MINHA IMAGEM - SCHELLIDA / ELIANA MACHADO COELHO

Página 15 de 15 Anterior  1 ... 9 ... 13, 14, 15

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: MINHA IMAGEM - SCHELLIDA / ELIANA MACHADO COELHO

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 08, 2016 9:25 am

O rapaz ficou pensativo, agradeceu a orientação e seguiu para onde a senhora indicou.
Felipe e Vanessa se afastaram e caminharam pela estradinha em direcção ao lago, até os avós dela, que ficaram torcendo em favor deles, perderem-nos de vista.
Permaneceram calados, quietos, lado a lado.
Saíram da estradinha e pegaram outra, depois uma trilha.
O sol brilhava lindamente e fazia um calor moderado, gostoso.
Em silêncio, lembraram de quando fizeram aquele caminho pela primeira vez.
Mentalmente, sem nada dizer um ao outro, reviveram aquele momento.
Se a beleza do lugar era encantadora, agora mais ainda. Tudo estava bem arrumado, tudo gramado.
Bancos de ferro pintados de branco, caprichosamente, foram colocados à beira do caminho em locais estratégicos de contemplação da natureza.
Naquela época do ano, as árvores estavam floridas e os pássaros silvestres cantavam.
O farfalhar das folhas sob seus pés davam um toque especial na emoção de seus corações.
E, à medida que os ruídos das águas batendo nas pedras se aproximavam, outra emoção brotava forte ao recordarem a primeira vez que, juntos, estiveram ali.
Chegando à clareira, agora com extenso jardim ao redor da velha árvore florida, ele observou que o mato foi carpido e, embora árvores nativas fosse preservadas, dali dava para ver a linda queda d’água na cachoeira e o murmurinho da água havia aumentado, correndo ribeirão afora.
Foi ali que pararam, sob a árvore redonda e florida.
Próximo dos bancos caiados de branco, ela perguntou:
- Podemos conversar aqui?
- Pode ser -– ele concordou.
Uma sensação silenciosa os dominava e, devido à demora, Vanessa indagou:
- Sobre o que quer falar?
- Sobre a compra da sua parte...
Aquilo é tudo o que eu posso oferecer...
Você entende de negócios e sabe, tanto quanto eu, que o valor é acima de...
- Espere, Felipe! -– interrompeu-o.
Na verdade não é o valor daquela proposta que me importa.
–Vanessa o fitava firme, mas não sabia por onde começar.
Não conseguindo encará-lo mais, prosseguiu, torcendo as mãos e olhando para os lados:
- Não tive como conversar com você e...
Ela se virou, procurando uma maneira de dizer o que pensava.
Estava sendo difícil lidar com as palavras e ele não aguentou esperar.
- Você me usou, Vanessa.
- Não! -– defendeu-se e o encarou.
- Usou sim.
Prosseguiu em tom muito calmo na voz forte e firme, observando-a:
- Eu te amei e confiei e você.
Fiz tudo por você e pelo Rafael, e não me arrependo. Mas...
- Eu não te usei! -– falou firme.
- Ficou grávida sem me consultar e quando...
Ela não o deixava terminar, interrompia-o, defendendo-se:
- Você foi o primeiro a propor que tivéssemos um filho para tentarmos dar uma chance pro Rafael.
- Eu sei. Mas você não tinha aceitado e, de repente...
Não que eu tenha achado ruim. Não.
Mas, depois, quando eu estava tão amargurado, tão derrotado quanto você quando perdeu o nené...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75713
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MINHA IMAGEM - SCHELLIDA / ELIANA MACHADO COELHO

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 08, 2016 9:25 am

Você não me quis.
Implorei, pedi, te procurei e...
E o que recebi? -– silêncio.
Até a natureza pareceu se calar.
-– Você decidiu se sentir magoada por causa da mentira da Brenda.
Preferiu acreditar em uma completa estranha a crer em mim, que estava sempre ao seu lado.
- Me perdoa! -– pediu num impulso e chorando, como se implorasse.
Me perdoa, Felipe! -– Lágrimas correram em sua face.
Eu vinha de uma luta tão longa, você bem sabe.
Me empenhei muito com o Rafael.
Eram os médicos, os tratamentos, os exames, a procura de um doador...
Dias e noites de preocupações tentando manter o ânimo, a fé, a esperança...
Pedindo a Deus um doador! Que luta!
Mesmo tendo, a todo o momento a sensação de ter a vida do meu filho por um fio, eu precisava mostrar para ele que aquela doença não ia atrapalhar os nossos momentos felizes.
Então, eu tinha de estar presente, pronta para brincar, mesmo quando estava esgotada; sair para passear, apesar de não conseguir dar mais nenhum passo; assistir a um desenho ou levá-lo ao cinema, embora só quisesse fechar os olhos e dormir um pouco.
Tinha de saber como falar para corrigi-lo sem magoá-lo, e você é testemunha de tudo isso.
A cada melhora, após uma triste sessão de quimio, eu agia como se ganhássemos uma nova oportunidade para recomeçar e... ...e novamente convocar pessoas pelas redes sociais, pedir para amigos para ver se encontrava um possível doador...
Era uma busca constante, uma tensão constante, porque, afinal, era a vida do meu filho!
Hoje eu vejo que a vida dele não foi em vão.
E vi que centenas de pessoas se tornaram candidatas à doação de medula óssea por causa do Rafael.
Eu soube, pelos que me reportaram pela internet que, pelo menos, onze pessoas que se cadastraram por causa dele, foram chamadas para serem doadoras a necessitados como o Rafael, e esses doadores aceitaram salvar vidas...
Em meio a tudo isso, eu tinha você.
Meu único apoio. Meu único ombro amigo.
O único que pareceu me entender.
Eu não decidi ficar grávida, eu decidi parar de tomar o remédio e não me importar com a gravidez.
Sabe por quê?
Sem esperar uma resposta, disse:
- Porque eu queria ter um filho do homem que eu amava e, se Deus permitisse, pois eu estava certa de que não bastava eu querer... se Deus permitisse, esse filho seria compatível totalmente com o irmão e poderia salvar sua vida.
Eu ia te falar sobre a decisão, mas...
Muitas coisas estava acontecendo ao mesmo tempo e eu engravidei logo de cara.
Fiquei muito feliz.
Me senti a mulher mais feliz do mundo quando vi que você gostou, aprovou o que eu tinha feito e me entendeu.
Você estava feliz porque eu ia ter um filho seu...
Lamentei tanto quando ele se foi...
Foi uma dor tão grande...
Lágrimas rolaram na face de ambos.
Por um momento, Felipe virou-se para o lado e deu um suspiro, olhando para cima, para o céu azul, queria disfarçar o que sentia.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75713
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MINHA IMAGEM - SCHELLIDA / ELIANA MACHADO COELHO

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 08, 2016 9:25 am

Vanessa secou o rosto com as mãos e seguiu falando:
- Então de repente, você não falou em casamento e eu me senti insegura, sei lá...
Daí que você ficou diferente e pensei um monte de coisas.
Quando a Brenda surgiu e entendi que era casado, achei que me enganava...
Lembrei muitos casos, muitas histórias de enganos e traições.
Eu mesma fui vítima de uma...
Mais branda, continuou:
- Quando eu perdi o nené e vi minhas esperanças, minhas últimas esperanças irem embora, me derrotei.
Senti que o Rafael tinha morrido junto...
Era questão de tempo.
A princípio fiquei tão confusa que comecei a culpar você.
Foi por isso que não quis conversar...
Depois o doutor Ângelo me explicou o que havia acontecido.
Nesse momento, foi muita coisa pra mim, Felipe.
A doença do Rafael se agravava a cada dia, a falta de doador...
Eu não aguentava mais.
Fiquei cansada, exausta de forças ao extremo, desgastada...
Fui idiota por ser orgulhosa e não te procurar para conversar, mas...
À medida que o tempo passava e o Rafael piorava, eu não conseguia mais pensar em nós, mas eu te sentia do meu lado, como me prometeu, lá no começo, quando te conheci.
Você me deu força e não me deixou sozinha.
Foi isso o que me fez viver um pouco melhor e ter ânimo, nesse tempo todo, apesar de não ter te falado...
Breve pausa.
-– No dia em que foi ao hospital e me levou para casa e deixamos minha avó e o Diogo lá com ele...
No apartamento à noite, quando eu me recostei em você e chorei um pouco, pensei em dizer tudo isso, mas...
Não consegui. Dormi antes, pois estava exausta.
Felipe se lembrou de que ela começou a falar naquele assunto.
Ainda disse que havia ficado grávida por amor, e que aquele filho que perdeu poderia estar ali, podendo até salvar a vida de Rafael.
Foi ele quem pediu para que ela não pensasse em mais nada, para que descansasse.
Apesar de se recordar de tudo, nada disse e só a observou.
- De manhã, não pude pensar em mais nada quando o telefone tocou e era o Diogo.. -– ela chorou.
No dia seguinte, eu estava inconformada, afinal, tinha feito tanto, tinha me dedicado tanto e havia perdido a luta, perdido a batalha, perdido outro filho... -– chorou.
Aí você foi lá e perguntou: como ficamos?
Eu não conseguia pensar e só consegui responder: não sei, Felipe.
Acho que foi isso o que eu respondi.
Eu nem sabia o que estava falando.
Mas, no minuto seguinte me arrependi, porém não tive forças para dizer mais nada.
Breve pausa.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75713
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MINHA IMAGEM - SCHELLIDA / ELIANA MACHADO COELHO

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 08, 2016 9:26 am

-– Eu tinha acabado de perder o meu filho!
Como é que eu poderia pensar em mim? Em nós?
Depois, quando te chamei de novo para dizer que vinha para São Bento, pensei em te falar tudo o que estou falando agora, mas não tive tempo.
Naquele dia foi você quem não quis ouvir e estava decidido a me deixar -– prosseguiu ela em tom brando.
Mais uma vez, eu quis correr atrás de você, mas estava sem forças, sem forças físicas e mentais.
Me perdoa por isso também.
Era um estado tão ruim, tão depressivo que nem sei explicar.
Me perdoa.
Longa pausa e, sem encará-lo, disse:
- Estou decidida a assinar o que você quiser para desfazer a sociedade.
Não era o valor que importava eu...
Eu queria que você ouvisse tudo isso e soubesse o quanto eu...
Felipe a interrompeu ao segurar seus ombros e fazer com que se olhasse para ele.
Olhou-a na alma por um segundo, segurou seu rosto com carinho e beijou seus lábios com amor.
Vanessa correspondeu e o abraçou.
Afastando-se, ele murmurou:
- Amo você. Fica comigo?
- Amo você também.
E respondeu com um beijo apaixonado, que ele correspondeu.

Fim

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 75713
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MINHA IMAGEM - SCHELLIDA / ELIANA MACHADO COELHO

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 15 de 15 Anterior  1 ... 9 ... 13, 14, 15

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum