ARTIGOS DIVERSOS I

Página 41 de 41 Anterior  1 ... 22 ... 39, 40, 41

Ir em baixo

Re: ARTIGOS DIVERSOS I

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Ago 07, 2017 7:35 pm

Texto para leitura

166. Ninguém foge de si mesmo – Percebendo as reflexões e conhecendo o interesse de Manoel Philomeno de Miranda quanto aos mecanismos obsessivos e auto-obsessivos, o irmão Anacleto e elucidou, com critério e prudência:
“Miranda – referiu-se em tom fraternal, não obstante a sua ascendência espiritual – estamos sempre diante da própria consciência, que regista todos os pensamentos e acções de que somos objecto, responsável pelas nossas construções morais e espirituais.
Durante muito tempo pode permanecer adormecida e os seus conteúdos parecem bloqueados pela conduta extravagante ou pela inspiração perturbadora que desvia os indivíduos da trajectória que devem seguir.
No entanto, basta um toque de amor, e todo um mecanismo semelhante às sinapses neuroniais desencadeia sucessivas reacções que trazem à tona tudo quanto se encontra aparentemente morto ou desconhecido.
Esses impulsos liberam fixações e atitudes transactas, que ora volvem a exigir conduta reparadora, quando são negativos, ou estímulos novos para a ampliação do quadro de valores, quando positivos.
Por essa razão, ninguém foge de si mesmo.
Deus habita a consciência do ser humano e Suas Leis aí estão exaradas com todas as exigências de que se fazem portadoras”.
Detendo-se em reflexão, prosseguiu:
“O drama do marquês de Sade é o mesmo da maioria das criaturas, que se distraem no mundo e preferem as experiências embriagadoras à responsabilidade na vivência do culto dos deveres e realizações morais.
A viagem carnal longe está de ser um mergulho sem sentido na ilusão da matéria.
Tem finalidades definidas, tais como a necessidade de evolução, de desenvolvimento dos valores internos que dormem no imo de cada criatura, manifestação de Deus que é, movimentando-se em área correspondente ao estágio de evolução na qual se encontra”.
(Sexo e Obsessão, capítulo 18: Os labores prosseguem.)

167. Na obra da Criação tudo é perfeito – Dando continuidade à explanação, Anacleto acrescentou:
“Mantendo contacto com o mundo de onde procede, através das mil formas de comunicações espirituais e de todo um arquipélago de factos que despertam para reflexões e compromissos dignificadores, guarda as heranças que lhe são peculiares.
Ninguém, portanto, que possa justificar ignorância em relação aos deveres de evolução porque não esteja informado da realidade espiritual.
A opção de tornar a vida melhor ou mais agradável depende de cada qual e daquilo que considera mais favorável ao seu elenco de prazeres assim como em relação aos compromissos a que se junge desde antes...
Na relatividade de todas as coisas, somente o Bem é eterno, porque procede de Deus, sendo todas as outras propostas terrenas transitórias e sujeitas aos Soberanos Códigos, que estabelecem o seu período de vigência, de durabilidade.
Desse modo, todos avançamos para a Grande Luz, demo-nos ou não conta da ocorrência.
E quando a teimosia humana atinge níveis absurdos, a Divindade interfere para a felicidade do próprio Espírito, em razão de haver perdido o contacto com a sua realidade interior.
Estamos, pois, diante de Leis inalteráveis, que funcionam com absoluta precisão e não podem ser derrogadas.
Desconsideradas, permanecem nos seus mecanismos automáticos até alcançarem aqueles que as rejeitaram e são atraídos à rectificação.
Tudo é perfeito na Divina Criação”.
(Sexo e Obsessão, capítulo 18: Os labores prosseguem.)
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80432
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ARTIGOS DIVERSOS I

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Ago 07, 2017 7:35 pm

168. Como surgiu a ideia da volta do marquês – Reportando-se directamente ao caso do marquês de Sade, o Mentor informou:
“Sabíamos da excelência dos valores da progenitora do marquês e, consultando-a, antes de quaisquer providências que o envolvessem, fomos informados de que também ela programava a liberação do estúrdio(1), planeando-lhe a futura reencarnação, quando o teria nos braços, iniciando nova etapa do processo iluminativo.
Em razão dos factores do desequilíbrio que o infelicitava, tomara providências para que o palco da reencarnação fosse em área de grandes sofrimentos distante dos centros citadinos, onde se reunissem Espíritos expurgando gravames do passado.
A sua seria uma existência breve, de forma que a orfandade e as asperezas do caminho constituíssem-lhe o processo de libertação, considerando-se os limites orgânicos e as deficiências mentais que o aprisionariam no vaso carnal.
Não poderia haver providência mais sensata e oportuna, que correspondia perfeitamente aos nossos anseios, tendo em vista a necessidade da renovação espiritual do padre Mauro, envolvido também com a sórdida conduta do seu modelo infeliz.
Assim, concertamos a actividade desta noite, reunindo os mais envolvidos na trama dos destinos, ao mesmo tempo desenhando programas de benefícios inadiáveis para outros que tombaram na urdidura do Mal e permanecem nas regiões sombrias e tormentosas da cidade perversa.
Tudo acontece sempre para melhor atender aos desígnios superiores”.
(Sexo e Obsessão, capítulo 18: Os labores prosseguem.)

169. Reencarnação: uma bênção de Deus – Enquanto Dr. Bezerra de Menezes esclarecia o marquês, madre Clara de Jesus confortava Rosa Keller, que parecia estupefacta ante o desenrolar das ocorrências para as quais não se houvera preparado.
Exultava ante a possibilidade de ser feliz, mas temia a convivência com o adversário da sua paz.
A Mentora esclarecia-a explicando que a reencarnação é bênção de Deus, que amortece as lembranças do passado e abre espaço para novos relacionamentos e para a verdadeira fraternidade, por contribuir com recursos valiosos para o entendimento, a interdependência entre os indivíduos, assinalando-os com a necessidade do auxílio recíproco, no qual surgem novas afinidades e desenvolvem-se sentimentos de amizade e de compaixão.
“E porque – aduziu a Mentora – o processo apenas começa, haverá muito tempo para adaptar a mente e modificar conceitos em torno dos relacionamentos que Deus concederá em relação ao futuro.
Quando o perdão é muito difícil de ser concedido, a compaixão desempenha papel de importância, porque todos necessitamos desse sentimento, já que, defraudando as Leis de Deus, todos tombamos nos mesmos deslizes e somos credores dessa misericórdia, que é o primeiro passo para que se manifestem as bênçãos do amor.
O ódio, que nasce do ressentimento e da necessidade de vingança, herança vigorosa do barbarismo que ainda predomina em a natureza humana, nutre-se dos seus próprios fluidos e termina por consumir aquele que o vitaliza.
Quando recebe os impulsos da compaixão diluem-se as teceduras de que se constitui, alterando a vibração morbígena e, por fim, cedendo espaço à comiseração, à ternura, à fraternidade.
Tudo porém deve começar do ponto inicial, que é o desejo de mudança, a necessidade de renovação.”
(Sexo e Obsessão, capítulo 18: Os labores prosseguem.)
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80432
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ARTIGOS DIVERSOS I

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Ago 07, 2017 7:36 pm

170. Treva é apenas ausência de luz – Na sequência de sua fala, madre Clara pediu-lhe:
"Desse modo, filha, compadece-te de ti mesma e tenta compreender a enfermidade ultriz que assinalou toda a existência desditosa do teu algoz, concedendo-lhe a oportunidade de alcançar a saúde, tanto quanto a necessitas tu mesma”.
Essas palavras, ungidas de bondade, encontraram ressonância no imo do Espírito revoltado, que se foi acalmando lentamente, à medida que recebia o influxo de energias restauradoras do equilíbrio a que não estava acostumado.
Logo depois, ainda embalada pela voz da Mensageira do Amor, demonstrou imenso cansaço, alterando o ritmo respiratório.
Nesse comenos, madre Clara de Jesus induziu-a ao repouso, informando-a:
“Dorme, filha, saindo lentamente das sombras densas do passado, ante o amanhecer de um novo e luminoso dia que te espera.
Esquece toda dor e toda treva, que representam o teu ontem, para pensares somente no teu amanhã radioso, que logo mais alcançarás.
Despertarás em outra Casa de reeducação, onde te prepararás, a pouco e pouco, para a dadivosa oportunidade do renascimento carnal.
Agora, entrega-te a Jesus e deixa-te por Ele conduzir docilmente como criança confiante que O aguarda, feliz”.
A enferma espiritual entrou em sono tranquilo, sendo removida do recinto, ante o olhar esgazeado e surpreso do marquês de Sade.
Compreendendo os conflitos que o assaltavam, o bondoso Dr. Bezerra de Menezes, explicou-lhe:
“Como você não ignora, toda treva densa é apenas resultado da luz ausente que, em chegando, altera por completo a paisagem de horror concedendo-lhe beleza e claridade.
O ontem são as sombras pesadas da embriaguez dos sentidos e da loucura que trazias desde priscas eras, que estouraram em violência vulcânica naqueles dias, gerando maior soma de sofrimentos para o futuro.
Em decorrência dos vícios e das fixações tóxicas, a morte não libera aqueles que se devotam às baixas vibrações, antes os encaminha para regiões equivalentes onde dão curso aos seus apetites insaciáveis e mórbidos”.
(Sexo e Obsessão, capítulo 18: Os labores prosseguem.)
(Continua no próximo número.)

(1) Estúrdio, adj. e subst., significa: estouvado; leviano; travesso; estroina.

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80432
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jesus se sacrificou por nós?

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Maio 27, 2018 7:31 pm

por Hugo Alvarenga Novaes

Na Bíblia encontramos:
Dt 24,16: "Não se farão morrer os pais pelos filhos, nem os filhos pelos pais; cada qual morrerá pelo seu próprio pecado."

Jr 31,29-30: "Naqueles dias não dirão mais:
Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos se embotaram.
Pelo contrário, cada um morrerá pela sua própria iniquidade; de todo homem que comer uvas verdes, é que os dentes se embotarão.
"

Ez 18,20: "20 A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai levará a iniquidade do filho, A justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele."

2Cr 25,4: "4 Contudo não matou os filhos deles mas fez segundo está escrito na lei: no livro de Moisés, como o Senhor ordenou, dizendo:
Não morrerão os pais pelos filhos nem os filhos pelos pais; mas cada um morrerá pelo seu pecado."

Mt 9,13: "Ide, pois, e aprendei o que significa:
Misericórdia quero, e não sacrifícios.
Porque eu não vim chamar justos, mas pecadores.
"

Mt 12,7: "Mas, se vós soubésseis o que significa:
Misericórdia quero, e não sacrifícios, não condenaríeis os inocentes."

Mesmo depois da Bíblia e das palavras que o Messias nos falou, ainda continuam afirmando:
Jesus Cristo morreu para nos salvar”.

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80432
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ARTIGOS DIVERSOS I

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 41 de 41 Anterior  1 ... 22 ... 39, 40, 41

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum