queixosa encontrará conselhos contra o seu marido, e assim por diante.
Amigos se encontram para conversas edificantes, inimigos entram em luta, aprendizes farão cursos, cooperadores trabalharão nos campos prediletos, e, assim, caminhamos.

Para esta maravilhosa doutrina, conforme tais considerações, o sonho é a recordação de uma parte da actividade que o espírito desempenhou durante a libertação permitida pelo sono.
Segundo Carlos Toledo Rizzini, interpretação freudiana encara o sonho como apontando para o passado, revelando um aspecto da personalidade.

Para o Espiritismo, o sonho também satisfaz impulsos e é uma expressão do estilo de vida, com uma grande diferença: a de não se processar só no plano mental, mas ser uma experiência genuína do espírito que se passa num mundo real e com situações concretas.
Como vimos, o espírito, livre temporariamente dos laços orgânicos, empreende actividades nocturnas que poderão se caracterizar apenas por satisfação de baixos impulsos, como também, trabalhar e aprender muito.
Nesta experiência fora do corpo, na oportunidade do desprendimento através do sono, o ser, poderá ver com clareza a finalidade de sua existência actual, lembrar-se do passado, entrevê o futuro, todavia a amplitude ou não dessas possibilidades é relativa ao grau de evolução do espírito.

Aluney Elferr Albuquerque Silva

Fonte: Portal Espírita

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

CADA QUAL COM SUA CRUZ

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Set 15, 2014 9:25 pm

Jesus carregava sua cruz pesada, e por ser pesada não conseguia olhar para o semblante daquelas pessoas que estavam ao seu lado, gritando, dizendo desaforos, cuspindo.
Então, mais adiante, cansado, tropeçou e caiu.
Foi quando Simão correu para ajudá-lo.
A partir dali, Jesus passou a olhar os rostos que gritavam ao seu redor.
Ele, então percebeu que todos ali, tinham cruzes para carregar.
Um carregaria a cruz do roubo, outro a cruz do assassinato, a outra carregava a cruz do casamento infeliz, do filho doente, etc.

Então, uma das mulheres que choravam seu martírio gritou:
- Senhor, que faremos depois que for embora?

Jesus olhou para elas e disse:
- Filhas de Jerusalém, não chores por mim!
Chorai antes por vós mesmas e por vossos filhos.
Porque, se ao madeiro verde fazem isto, que se fará com o lenho seco . . .

Jesus quis dizer que Ele era madeiro farto, que espalhava perfumes de consolação, frutos substanciosos que alimentavam o espírito.
Se Ele, um Espírito sem débitos, estava passando por aquilo. Imaginemos nós, criaturas endividadas que somos, galhos ainda secos na árvore da vida.

Cada um de nós temos cruzes para carregar.
Uns tem cruzes mais pesadas, outros mais leves, mas todos temos nossas cruzes, confeccionadas por nós mesmos ao transgredirmos as leis divinas, nesta ou em outras encarnações.
Aqueles que tem uma cruz mais leve, deve ajudar aquele que tem uma cruz mais pesada.
Sejamos um Simão na vida do próximo.
Mas, lembremos que Simão ajudou Jesus carregar a cruz, mas quem carregou até o fim foi o próprio Jesus, mesmo sem dever nada à lei divina.

Por isso, não queiramos retirar a cruz daquele que caminha connosco na vida, apenas o ajudemos, aliviando e amenizando um pouco a dor e o peso.

Curta, Compartilhe e Recomende
www.facebook.com/paginaespiritosdeluz

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

A MORTE

Mensagem  Ave sem Ninho em Ter Set 16, 2014 9:43 am

Porque a morte propicia tanto sofrimento e catadupas de pranto, acarretando desespero no mundo, é válido lembremos que:
a semente morre para que surja a plântula tenra;

transforma-se a ostra, de modo a produzir a pérola preciosa;

estiola-se a flor, emurchecida, a fim de que provenha o fruto que guarda, na essência, o sabor;

morre o dia nas tintas do poente, de modo que o véu cintilante da noite envolva a Terra;

morre a noite, entre as lágrimas do orvalho, para que o manto aurifulgente do dia consiga embelezar a amplidão;

o rio morre na exuberância do mar;

fana-se o homem para que se liberte o Espírito, antes cativo.

À frente disso, vemos que a morte é sempre a chave que desata o perfume da vida.
Não há morte, essencialmente. Tudo é transformação, tudo é recriação...

A lágrima de agora se tornará sorriso.

A dor actual prepara a ventura porvindoura.

A saudade que punge hoje, fomenta o sublime reencontro de logo mais.

Morte é vida, agora o sabemos...

Habitue-se, caro coração, a reflectir a respeito da morte, com serenidade e confiança em Deus, porque você não ignora que, por mais se aturda, desarvore ou se inconforme, essa é a única regra para a qual não se conhece excepção.

Prepare-se, amando e trabalhando no bem grandioso, até que você, um dia, igualmente se transforme em ave libertada da prisão – escola corporal.

A morte tão somente revela a vida mais amplamente. Pense nisso.

Pelo Espírito Rosângela - Mensagem psicografada pelo médium J. Raul Teixeira, do site: http://www.raulteixeira.com/mensagens.php?not=286.

Leia mais: http://www.cacef.info/news/a-morte1/

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

NÓS NÃO CARREGAMOS UM FARDO QUE NÃO NOS PERTENCE

Mensagem  Ave sem Ninho em Ter Set 16, 2014 8:40 pm

Muitos de nós, quando passamos por um momento difícil, sentimos pena de nós mesmos.

Basta encontrarmos com um conhecido para desabafarmos nossas amarguras nos colocando na condição de “coitadinho” ou “vítima” de uma situação.
Temos também o hábito de responsabilizar os outros pela nossa dor: um amigo(a), um espírito, a macumba, os pais, a inveja, o olho gordo, a herança genética, etc.

Quando na verdade somos vítimas de nós mesmos.
Só colhemos o que plantamos.
Se não plantamos nesta vida, plantamos em vidas passadas.

Ninguém sofre a toa.
São consequências de nossa inconsequência.

Alguém acredita que Deus nos dá um fardo que não nos pertence?
Claro que não, não é?


Porque Ele é justo e perfeito.
Ele sabe que somos imperfeitos, falíveis, sabe que usaremos de maneira equivocado nosso livre arbítrio.

Por isso, nos dá sempre outras chances de recomeçar.
Basta reconhecermos o erro e nos esforçar para não errar no mesmo ponto.

Então, chega de auto-piedade que é um alimento venenoso, uma espécie de erva daninha que intoxica o espírito, dificulta as relações e promove medo, desconfiança, solidão e melancolia.

É filha do egoísmo e da lamentação, afilhada do orgulho e irmã da necessidade de aprovação e de atenção especial.

Rudymara
Grupo de Estudos Allan Kardec

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

SER ESPÍRITA

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Set 17, 2014 8:55 am

Há quem diga que ser Espírita é muito difícil, que é só para quem já é santo. Allan Kardec, no entanto, vai dizer que o espírita é reconhecido pelo esforço que faz pela sua transformação moral e para vencer suas tendências para o mal.

Fazer esforço é bem diferente de ser santo.
Ainda nos falta um longo caminho.
Alguns companheiros dizem que estão tentando ser espírita.

Estes estão em dúvida e temem assumir a responsabilidade de afirmar: sou espírita.
Nosso desafio, porém, é buscar ser hoje, melhor do que ontem e amanhã melhor do que hoje.

Na natureza nada dá saltos.
Todos nós que estamos hoje ligados à doutrina espírita, já estivemos no catolicismo, no protestantismo, no budismo entre outras religiões.

Mesmo nessa encarnação foram poucos que nascemos num lar espírita.
Viemos de outros caminhos religiosos, mas ao encontrar o Espiritismo descobrimos o Consolador prometido por Jesus, que veio ensinar todas as coisas e fazer compreender o que o Cristo havia dito por parábolas.

Neste porto seguro, encontramos a fé raciocinada, a crença da imortalidade da alma, a certeza da reencarnação e a da comunicabilidade com os espíritos.

Que bom que podemos dizer que somos espíritas, que estamos buscando vencer nossas más inclinações.
É o auto.conhecimento e a auto-transformação que nos tornam homens e mulheres melhores.

Essa postura vai reflectir na família, onde cada um testemunhará a luz interior, a sua transformação moral, pelo comportamento equilibrado e amoroso. No trabalho, sendo um exemplo de bom funcionário ou de bom patrão.

Na sociedade, sendo um bom cristão, alguém que é lembrado pelo amor ao próximo e suas atitudes corretas.
Portanto, somos espíritas 24 horas por dia.
Não dá para vestir a capa de humildade, de fraternidade somente quando estamos no Centro Espírita.

Espíritas!
Amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo.”

O Espírito de Verdade nos convida a demonstrarmos quem somos, pelas atitudes de amor, de fraternidade e caridade.
Olhar o outro como um irmão que devemos aprender a amar, apesar dos defeitos e imperfeições, que só pela prática das virtudes e da busca constante da iluminação através do estudo, que iremos nos libertar desse homem velho que ainda trazemos dentro de nós.

O desafio não é vencer o outro, ser melhor, mais poderoso, é nos conhecermos, domarmos nossas imperfeições e “só por hoje” nos aproximarmos de nosso modelo e guia, que é Jesus.

Para aqueles que acham que essa postura é difícil, é porque ainda não compreenderam que somente escolhendo a porta estreita, se libertarão das imperfeições.
É esse o caminho para a plenitude e a paz íntima.

Angela C. Furiati
Fundação Espírita Allan Kardec

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

O PLANO EXTRA-FÍSICO.

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Set 17, 2014 9:45 pm

O mundo espiritual e suas colónias

A condição de ser humano é algo grandioso, magnífico, mesmo que algumas religiões digam o contrário.
No plano espiritual, nas suas diferentes faixas vibratórias, existem muitas colónias espirituais, onde espíritos afins, no mesmo nível evolutivo, se agrupam e formam verdadeiras sociedades extra-físicas organizadas.

No plano espiritual existem, à semelhança da Terra, muitas casas, templos, jardins, bosques, montanhas, rios cristalinos, vegetais e animais, etc.
Logicamente não se trata da mesma matéria do plano físico.
É uma matéria espiritual, mais subtil.

Podemos chamar de matéria astral ou matéria extra física.
O plano espiritual, podemos dizer, é uma cópia, muito mais perfeita, do plano físico, ou melhor, o plano físico é como um esboço do plano espiritual, sendo este último uma espécie de "Terra aperfeiçoada".

Por mais que se evolua, através dos tempos, o plano físico, o planeta, sua matéria e tudo mais, nunca chegará a ser igual à matéria do plano espiritual, pois esta é formada por substância ou matéria astral que é ideoplástica, que é manipulada e modelada pelo pensamento e pelo sentimento, pela razão e pelo amor; sobre tudo isso falaremos mais a frente.
Essa similaridade, em alguns pontos, com o plano físico é necessária para o espírito se acostumar e se adaptar a essa nova vida que se inicia.

Os espíritos desencarnados, assim como os humanos, também tem suas ocupações, as mais variadas possíveis.
Eles tem trabalho, que aplicam em seu benefício e também de outros seres, físicos ou espirituais, para seu próprio crescimento espiritual, embora isso não seja regra absoluta, pois lá também há espíritos ociosos, assim como eram na Terra, mas sujeitos a melhorar; tem actividades, lazer, etc. e muitos deles, de evolução mediana, também dormem, em suas moradias.

Quanto mais evoluída a entidade, menos necessidade tem ela do sono.

O espírito tem direito apenas a uma casa astral onde vai viver e repousar, enquanto estiver no plano espiritual.
Quando esses espíritos dormem, há um sono semelhante ao nosso, funcionando apenas como um repouso reparador, mas, também, em algumas ocasiões, durante o sono, eles se desprendem com lucidez, conscientemente, usando o corpo mental, e se dirigem para lugares os mais variados possíveis e diversas dimensões espirituais.

Nestas cidades espirituais há toda uma administração organizada, seres que cuidam de todos os sectores da vida nessas comunidades espirituais, mantendo a vida em perfeita concordância com os princípios crísticos, para garantirem a evolução de todos.

Os espíritos mais evoluídos destas colónias tem funções mais elevadas, e, assim, tem condições de dirigirem e orientarem, sempre para o bem comum, a vida de todos.
Em algumas colónias, existe geralmente um Governador Espiritual, chefe maior da colónia, vários Ministros, etc.
Deixamos claro que tudo depende do nível evolutivo da colónia e de como se organizam.
Há cidades espirituais que se organizam de forma completamente diferente.

Em uma cidade espiritual de transição, em uma colónia espiritual, chamada Nosso Lar, existem vários ministérios, por exemplo:

Ministério do Auxílio,
Ministério da Elevação,
Ministério da União Divina,
Ministério da Regeneração,
Ministério da Comunicação,
Ministério do Esclarecimento.

Porém, nem todas as colónias seguem esse padrão administrativo, há cidades espirituais muito superiores, em todos os sentidos, em planos mais elevados.

A cidade Nosso Lar está situada na terceira "esfera-espiritual" sobre o astral do Rio de Janeiro; acima dessa há inúmeras, poderemos citar, por exemplo, uma mais elevada chamada Metrópole Astral do Grande Coração, de costumes brasileiros, e uma acima desta que é conhecida como Cidade Espiritual Brasil e acima desta outras responsáveis por toda administração do nosso Planeta.

Portanto, a partir dessas explicações, deixamos claro que são as Colónias Espirituais, situadas nos diversos planos da Multidimensionalidade, a partir do Astral Mediano ao Astral Superior, que cuidam de todos os seres do plano físico e também dos mais diversos aspectos que compõe a vida humana, desde os mais simples aos mais complexos; também supervisionam, dirigem e orientam, da melhor forma possível, todos os governos, de todos os países, do nosso mundo. No entanto, sua actuação é limitada pela Lei Cósmica, pela Lei Divina, que tudo sustenta, e dirige para a felicidade suprema todos os seres.

FONTE http://www.forumespirita.net/

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

QUEM FUMA COMETE SUICÍDIO INDIRECTO

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Set 18, 2014 9:51 am

Aquilo que causamos, de bom ou de mal, a nós, ao próximo ou a qualquer fruto da criação divina, sentiremos o efeito, nesta ou em outra encarnação.

Por exemplo: o usuário de cigarro lesa vários órgãos do corpo físico, um deles é o pulmão.
Este órgão, então, se foi o mais lesado, poderá desencadear problemas pulmonares.
Se isto não ocorrer nesta encarnação, numa próxima, poderá vir sensível a doenças como: câncer (de boca - do esófago - do estômago - de laringe - do pâncreas - de próstata - na mama, etc.) , asma, bronquite, etc.

Os que não abusam da saúde e tem várias doenças estão, provavelmente, colhendo o que plantaram.
E os que abusam da saúde e passam pela vida saudáveis, estão plantando.
Se assim não fosse, Deus seria injusto.

Por exemplo:
Como pode uma criança nascer precisando de transplante de pulmão e, um adulto fumante ser saudável?
Como costumamos dizer, um está colhendo (porque a criança é um Espírito velho em corpo novo), e o outro está plantando (o adulto).

Como nos foi avisado:
"O plantio é livre mas a colheita é obrigatória".
Outro factor que precisa ser esclarecido para o fumante inveterado: ele raramente fuma um cigarro sozinho.

Segundo André Luiz:
"Há espíritos que, devido a falta de conhecimento do mundo espiritual, ficam por muito tempo ligados a prazeres e hábitos terrenos, como vícios, fome, sede, etc."
Este fenómeno chama-se vampirismo.
Este assédio perdura até que a pessoa tome a decisão sincera de parar de fumar, o que não é fácil.
Além da desintoxicação do organismo, é necessária a desintoxicação psíquica.
Não é somente a pressão da nicotina e do alcatrão que precisam ser combatidas, mas igualmente a do desejo, do impulso, alimentado por induções espirituais dos seus companheiros de trago que o aconselharão a não parar.

ATENÇÃO: ESTE ALERTA SERVE PARA QUALQUER TIPO DE CIGARRO E VÍCIOS EM GERAL.

Observação: O vício, de modo geral, envenena o corpo e o perispírito.
Sabemos que é difícil libertar-se dele.
Mas, o que a pessoa está fazendo para se desenvencilhar?
Com a desculpa de que é difícil, muitos se acomodam e não se esforçam para livrar-se dele.


Como disse Allan Kardec:
“Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações.”
Que esforço estamos fazendo para domar nossas más inclinações?
Muitos dirão: “a natureza não dá salto.”
Sim, sabemos disso.
Mas, que tal começar a caminhar?
Muitos estão estagnados no caminho.
Então, esforce-se, tente quantas vezes forem necessários para liberte-se da escravidão e da preguiça moral.

Rudymara
Grupo de estudo Allan Kardec

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

LEI DE CAUSA E EFEITO

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Set 18, 2014 9:27 pm

Tentativa para perceber

1 - A Lei de Causa e Efeito, acompanha e regula os seres na sua evolução em experiências vividas nos mundos da forma, desdobrando-se ao longo de milénios, ajustando e reajustando a expansão da consciência humana.

2 - Seria impossível e isso é óbvio, que numa vida só, o homem conseguisse o aperfeiçoamento para a reintegração Divina, pelo que a Lei de Causa e Efeito tem como consequência, uma outra lei, “ A Lei da Reencarnação “.

3 - A consciência do ser, se desenvolve no compreender e aprender em milhares de vidas, tornando-se cada vez mais abrangente em compreensão e sabedoria.
A isso se chama: “Evolução Espiritual “.


4 - Todas as acções do ser em evolução, quer positivas, quer negativas nas áreas físico/mental/emocional, ficam registadas, acompanhando o progresso evolutivo do homem no seu trajecto, sendo garante rigoroso da autenticidade da justiça Divina, que é parte integrante da criação.
Não é uma lei de talião, mais sim uma lei de amor, que visa sobretudo regular o aperfeiçoamento do ser.


5 - O homem é um ser espiritual em experiência de vida humana.
Sempre que o ser reencarna é feito o seu plano de vida, em função das suas necessidades de experienciação, com base nos seus registos.

6 - Sem sentido fatal, visto o homem ser dotado de livre-arbítrio, são nesse plano de vida reencarnacionista conjugados todos os elementos, quer de situações possíveis a serem criadas, quer de planos de experiência dos outros intervenientes possíveis que virão a formar o seu círculo familiar e de relacionamento, a fim de que tudo e todos possam beneficiar de poderem atingir os seus objectivos de crescimento espiritual.

7 - Tal como o nome indica há causas e efeitos.
Para que o homem possa saber, como é óbvio, terá que viver os efeitos das causas.
As causas são produzidas pelo homem em vidas anteriores e também algumas na presente existência.


8 - Toda a dor de qualquer natureza que atinge o ser, foi o próprio homem que as produziu, em vidas passadas ou mesmo na presente, em suas negatividades gerais, que vividas lhe dão a consciência do mal que causou.

9 - A Lei de Causa e Efeito também tem atenuantes, quando deliberadamente o homem toma consciência do mal realizado.
É um paradoxo, mas o sofrimento se transforma num bem.
Razão porque aqueles que adquiriram este conhecimento, não se revoltam contra ele, mas o aceitam.


10 - Deus é amor, não criou o mal.
O chamado mal é produzido pela inevitável parte complementar do mundo que o próprio homem criou.

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

PROVAÇÃO E APRENDIZADO

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Set 19, 2014 9:51 am

Quando a dor nos bate à porta e enche de sombras nossa vida costumamos chorar ou nos desesperar.
Abatidos, olhamos em torno e invejamos os felizes do mundo: os que têm riquezas, os que aparentam não ter preocupações, os que têm saúde ou família perfeitas.

Nessas horas de provação lamentamos e choramos.
Raras vezes aproveitamos a ocasião para meditar e retirar aprendizados.
Muitas vezes, aqui na Terra, as preocupações da vida material nos cegam.

Ficamos tão aflitos com o que haveremos de comer ou de beber que esquecemos de que temos Deus, um Pai amoroso que cuida de todos nós.
Acredite: ninguém está esquecido por esse Pai amoroso e bom, que faz nascer o sol sobre bons e maus, que faz cair Sua chuva sobre justos e injustos.

Muitas vezes nos perguntamos:
Por que isso aconteceu comigo?
A pergunta deveria ser diferente:
Para quê isso aconteceu comigo?

Sim, toda e qualquer experiência – sofrida ou feliz – traz um aprendizado importante.
São momentos que vão enriquecer nossa alma.
Deus não brinca com as nossas vidas.
E se Ele permite que certas coisas aconteçam connosco é porque há um objectivo útil e importante para nós.

Faça uma retrospectiva: observe os momentos difíceis de sua existência.
Cada um deles trouxe algo de novo, um aprendizado especial.
Cada lágrima acrescentou sabedoria, experiência, um novo olhar sobre a vida.

A doença, por exemplo, nos ensina a valorizar a saúde, a cuidar melhor do corpo.
A pobreza nos revela a importância do trabalho e do esforço pessoal.
A família difícil nos oferece a lição da tolerância.

Enfim, as privações nos ensinam a ser mais sensíveis perante o sofrimento alheio.
Essas lições são interiorizadas: nós as guardaremos para sempre.
Na verdade, as dificuldades são advertências que a vida nos apresenta, alertas sobre nossas atitudes perante o próximo.

Se algo ruim nos ocorre, vale a pena se perguntar:
O que posso aprender com isso?
Como posso melhorar a partir desse episódio?

Mas, atenção: nada disso significa que devemos cultuar a dor.
Nada disso! Bem sofrer não significa cultivar o sofrimento, ser conformista ou agravar as dores que sofremos.
Bem sofrer significa enfrentar as situações com fé e coragem, alimentar a esperança enfrentando as situações com serenidade.

Assim, busque soluções, lute por sua felicidade. Mas faça tudo isso com tranquilidade.
Quando desabarem sobre você as tempestades da vida, não se entregue à revolta destruidora. Silencie, ore e procure descobrir o aprendizado oculto que a situação traz.
Acredite: por mais amarga que seja a experiência, os frutos desse aprendizado jamais se perderão e eles poderão nos tornar mais sábios e generosos.

Por isso, cada vez que as lágrimas visitarem seu rosto, erga os olhos para o céu e agradeça.
Nas suas orações, peça a Deus a força necessária para superar o momento difícil e a inspiração para encontrar soluções.
E Deus, que nos ama tanto, não deixará de atendê-lo na medida de suas necessidades espirituais.
Quando o momento difícil passar, você se sentirá bem melhor se não tiver de lembrar que se entregou ao desespero, que gritou e se debateu.

Em geral, a solução está bem próxima.
Se estivermos transtornados de medo ou desespero, será mais difícil resolver o problema.
Com calma, logo poderemos ver a luz no fim do túnel.

Pense nisso.


Momento Espírita.

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPIRITISMO E O DINHEIRO

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Set 19, 2014 9:48 pm

O Espiritismo diz que tanto a riqueza quanto a pobreza são provas difíceis que exigem o equilíbrio.

Qual é a sua relação com o dinheiro?
Você acha que ser pobre á uma virtude?
Ou o seu grande objectivo é ficar rico, ter dinheiro?

Como eu acho que você seja uma pessoa equilibrada, espero que não se identifique com nenhuma das alternativas.
Assim como tudo na vida, a sua relação com o dinheiro também requer equilíbrio.

É que o dinheiro, juntamente com o sexo, é a grande paixão humana; a grande obsessão da humanidade encarnada.
Nossa cultura cristã, mal interpretada, nos passou a ideia de que dinheiro é pecado.
Acredito que a intenção inicial dessa ideia fosse boa, que a intenção fosse nos preservar da cobiça, da inveja, da luta desenfreada pela riqueza.

Mas hoje já somos esclarecidos o suficiente para saber que o dinheiro é a principal ferramenta do progresso intelectual.
Sem dinheiro não há trabalho, nem pesquisas, nem avanço tecnológico, nem o conforto e a comodidade em que podemos viver hoje em dia.
Ou você acha interessante pegar água de poço?
Ler à luz de lampião?
Acender o fogão a lenha para cozinhar?
Percorrer grandes distâncias no lombo do cavalo?
Essas imagens são muito bonitas, nos remetem a coisas simples e tranquilas.
Mas poucos gostariam de viver dessa maneira.

A verdade é que todos gostam de dinheiro, todos merecem ter dinheiro, todos devem ter dinheiro.
Quem já passou por privações, por falta de dinheiro, sabe como isso é desgastante.
Mas a privação nos faz valorizar a fartura.
A carência de dinheiro nos faz dar o devido valor às coisas que o dinheiro proporciona.
Grande parte da população sofre pela insuficiência de dinheiro.
E há os que pensam que essa é a vontade de Deus, ou que a pobreza é carma, é castigo, é provação.

Pode ser que a falta de dinheiro seja resultado da activação da Lei de causa e efeito.
Se você abusou do dinheiro numa reencarnação, pode ser que você sofra a carência de dinheiro para se reajustar com a ideia de dinheiro, para você reaprender a usá-lo de maneira harmónica e construtiva.
Mas nada obriga ninguém a permanecer na pobreza.
Não existe determinismo.
Você pode reencarnar com algumas limitações, entre elas a falta de dinheiro.
Mas isso não impede você de modificar essa situação.
O importante é que você aprenda a lição.

Todas as nossas limitações actuais têm sua razão de ser.
Todas elas são oportunidades de aprendizado, são meios que a vida nos oferece de aprendermos lições em assuntos que falhamos no passado.
Se alguém nasceu pobre, conheceu fome e miséria, isso não quer dizer que tenha que ser sempre assim.
A expiação só é necessária até haver o aprendizado.
Se há a rearmonização com o dinheiro, se ele passa a ser visto como meio e não como fim, não há porque permanecer na pobreza.

O mundo oferece oportunidades para todos.
Claro que existe muita desigualdade, muito preconceito, muito desconhecimento por parte das camadas mais pobres da população.
Mas as excepções demonstram que é possível vencer a pobreza e as dificuldades mesmo em condições menos propícias.
Há muitos casos de pobres miseráveis que ficaram ricos, assim como há muitos casos de ricos que acabaram nas ruas.

Somos espíritos imortais, estagiamos na matéria inúmeras vezes.
Cada um tem o que merece.
Se todos fossem activos e trabalhadores, se todos desenvolvessem o mesmo grau de inteligência, se todos tivessem confiança em si mesmos, se todos fossem gratos a Deus pela abundância e fartura que o universo nos oferece, se todos fizessem mais do que se espera que façam, todos ficariam ricos.

Morel Felipe Wilkon
http://www.espiritoimortal.com.br/tag/o-dinheiro-na-visao-espirita/

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

MEDO E DEPRESSÃO

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Set 20, 2014 10:12 am

Quando a alma se deixa levar por pensamentos negativos a mente transforma-se em um turbilhão de negatividade como dardos lançados em um alvo, assim a cada sentimento negativo a mente reflecte o sofrimento.

O sofrimento da alma instala-se e constrói sua morada em cada um de nós, deixando que o medo vá tomando conta de todas as acções desencorajando a reacção.

Lembremos que o medo é a falta da Fé, pois quando ele toca fundo em cada um de nós esquecemos que temos a protecção Divina e que esta protecção jamais nos falta, nós é que muitas vezes deixamos as orações ao Alto de lado, pensando não ter mais solução para as nossas dificuldades.

O desânimo instala-se em nossa vida e vamos pouco a pouco deixando de lado actividades comuns que antes fazíamos e que agora já nos custa muito fazer, começamos a ter medo de sair, medo de falar, medo de se relacionar e medo de reagir, desta forma vamos dando passagem para a depressão nos acometer, uma tristeza enorme invade nossos sentimentos e assim vamos cada vez mais deixando de lado o sorriso, a alegria e a vontade de viver.

Muitas vezes precisamos da ajuda médica terrena, mas não há remédio eficaz se não houver da nossa parte um mínimo de reacção contrária a esses factores que tiram o equilíbrio da alma e nos enclausuram em nossa própria dor.

Para sair desta situação é preciso ver a beleza da vida, olhar para si mesmo todos os dias diante do espelho e dizer a si mesmo que somos capazes, que somos fortes e que vamos superar, pensamentos positivos fazem a diferença no momento da dificuldade, colocam-nos em contacto com a espiritualidade amiga e nos levam ao discernimento de nossas acções.

Sejamos corajosos diante de uma situação de medo, sejamos confiantes na espiritualidade do bem que sempre está à disposição para nos ajudar e nos amparar.

Lembremos que não estamos SÓ existem amigos terrenos e amigos espirituais que torcem por nós e pela nossa vitória.

Quando o medo chegar, façamos uma prece esta é a nossa conexão com Deus e Ele jamais desampara um filho necessitado, rogamos ao alto a força e a coragem para continuarmos, desta forma estaremos promovendo em nós a reacção e a superação, porque todos indistintamente têm esta força interior de reagir, basta que cada um de nós faça o que nos cabe fazer, REAGIR.

Gotas de Paz

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

COMO SE INICIA UMA GRAVIDEZ SEGUNDO ESPIRITISMO

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Set 20, 2014 9:27 pm

REENCARNAÇÃO

Como se inicia o processo da gravidez!

Na hora em que o óvulo é anexado ao espermatozóide dentro do útero de uma mulher, existem energias ali, positivas ou negativas nas paredes do útero, no seu corpo que definem o estado das primeiras células, se vai estar em estado negativo ou não, estas energias se forem de uma concepção feita com o amor em harmonia, serão positivas, se o feto está sendo gerado devido a algum estrupo ou sexo sem amor, traições, interesses, as energias que vão estar impregnadas nas paredes do útero serão negativas.
Após a fecundação, tudo já está determinado por Deus, de maneira indirecta, que é através de seus auxiliadores espirituais, qual vai ser o espírito que vai ter a graça de poder se reencarnar naquela vida que está se formando.

Surge então um fio muito fino feito de energias que liga o pequeno feto ao espírito que foi escolhido, o espírito a partir daí já tem a certeza de sua reencarnação e fica em estado de alegria, de euforia em saber que vai ter uma nova chance de pagar seus pecados e se evoluir espiritualmente, começa a fazer mais planos de tudo o que pretende fazer para que não caia em armadilhas e fique estacionado no plano espiritual, sente um grande amor vindo de Deus em se lembrar dele e se promete em ser um homem ou mulher de boa índole para não cair nos vícios mundanos outra vez.
Após a fecundação do óvulo as energias mesmo negativas se tornam boas energias vindas de Deus, o milagre da vida acontece, a mulher muda suas feições e fica com um ar de mãe no rosto, suas feições ficam vivas, os olhos demonstram que dentro dela está acontecendo um ato divino.

Este fio que parece uma linha, mas feito de energia pura, não se rompe, esta energia vem do cosmo, do universo, faz parte da criação, ela percorre longas distancias, e não tem possibilidade de se partir, porque ela é renovada sempre com as energias que estão no universo desde o princípio das coisas.

Primeiro Mês
O espírito que está ligado ao feto por um fio começa a sentir um torpor, certa sonolência em pensar, fica mais difícil agir, o fio que os une fica mais grosso, no final do primeiro mês ele já tem mais ou menos dois milímetros de diâmetro.

Segundo Mês
Ainda com consciência o espírito procura um contacto com seus futuros pais, tenta participar de sonhos durante a noite, tenta um contacto, tem vontade de se revelar e pedir a seus pais que o aceitem, sente ansiedade, sua espiritualidade esta ligada a da mãe, quando a mãe está nervosa ou cansada, o feto mesmo com dois meses já tem uma pé visualização do carácter e dos sentimentos de sua futura mãe.

Terceiro Mês
O cordão que une o espírito ao feto já é mais grosso, como um cordão umbilical, só que de pura energia, este cordão liga o feto ao espírito que geralmente fica próximo, se a mãe tem problemas de aceitação da nova gestação, ou problemas de relacionamento com seu parceiro, ela envia energias ao feto sob a forma negativa, mas o amor materno já é mais forte e acaba purificando a concepção do feto e do cordão que une o feto ao espírito.

Quarto Mês
Há esta hora o espírito que está ligado ao feto esta completamente adormecido para vida espiritual e começa a ter uma vida intrauterina, brinca se mexe às vezes este período se dá no terceiro mês, suas lembranças da vida passada e da vida espiritual vão se guardando no subconsciente, que por sua vez são transferidas ao períspirito que já está se anexando ao novo corpo, em seu cérebro ficam gravadas vagas lembranças, as coisas que o espírito sabe como tocar música, situações que marcaram muito, coisas que aprendeu em vidas passadas, fica marcadas na memória do bebé, de forma que quando ele crescer vai ter mais facilidade ou aptidões ligadas a experiências do espírito.

Quinto Mês
Neste mês o espírito já com seu períspirito anexado ao bebé e com o cordão umbilical feito de energia espiritual já com dois centímetros de diâmetro, se o espírito não estiver ainda no corpo do bebé, este cordão atrai o espírito para junto de seu períspirito, nesta hora o espírito se incorpora de maneira definitiva ao bebé e começa a ter informações vindas do cérebro do bebé com mais intensidade, carinhos que a mãe faz, vozes, barulhos, tudo isso vai ficando registado no espírito do bebé que já está ali dentro da barriga da mãe, os pensamentos do espírito e sua consciência começam a voltar gradualmente, mas já usando os neurónios ainda em formação do bebé, portanto o espírito nesta hora já está pensando como um bebé.
A partir deste mês já está completa a transferência, a reencarnação de uma nova vida.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ARTIGOS DIVERSOS

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Set 20, 2014 9:27 pm

Sexto Mês
No sexto mês em diante o espírito já está completamente em nosso mundo, reencarnado, e daí para frente ele procura se adaptar ao novo corpo que lhe foi dado por Deus, seus pensamentos mesmo tendo algum carma a resolver aqui na terra, seus pensamentos são inocentes, as energias estão renovadas e em positividade, o espírito vai ter uma chance de recomeçar do zero na vida carnal.

Sétimo mês
No sétimo mês de gestação o cérebro do bebé ainda em desenvolvimento final não está preparado para receber a consciência e a personalidade do seu espírito, estas funções ainda ficam como que adormecidas, o espírito também sente sua individualidade e seu modo de pensar adormecido, o bebé está restrito ainda aos primeiros instintos humanos, fome, dor, sono, alegria, tristeza, os movimentos do bebé são involuntários e sem coordenação motora.
A verdadeira personalidade que está estampada no íntimo do espírito só aparece entre os seis e sete anos, isto porque primeiro ele precisa receber nos primeiros anos de vida a educação, o amor e o carácter de sua família.
No sétimo mês o espírito tem ligeiros momentos de lucidez onde ele vê sua próxima encarnação e seus resgates de antigos carmas que ele precisa fazer, muitos espíritos ainda sem evolução espiritual se intimidam por saberem que sua nova vida vai ter que passar por momentos difíceis, outros que já tem um pouco mais de adiantamento espiritual, ajudam a sua próxima família a recebê-lo em sua nova jornada, costumam visitar sua nova mãe e pai em sonhos durante a noite, outros conseguem magnetizar primeiramente o útero e depois o corpo todo de sua progenitora, trazendo energias positivas e restauradoras.
A concepção de uma nova vida é abençoada por Deus, as dores e os sofrimentos de uma mãe antes do parto são recompensadas a ela pelo amor que ela vai receber em seguida, este amor não é um amor comum, não é um amor de filho para mãe, um amor espiritual que atravessa encarnações.

Oitavo mês e o nono mês
O espírito já inteiramente lúcido e ligado ao seu novo corpo já não pertence mais ao mundo espiritual, a ansiedade toma conta de seu ser, tudo que ele deseja é que o parto seja breve e que tudo saia bem, ele escuta a voz de sua Mãe e seu Pai, sente o amor que vem dos dois, em sua mente já sabe que vai nascer para o mundo, em suas lembranças não sabe mais que está reencarnando, nem sabe de suas vidas passadas, um novo começo se abre em seu horizonte, ele sabe que irá ter uma nova chance e vai começar do zero, até a sua inteligência e seu conhecimento ficaram adormecidos, sua aparência vai ser de um bebé com a inocência divina, um anjo que nasce, a doçura e a fragilidade nos cuidados só despertam os instintos de Mãe.

Esta é a contribuição de Deus para o mundo um dia ficar melhor, a cada momento nasce um anjo novo, uma nova vida.

Fonte: Espiritismo Família

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

O PERÍODO DE TRANSIÇÃO DO PLANETA

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Set 21, 2014 8:59 am

Muito comentado actualmente é o período pelo qual a nossa humanidade está passando, período este onde os espíritos renitentes no mau estão tendo a última chance de reencarnarem na Terra e também espíritos iluminados estão reencarnando a fim de promoverem as tão necessárias mudanças sociais, éticas e morais da humanidade.

Aos primeiros, caso não aproveitem a última oportunidade de melhorarem-se, restará o exílio para outro mundo do Universo.
Um mundo mais atrasado, algo como a nossa Terra na época da Idade da Pedra, vez que aqui só ficarão aquelas criaturas que já se conscientizaram da necessidade de mudar a nós mesmos, da necessidade de nos renovarmos gradativamente para o bem, para a fraternidade e para o amor ao próximo.

Entendemos que um mundo de regeneração requer espíritos conscientes da necessidade da sua própria regeneração moral.

Não estamos falando de um mundo perfeito, onde as criaturas não mais carregam os defeitos milenares do egoísmo e do orgulho, se comprazendo com os erros e com a somatória de compromissos cármicos por conta de actos bárbaros, egóicos e tresloucados; mas sim falamos de um mundo onde as criaturas, embora ainda cheias de defeitos, não mais se afinizam com os erros e com os sentimentos inferiores, conscientes da necessidade de se moralizarem, de caminharem segundo os ensinos de amor ao próximo de Jesus, único caminho que conduz o ser humano a verdadeira felicidade.

Para termos o mérito de permanecermos na Terra - e isso é um entendimento nosso -, não necessitamos vestir a túnica de anjos, coisa que ainda estamos distantes de ser, mas precisamos sim termos vontade de mudar, trabalhar pela mudança interior, pela nossa auto iluminação, caminho que só se faz quando exercitamos o bem e o amor ao próximo, estendendo solidariedade em formas de bênçãos de reconforto moral e material aos irmãos mais necessitados, cientes de que, em verdade, todos somos os necessitados, necessitados de amor, aquele amor que só Jesus - a personificação do Amor de Deus na Terra - é capaz de nos dar, quando unimos nosso coração ao Dele estendendo a caridade irrestrita às criaturas.

http://blogespiritacristao.blogspot.com.br/2011/05/o-periodo-de-transicao-do-planeta.html

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO OBSESSOR ENCARNADO

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Set 21, 2014 9:47 pm

Em determinados momentos de nossas vidas temos que tomar a decisão de escolher nossas companhias.

Em nosso círculo de convívio, familiares, amigos, colegas, vizinhos, encontramos pessoas que têm a habilidade de nos colocar para baixo, e que literalmente sugam nossas energias e derrubam nosso padrão vibratório.
A maioria destas pessoas actua de forma inconsciente, por uma característica da própria personalidade, e do padrão que carrega, que os impede de absorver as energias disponibilizadas pelas forças da Luz, gerando um desequilíbrio em suas vidas pessoais.
Necessitando da energia, porém, fora da sintonia de equilíbrio, a buscam na fonte mais próxima: você! Médium.
Actuando igualzinho a um irmãozinho obsessor desencarnado, que ao aproximar-se, procura baixar seu padrão, de maneira que entre em uma sintonia que permita ser “vampirizado”.
Afastar-se destas pessoas não é uma falta de caridade, mas sim uma necessária preservação de nosso padrão vibratório.
Podemos tolerar, mas nunca se envolver nas situações provocadas, pois a desestabilização emocional e energética é certa!

Ao encontra-las, saímos derrubados, enfraquecidos e muitas vezes envolvidos por um padrão vibratório inferior, que poderá levar a atracção de obsessores desencarnados também.
Verifiquemos se não temos parte das características abaixo, e eliminemos estes nefastos comportamentos de nossas vidas!

O cobrador: Cobra sempre, de tudo e todos.
Cobra porque não ligou, não visitou, não lembrou, em uma tentativa de gerar culpa no cobrado.
O crítico: Critica a tudo e a todos, e somente criticas negativas e destrutivas. Vê a vida somente pelo lado sombrio.

O adulador: é o famoso "puxa-saco".
Adula seu ego, cobrindo-lhe de lisonjas e elogios falsos, tentando seduzir pela adulação, levando seu padrão para o orgulho e vaidade.
O reclamador: é aquele tipo que reclama de tudo, de todos, da vida, do governo, do tempo, etc.
Opõe-se a tudo, exige, reivindica, protesta sem parar.
O inquiridor: sua língua é uma metralhadora.
Dispara perguntas sobre tudo, e não dá tempo para que você responda, pois já dispara mais uma rajada de perguntas.

O lamentador profissional:
Passa o tempo chorando suas mazelas.
Lamenta-se e faz de tudo para despertar pena.
É sempre o coitado, a vítima.
O pegajoso: investe contra as portas da sensualidade e sexualidade, é o verdadeiro mosca de padaria.
Sempre procurando uma forma de aproximar-se pela sedução.
O falador: fala, absoluto, durante horas, enquanto mantém sua atenção, suga sua energia vital.

O hipocondríaco: cada dia aparece com uma doença nova.
Adora coleccionar bula de remédios.
Desse jeito chama a atenção dos outros, despertando preocupação e cuidados.
Descreve os pormenores de seus males e conta seus infindáveis sofrimentos.
O encrenqueiro: para ele, o mundo é um campo de batalha onde as coisas só são resolvidas na base do tapa.
Quer que você compre a sua briga, provocando nela um estado raivoso, irado e agressivo.

Todas estas atitudes descritas, não resolvem nossas vidas!

Cobrar, criticar, adular, reclamar, inquirir, lamentar, brigar...
A grande pergunta é Resolve???
Se não resolve, porque agir assim?
Como já afirmei, a maioria age inconscientemente, mas ao médium consciente não é mais aceitável que entre nestes padrões.
Um conselho?
Afaste-se de gente assim!

Fonte: Amigos espíritas on line

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75742
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ARTIGOS DIVERSOS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 40 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 23 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum