DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Página 12 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 10, 11, 12

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:06 pm

Chegaram a uma casa.
Era uma casa branca, com janelas azuis.
Entraram. Ela disse:
- Esta é a minha casa.
Fico aqui pouco tempo, pois vivo andando por aí, mas, quando estou aqui, sinto-me muito bem.
Pode se sentar, temos muito para conversar.
Paulo olhou para a ampla sala que era agradável, móveis claros e bem posicionados.
Quadros pendurados de uma beleza nunca vista por ele antes, disse:
- Esta casa faria inveja a qualquer pessoa na Terra.
Ela deu aquela gargalhada, à qual Marta havia se referido, disse:
- Esta é uma das vantagens de estarmos mortos.
Podemos ter a casa e tudo do modo como quisermos.
- Não posso acreditar no que está dizendo.
É verdade?
Podemos ter tudo? Todos podem?
- Uma pergunta de cada vez.
Podemos ter tudo sim e da forma como quisermos, mas nem todos podem.
Deus nos criou para que tivéssemos felicidade.
O sofrimento por que passamos foi atraído por nós mesmos.
Por isso, alguns podem, outros não, dependendo de como usaram seu livre-arbítrio.
- Precisa mesmo me falar de livre-arbítrio?
- Mas se foi para isso que trouxe você até aqui.
Para conversarmos sobre isso!
O nome José Pedro Pereira de Alcântara lhe lembra alguma coisa?
Paulo ficou pensando, como se quisesse lembrar-se de algo, mas não conseguiu:
- Não, não me traz lembrança alguma.
- É o Sarita de Albuquerque?
- Também não! Quem são?
- Há muito tempo, Sarita de Albuquerque era uma linda menina.
Nasceu filha de uma família pobre, mas digna. Foi criada com muito amor e dedicação.
Quando cresceu, tornou-se uma moça muito bonita.
Por onde passava, atraía a atenção de todos.
Aos poucos, percebeu que, com sua beleza, poderia conseguir tudo o que quisesse.
Percebeu que, em troca do seu corpo, os homens lhe dariam jóias e dinheiro.
Usou seu corpo, fez dele um instrumento de trabalho.
Ganhou muito dinheiro.
Quando foi ficando mais velha, deixou de atrair tantos homens como antes, embora ainda fosse muito bonita.
Resolveu que, para manter o seu padrão de vida, precisava continuar no mesmo ramo, mas sabia que sozinha não conseguiria.
Com todo o dinheiro que havia ganhado durante a vida, montou uma casa, onde os homens viriam e teriam noites de amor com várias moças, que ela contratou.
Tinha muito orgulho da casa e das suas "meninas."
O dinheiro, que antes ganhava sozinha, agora vinha em muito maior quantidade.
Nunca se casou, mas manteve durante uma boa parte de sua vida um romance com José Pedro Pereira de Alcântara, um médico filho de um rico fazendeiro de café, por isso, criado com muito mimo.
Não queria ser médico, só o foi para agradar ao pai, que insistia em ter um filho doutor.
Por isso se deixou envolver por jogo, bebidas e glamour das noites.
Aos poucos, esqueceu-se de sua profissão, tornou-se um bêbado inveterado.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:06 pm

Mas isso não o incomodava, pois o dinheiro de sua família, aliado ao de Sarita, era suficiente para os dois.
Tudo caminhava.
Eles viviam sem maiores problemas.
Sarita tinha como sua fiel escudeira uma moça chamada Orlanda, mas que todos chamavam de Landa.
Ela era uma espécie de espiã.
Quando estava junto com as moças e alguém falava mal de Sarita, dizia que não gostava dela.
Por isso, era uma espécie de confidente.
Todas confiavam muito nela.
Mas sempre que via ou ouvia alguma coisa que julgasse ser errado, corria para contar para Sarita.
Havia uma outra moça que se chamava Linda.
Era uma recém-chegada.
Uma das mais bonitas da casa.
Um dia, Landa percebeu que ela estava chorando.
Aproximou-se e, mansamente, perguntou:
- Que está acontecendo, Linda?
Por que está chorando?
- Estou desesperada!
Não sei o que fazer.
- O que foi? Que pode ser tão grave?
- Descobri que estou grávida.
- Nossa! A Sarita vai ficar desesperada.
Você é quem tem mais cliente aqui.
- Por isso mesmo é que estou desesperada, Landa.
Sei que ela não vai aceitar.
- Por que está dizendo isso?
- Porque meu corpo vai mudar e os clientes não vão querer uma mulher grávida.
- Por que não fala com ela?
- Tenho medo de que, quando ela descobrir, me mande embora, não tenho para onde ir.
- Ela precisa saber, Linda.
Quem sabe vai compreender.
- Não, você sabe como ela é.
Quando vim para cá, falou muito a respeito disso.
Não sei como foi acontecer.
- Quer que eu fale com ela?
- Não! Por favor, não! Tenho medo.
- Está bem, não vou falar nada.
Mas acredito que seria melhor falar antes que ela descubra.
- Não sei...
- Pense bem, se ela descobrir de outra forma, poderá ser pior.
- Vou pensar.
Landa saiu dali e foi directo para o quarto de Sarita.
Ela estava diante do espelho, maquilhando-se:
- Posso entrar, Sarita?
- Claro que pode, o que aconteceu?
Landa entrou.
Ela adorava aquele quarto, lá tinha tudo com o que sempre sonhou, mas sabia que nunca conseguiria um igual.
Não era muito bonita, por isso não tinha muitos clientes.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:07 pm

Por esse mesmo motivo, vivia fazendo tudo o que Sarita queria.
Sempre que trazia alguma novidade, Sarita lhe dava algum dinheiro.
Naquele dia, ela entrou, colocou-se atrás de Sarita, dizendo, mansamente:
- Tenho algo para lhe dizer que vai deixá-la muito nervosa...
Sarita levantou-se:
- Que aconteceu?
Que descobriu?
- A Linda está grávida...
Sarita enfureceu-se:
- Grávida!? Não pode ser.
Ela não podia ter feito isso. Como descobriu?
- Ela me contou agora mesmo...
- Por que ela não me falou?
- Está com medo de sua reacção.
- Que reacção? Como ela pode saber qual vai ser a minha reacção?
- Disse a ela para lhe contar.
Por favor, não faça nada para ela desconfiar que lhe contei.
- Está bem, não vou fazer isso, elas não podem desconfiar que você me conta tudo o que acontece.
Mas preciso fazer alguma coisa.
Está bem, pode ir, vou pensar em algo.
Obrigada, pegue este dinheiro, mas continue insistindo para que ela venha falar comigo.
Landa saiu feliz, guardando o dinheiro no seio.
Sabia que, enquanto continuasse a ser fiel, seria sempre recompensada.
Sarita voltou a se sentar em frente ao espelho, só que agora sua expressão era de preocupação.
Pensou: Não posso deixar que essa gravidez vá para a frente.
Ela é uma das melhores meninas que tenho.
Se ficar com a barriga grande, por muito tempo não vai poder trabalhar.
Como vou fazer para impedir isso?
Levantou, saiu, foi para o grande salão, onde as moças ficavam.
Ainda era cedo, por isso o salão estava vazio.
As moças estavam se preparando para a noite.
Olhou em volta para ver se estava tudo em ordem.
Aquela noite seria muito boa, pois era o dia que haveria jogo, por isso os homens mais ricos da cidade viriam.
Sabia que muito dinheiro iria rolar e que certamente sobraria muito para ela.
Sorriu contente.
Após pensar nisso, uma sombra de preocupação passou por seu rosto:
Preciso encontrar um meio de evitar o prejuízo que essa criança causará.
Landa saiu do quarto de Sarita, dirigiu-se ao seu para também se preparar.
Ela era assim, vivia como cão perdigueiro, procurando algo que pudesse contar e, assim, guardar mais dinheiro para sua velhice.
A noite chegou.
Como o previsto, logo os homens também começaram a chegar.
As moças desfilavam pelo salão, demonstrando o quanto eram bonitas.
Sarita desfilava entre elas, quando percebeu que Linda não estava ali.
Perguntou a Landa:
- Onde está a Linda?
- Não sei, não passei pelo quarto dela, mas deve estar lá.
- Pode deixar, eu mesma vou ver o que está acontecendo.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:07 pm

Ao entrar no quarto, percebeu que Linda estava muito pálida:
- Que você tem, Linda?
Parece um defunto.
- Não sei, Sarita.
Senti um enjoo muito forte, estou um pouco tonta.
- Sabe o porquê disso?
Comeu alguma coisa que lhe fez mal?
- Não sei, comi o mesmo que todas...
- Estou desconfiada de uma coisa.
Não tem nada para me contar?
Linda estremeceu:
- Por que está me perguntando isso?
- Menina, já vivi muito.
Isso que tem está me parecendo gravidez...
- Grávida, eu?
Não, não, deve estar enganada, só não estou me sentindo bem, mas logo vai passar...
- Não sei, não, mas, para tirar dúvidas, vou pedir ao doutor José Pedro que a examine amanhã.
- Não precisa!
Sei que não estou grávida.
Vai passar logo.
- Mesmo assim, será melhor que ele a examine...
Linda, não suportando mais, começou a chorar:
- É verdade, Sarita!
Estou grávida e não sei o que fazer...
Sarita a abraçou, dizendo, mansamente:
- Por que está tão nervosa?
Isso não é nenhum fim do mundo. Tudo vai dar certo.
De quanto tempo está?
- Não tenho muita certeza, mas deve ser de dois meses.
- Então, não se preocupe, essa criança poderá ser tirada sem problema algum para você.
Vou falar com o José Pedro, logo tudo ficará bem e você voltará a brilhar em meu salão novamente.
- Tirar o meu filho?
Não! Não quero.
Isso é um assassinato!
- Assassinato? Filho? Que filho?
Não é ainda um filho, é apenas um feto, não está nem formado.
- Mas vai se transformar em uma criança. No meu filho.
Não sei ainda o que vou fazer, desconfio de que vou ter que ir embora, mas o meu filho vai nascer.
Sarita, percebendo que não tinha usado a táctica certa, mudou seu tom de voz:
- Está bem...
Não pensei que queria tanto esse filho...
Não vai ter problema algum, vai continuar aqui até a criança nascer.
Já ganhei muito dinheiro com você, posso muito bem cuidar de você durante esse tempo.
Ainda não está aparecendo e tem muitos clientes esperando por você, por isso se arrume e brilhe como sempre.
Linda não acreditou naquilo que estava ouvindo.
Nunca pensou que a reacção de Sarita seria aquela:
- É verdade mesmo o que está dizendo?
Vai deixar que eu continue aqui?
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:07 pm

- Claro que sim!
Você é a melhor das minhas meninas.
Além disso, quero muito bem a você, considero-a como se fosse minha filha.
- Obrigada, dona Sarita!
Obrigada mesmo.
Pode deixar, esta noite estarei mais bonita que nunca.
Não vai se arrepender por me ajudar.
Serei a melhor de todas.
Sarita sorriu, saiu.
Do lado de fora, sua expressão mudou novamente:
Preciso encontrar um meio de interromper essa gravidez.
Preciso e vou encontrar.
Voltou para o salão.
Tudo caminhava muito bem.
Aquela noite seria mesmo muito rendosa.
Mas não conseguia se esquecer de Linda e daquele enorme problema.
Em dado momento, percebeu que todos os olhares se dirigiram para o mesmo lado.
Era Linda que surgiu no alto da escada.
Estava com um vestido verde que mostrava com nitidez as linhas de seu corpo e dava mais vida aos seus cabelos louros e olhos verdes.
Ela era de uma beleza deslumbrante.
Sarita sorriu ao perceber os olhos dos homens que acompanhavam os passos de Linda, enquanto ela descia as escadas com altivez e graça.
Ela é realmente uma beleza!
Não posso ficar sem ela!
O prejuízo será imenso.
Continuou andando por ali, conversando com um e com outro.
Mas a imagem de Linda não saía de seu pensamento.
Percebeu quando José Pedro chegou.
Sorriu: Ele vai ser a minha solução.
Só ele pode me ajudar.
Aproximou-se, estendeu a mão que ele beijou suavemente.
Embora mantivessem um romance há muito tempo, perante todos eram somente bons amigos, ele, só um cliente da casa.
Ela, sorrindo, disse:
- Preciso falar com você urgente, José Pedro.
Vou para o meu quarto.
Disfarce e vá ao meu encontro.
- Que aconteceu, Sarita?
Por que todo esse mistério?
- Não posso falar aqui, vá até meu quarto.
- Está bem, irei, mas antes vou pegar uma bebida.
- Nada disso!
Precisa estar sóbrio para entender o que quero e do que preciso.
- Está bem, vá que irei em seguida.
Sarita, disfarçando, saiu e foi para seu quarto.
Cinco minutos depois, José Pedro entrou:
- Que aconteceu, Sarita?
Parece tão aflita.
- Estou com um problema imenso, preciso de sua ajuda.
- Que problema?
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:07 pm

Contou a ele a conversa que teve com Linda.
Quando terminou, ele disse:
- Entendi tudo, só não sei como posso ajudá-la.
- Você é médico.
- Fui médico. Fui!
Hoje, sou só um bêbado.
- É um bêbado, mas ainda tem o seu diploma.
Pode muito bem fazer um aborto.
- Espere aí.
Não exerço minha profissão, mas um dia fiz um juramento.
Não vou assassinar ninguém!
- Assassinar o quê? Está louco?
Ela está apenas de dois meses, nem tem certeza se é de tanto tempo.
Não tem nada dentro da barriga, apenas um feto que nem forma tem.
- Não vou fazer isso, além do mais, disse que ela não quer.
Não vai permitir, como eu faria?
- Ela não precisa saber.
- Como não vai saber?
Está louca, Sarita?
- Ela ficou muito nervosa e, segurando em seu braço com força, disse:
- Não estou louca, mas vou ficar, se não fizer o que quero.
Além de louca, nunca mais vou querer vê-lo na minha vida!
- Que está dizendo, Sarita?
Sabe que não vivo sem você...
- Já pensou no prejuízo que vou ter se ela insistir em carregar essa barriga?
Não posso permitir.
- Não sei...
Não sei se vou conseguir...
- Claro que vai, José Pedro!
- Como pensa em fazer isso?
- Podemos dar a ela alguma coisa que a faça dormir.
Você faz o trabalho e pronto.
- Pronto, como?
Quando ela acordar, vai perceber o que fizemos, não vai aceitar.
Pode fazer um escândalo.
Já pensou nisso?
- Já pensei em tudo.
Faça o seu trabalho, deixe o resto por minha conta.
Saberei como falar com ela.
- Não sei, vou pensar.
- Não tem muito tempo para pensar.
Vai ser esta noite, quando todos forem embora.
Por isso, trate de não beber.
Precisa continuar sóbrio.
- Como, não beber?
Logo esta noite?
- Isso mesmo! Não podemos esperar!
Quanto mais tempo passar, mais difícil será.
- Que faço agora?
- Volte para o salão.
Vou providenciar tudo.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:08 pm

Tenho um pó que fará com que ela durma a noite toda.
Vamos fazer o que tem que ser feito, amanhã estará tudo bem.
- Estará tudo bem?
Não sei se isso vai dar certo.
- Claro que vai.
Irmã Cecília, enquanto falava, parecia estar distante, murmurando para si mesma.
Lembrou que Paulo estava ali, disse:
- Está entendendo o que significa o livre-arbítrio, Paulo?
- Não, não sei se estou entendendo...
Naquele momento, José Pedro e Sarita tiveram o direito de exercer o livre-arbítrio.
Tinham dois caminhos para seguir.
Ele, principalmente, poderia aceitar ou não.
Se aceitasse, cometeria um crime; se não aceitasse, talvez, eu disse talvez, perderia a mulher que amava.
- Que caminho ele tomou?
- Que caminho você tomaria?
- Eu? Não sei, mas nunca cometeria um crime.
Ainda mais contra uma criança que só queria nascer.
Só eu sei quanto a Marta e eu próprio sofremos quando cometi aquela loucura.
Naquele momento você também exerceu o seu livre-arbítrio.
- Como assim?
- Você também tinha dois caminhos.
Continuava com seu filho e sua mulher ou o trocava por dinheiro.
- Ali foi diferente.
Se ele continuasse ao nosso lado, sofreria toda aquela miséria que nós mesmos havíamos sofrido.
- Você encontrou a sua pedra logo depois...
- Mas eu não sabia que ia encontrar!
Se soubesse, não teria feito aquilo!
- Se soubesse, não estaria exercendo o seu livre-arbítrio.
Precisava decidir que caminho tomar na situação em que estava.
- Tomei o caminho errado, não foi?
- Sim, porém, mesmo assim, tudo no final deu certo.
Mas não é de você que estamos falando.
Estamos falando de José Pedro e Sarita.
- Isso mesmo, eles conseguiram o que queriam?
Durante a noite, Sarita ficou, como sempre, sem despertar suspeitas.
Sabia que Linda não bebia, por isso não haveria problema algum em lhe dar o tal pó para que ela dormisse.
Linda fez tudo o que sabia fazer.
Recebeu em seu quarto um rico fazendeiro, que sempre vinha à cidade para vê-la.
Já eram quase cinco horas da manhã, quando todos se retiraram. Finalmente, o salão ficou vazio, só restando as "meninas", que, cansadas, estavam sentadas pelas várias poltronas que havia por lá.
Sarita se aproximou de Linda, dizendo:
- Como sempre, você esteve maravilhosa.
- Obrigada, dona Sarita.
E tudo que posso fazer para agradecer tanta bondade.
Preciso trabalhar bastante enquanto a minha barriga não começa a aparecer, depois vou ter que me afastar por um bom tempo.
- Isso está muito longe ainda.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:08 pm

Vai demorar muito.
Não quer tomar um pouco de champanhe, antes de se deitar?
- Sabe que não bebo.
- Então, acompanhe-me com um suco.
Não gosto de beber sozinha.
- Se for um suco, eu a acompanho.
- Fique aqui, sei que está cansada, vou buscar o champanhe e o suco.
Sarita se dirigiu até o bar, Linda a seguiu com os olhos, admirada com a beleza e o porte dela.
Quando chegou ao bar, Sarita pegou uma taça, encheu de champanhe.
Em um copo colocou o suco e o pó que faria Linda dormir por um bom tempo.
Com os copos nas mãos, aproximou-se:
- Pronto, aqui está, Linda.
Vamos beber, depois iremos nos deitar.
Linda pegou o copo, bebeu quase de uma vez:
- Este suco de abacaxi está óptimo!
Também está tanto calor, não é?
- Está calor mesmo.
Além disso, deve estar cansada, eu, ao menos, estou, e muito.
- A noite foi muito boa.
Parece que os clientes ficaram satisfeitos.
- Ficaram sim. Tudo correu como devia.
Linda sentiu seu corpo amolecer.
Tentou ficar com os olhos abertos, mas não conseguiu.
As outras moças perceberam, correram para ajudar.
Sarita as acalmou, dizendo que não era nada, que ela só tinha bebido um pouco a mais.
Ajudada por Landa, levou Linda para o seu próprio quarto.
José Pedro já as estava esperando.
Embora tivesse prometido, não aguentou, bebeu, e muito.
Ao vê-lo naquele estado, Sarita ficou nervosa, com medo de que ele não conseguisse fazer o trabalho.
Mas ele falou com ironia:
- Fique calma, minha querida.
Vai ser fácil, estou acostumado a matar crianças todos os dias...
- Cale a boca!
Está bêbado e falando asneiras.
Será que conseguirá mesmo?
- Claro que conseguirei.
Deite-a aí na cama, já está tudo preparado.
A sua fiel escudeira já preparou tudo.
Realmente, enquanto a festa transcorria no salão, Landa forrou a cama com lençóis e preparou tudo, seguindo as instruções de José Pedro.
Ele, cambaleando, fez tudo o que tinha que ser feito.
Depois, disse:
- Pronto, já está terminado.
Agora, é só esperar.
Amanhã, ela sentirá algumas dores, depois vai expelir o feto.
Ficará bem dentro de alguns dias.
- Tem certeza de que ela vai ficar bem?
- Vai sim, ela é jovem e forte.
Eu é que não estou bem, preciso de um trago.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:08 pm

José Pedro tomou quase uma garrafa inteira.
Não estava se sentindo bem por aquilo que havia feito, mas de qualquer maneira o facto estava consumado.
Naquele momento, era, juntamente com Sarita, o responsável por um espírito que havia sido impedido de nascer e cumprir sua missão aqui na Terra.
Sombras negras o envolveram.
Sarita continuava impassível.
Para ela, havia feito o que julgava ser o certo.
Linda permanecia adormecida, entorpecida pelo pó.
No plano espiritual, aquela atitude fez com que muitos sofressem.
- Quem?
- Sempre que voltamos para a Terra, deixamos aqui, no plano espiritual, irmãos que nos amam e que fazem tudo para que possamos cumprir com êxito a nossa missão.
Quando nos desviamos do caminho, eles sofrem muito, por mais um nosso fracasso.
Mas não havia nada para ser feito.
Ambos, José Pedro e Sarita fizeram uso do livre-arbítrio e nada nem ninguém poderia ter evitado.
A não ser eles próprios.
Agora, o destino deles estava nas mãos deles mesmos.
- Não estou entendendo.
Como nas mãos deles?
- Como já lhe disse, somos responsáveis por nossos actos.
Nós mesmos, um dia, teremos de dar a nossa sentença.
- Isso é terrível, Irmã!
- Não, Paulo, isso é divino!
Essa é a justiça divina que não condena, não pune.
- Com o tempo, vou acabar aprendendo tudo isso, mas agora estou curioso para saber o que aconteceu quando Linda acordou!
Pela manhã, ela, realmente acordou.
Percebeu logo que não estava em seu quarto.
Conhecia bem aquele quarto em que estava.
Pensou: O quarto de Sarita!
O que estou fazendo aqui?
Foi levantar, mas sentiu uma dor muito forte na barriga, que fez com que se deitasse novamente.
Não percebeu que em um sofá, ao lado, José Pedro dormia tranquilamente.
Ela colocou as mãos por debaixo do lençol, percebeu que alguma coisa havia acontecido.
Deu um grito estridente.
Logo o quarto se encheu de gente.
As moças acordaram com o grito.
Sarita havia acordado e ido até o banheiro que ficava no corredor, estava secando o rosto quando ouviu o grito.
Largou a toalha, foi também para o quarto.
Linda chorava, com as mãos sujas de sangue.
Ao ver Sarita, perguntou:
- Que aconteceu comigo?
Por que estou aqui no seu quarto?
Sarita viu que as outras moças olhavam horrorizadas para Linda e para ela.
Logo, retomou seu controle:
- Fique calma... Não aconteceu nada.
Vocês todas podem voltar para seus quartos.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Maio 10, 2017 7:08 pm

Ela está bem, só um pouco assustada, nada mais.
As moças obedeceram.
Uma a uma foram embora.
Não entendiam o que havia acontecido.
Além disso, estavam cansadas demais.
A noite havia sido muito movimentada, estavam com sono.
Foram dormir novamente.
Linda chorava sem parar.
Sarita se aproximou, dizendo:
- Minha filha, não fique assim.
Tudo ficará bem.
Logo estará nova em folha.
- Que aconteceu, dona Sarita?
Que sangue é este?
Que aconteceu com meu filho?
- Ontem à noite teve um problema, teve que ser socorrida às pressas.
Infelizmente, perdeu a criança que estava esperando.
- Perdi a criança? Como?
Não senti nada! Não pode ser...
- Essas coisas acontecem.
Não é a primeira vez nem será a última.
Ademais, até que foi bom ter acontecido.
Imagine o que seria a sua vida daqui para frente se essa criança permanecesse dentro de você.
Ficaria muito tempo sem trabalhar.
E quando nascesse, então?
Não poderia ficar aqui.
Teria que ir embora.
- Isso não importa.
Eu queria essa criança.
Queria muito!
Se não pudesse ficar aqui, eu iria embora, sim, arrumaria um outro emprego.
Faria tudo para dar felicidade à minha criança.
Isso não podia ter acontecido! Não podia...
- Mas aconteceu e você não poderá fazer nada.
Agora, eu e a Landa vamos levá-la de volta para seu quarto.
Lá ficará melhor.
Vai ficar bem quietinha, recuperar-se o mais rápido possível.
Em breve, tudo isso passará e você tornará a ser a menina mais linda e desejada da minha casa.
Agora, tente dormir novamente.
Lembre-se de que foi a vontade de Deus.
Linda não entendia.
Pensava: Como ela consegue ser tão fria e falar dessa maneira?
Como ela pode dizer que foi bom meu filho ter morrido?
Ela não entendia, mas estava muito fraca para discutir.
Sentiu um enorme desejo de dormir, foi o que fez.
Depois que levaram Linda para o quarto, Sarita voltou, acordou José Pedro.
Ela estava feliz por ter convencido Linda de que tudo havia sido inevitável.
Uma triste realidade.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:52 pm

Abraçou-se a ele, dizendo:
- Não lhe disse, José António, que daria tudo certo?
Ela aceitou muito bem o que lhe disse.
Está certa e conformada que foi tudo como Deus queria.
- Como está se sentindo, Sarita?
- Quem? Eu? Estou óptima.
Não lhe disse que conseguiria?
Não posso perder essa menina.
Ela vale ouro!
- Não está sentindo remorso?
- Não! Nem você deve sentir!
Isso tudo faz parte da vida!
Para que iríamos querer uma criança aqui?
- Não sei, não sei.
- Então, esqueça tudo e me dê um abraço.
Vamos nos amar como nunca.
Paulo estava estarrecido.
Estou pensando o mesmo que a Linda.
Como ela podia ser tão fria?
Eram onze horas da manhã quando Sarita voltou ao quarto.
Linda continuava dormindo, só que ao olhar para seu rosto, Sarita não gostou do que viu.
Ela estava muito pálida e queimava em febre.
Levantou o lençol, viu que estava deitada em uma poça enorme de sangue.
Percebeu que ela estava tendo uma hemorragia.
Assustou-se, foi correndo chamar José Pedro, que já estava tomando mais um trago.
- José Pedro! Venha correndo!
Linda não está bem!
Ele largou o copo em que estava tomando seu trago:
- Que ela tem?
Você está muito assustada!
- Não sei o que ela tem!
Vamos logo!
Ao entrar no quarto, ele percebeu que realmente Linda não estava bem.
Examinou e constatou:
- Ela está tendo uma hemorragia muito intensa, Sarita, receio que já seja tarde demais.
Precisamos levá-la a um hospital.
- Hospital?
Não! Não podemos!
- Por que não?
Se não for atendida imediatamente, morrerá.
Precisamos ir agora!
- Se formos a um hospital, saberão que ela sofreu um aborto, irão querer saber quem praticou.
Que vamos dizer?
Que fizemos isso sem o conhecimento dela?
Isso é crime, José Pedro!
Poderemos ser presos!
- Tem razão, não havia pensado nisso.
Que vamos fazer, Sarita?
Ela precisa de atendimento.
- Parece que ela não está sentindo nada.
Será que está desmaiada?
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:53 pm

- Perdeu muito sangue, sua pressão está muito baixa, se não tomarmos logo uma atitude, ela vai morrer!
- Vai sentir alguma dor?
- Não, acredito que não, apenas sentirá muita fraqueza.
- Então, deixe que se vá em paz...
- Que está dizendo, Sarita?
Vai deixá-la morrer, assim dessa maneira?
- Ou isso, ou a cadeia, temos que escolher.
Paulo não se conteve, disse, nervoso:
- Meu Deus, essa mulher era mesmo um monstro, Irmã!
- É verdade, Paulo, naquele momento, ela teve mais uma oportunidade para exercer o seu livre-arbítrio.
Ela havia errado ao provocar um aborto sem o conhecimento de Linda, mas tinha nesse momento a oportunidade de se redimir, só que não fez isso.
José Pedro, fraco, dominado por aquele amor insensato e pela bebida, abaixou a cabeça, concordando.
Ficaram os dois ali, ao lado de Linda, até que ela deu o último suspiro.
- Deixaram-na morrer?
- Sim...
Assim que ela morreu, Sarita, aliviada, chamou Landa.
Quando ela entrou no quarto, olhou para a cama e percebeu que Linda estava morta, perguntou assustada:
- Que aconteceu, dona Sarita?
Ela parece...
- Morta! É isso mesmo, ela morreu...
- Como? Por quê?
- Não sabemos, teve uma hemorragia.
Landa quis começar a chorar, mas Sarita disse:
- Não vai chorar agora.
Temos muito que fazer.
Primeiro, vá comunicar para as outras o que aconteceu.
Ela morreu de pneumonia.
- Elas não acreditarão!
Ontem à noite, todas viram como ela estava maravilhosa no salão...
- Isso não importa!
Todas terão de jurar que ela morreu de pneumonia!
E isso que o doutor José Pedro vai escrever no atestado de óbito.
E isso será a realidade.
Diga a elas que ninguém, mas ninguém mesmo, deve dizer outra coisa. Entendeu?
- Entendi, vou falar com elas.
Landa saiu.
José Pedro estava novamente com o copo na mão.
Escutou tudo o que Sarita disse.
Não foi capaz de fazer nada.
Apenas seguiu as ordens dela.
Assinou o atestado de óbito.
Não houve perguntas.
Linda foi enterrada sem maiores problemas.
- Não aconteceu nada, Irmã?
Eles não foram presos?
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:53 pm

- Não, Paulo, ele, sendo médico, embora não exercesse a profissão, tinha registo e podia, assim, assinar um atestado.
- Não posso acreditar.
- Sei que é difícil, Paulo, mas foi isso mesmo que aconteceu.
Aquela foi a primeira vez.
Muitas outras vezes eles provocaram aborto em outras moças da casa.
Com o consentimento delas ou não.
A própria Sarita fez muitos em si mesma.
Ela tinha horror só em pensar que poderia ter naquela casa uma criança.
Ela não suportava essa ideia.
- Se outras moças morressem?
Ela não ficou com medo de que isso acontecesse?
- Não, não houve mais mortes.
Ela não teve medo, pois sabia que, se algo acontecesse, José Pedro estaria ali para assinar outro atestado de óbito.
- Eles ficaram assim, impunes?
- Sim, viveram muitos anos sem problema algum.
Continuaram suas vidas de orgia e bebidas.
O tempo passou, ele foi o primeiro a morrer.
Por causa da bebida, adquiriu uma cirrose hepática.
Sarita, com quase sessenta anos, morreu de pneumonia.
A única que ficou viva por mais dez anos foi Landa.
Envelhecida e sem família, acabou em um asilo para velhos.
Lá, conviveu com outros idosos.
Alguns deles doentes.
Quando ia dormir, não suportava os gemidos de dor de alguns que tinham doenças incuráveis e que estavam simplesmente esperando a morte chegar.
Ela possuía verdadeiro horror a doenças e muito medo de sentir dor.
Naqueles dez anos em que esteve lá, pôde repensar a sua vida.
Percebeu que todo o dinheiro que havia conseguido através de sua maldade, naquele momento, não servia para nada.
Além disso, não lhe sobrara nada.
Gastou tudo o que ganhou, comprando roupas e jóias, na tentativa de ficar bonita.
Quanto mais envelhecia, mais desesperada ficava.
Agora, ali naquele lugar de tristeza e sofrimento, pôde entender como sua vida havia sido inútil.
Finalmente, ela também morreu.
Irmã Cecília parou de falar por alguns segundos.
Paulo perguntou:
- Os três se encontraram aqui no plano espiritual?
- Sim, ficaram vagando perdidos por muito tempo.
Sabiam que só tinham uns aos outros, mas não conseguiam se encontrar.
Foram perseguidos por todos aqueles espíritos que não deixaram nascer, que existiam mais em suas lembranças do que na realidade.
Era o resultado da culpa que, aos poucos, foram sentindo.
Suas próprias consciências os atraíam.
Tentavam se esconder, mas não conseguiam.
Sofreram muito, descobriram que a morte não era o fim, mas sim uma continuação.
Enquanto viveram na Terra, através de meios escusos, conseguiram esconder seus crimes, mas aqui não.
Aqui possuíam um inimigo do qual não podiam se esconder: suas consciências.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:53 pm

Sofreram muito.
Seus amigos espirituais sempre estiveram ao lado deles, intuindo bons pensamentos.
Aos poucos, foram entendendo a extensão do que fizeram.
Um após o outro foi se arrependendo, sendo recolhido e trazido para esta colónia.
Aqui, finalmente, se reencontraram.
Juntos, novamente se sentiram bem.
Agora sabiam todo o mal que haviam feito.
Queriam e pediam a todo instante a oportunidade de renascer novamente e assim poder resgatar os erros cometidos.
- Foi concedido?
- Sim, Deus, na sua infinita bondade, sempre nos dá a oportunidade de resgatarmos o mal praticado.
Finalmente, obtiveram a permissão.
Teriam que voltar juntos para a Terra.
Precisavam escolher como seria essa nova encarnação.
- Eles escolheriam?
- Sim, foram chamados para isso.
Haviam conversado muito entre eles.
José Pedro entendeu que havia se entregado à bebida e à vida de prazeres por haver nascido em uma família rica, onde teve tudo sem ter que trabalhar para isso.
Pediu para nascer em uma família pobre e só conseguir o que sonhava através do seu trabalho.
Sarita entendeu que havia perdido sua encarnação por ter sido gananciosa e colocado o dinheiro acima de tudo.
Pediu, também, para nascer em uma família pobre, ter muitos filhos, podendo, assim, dar oportunidade de nascer a todos aqueles que havia impedido.
Landa entendeu que havia também perdido sua encarnação, por ter nascido feia, sem atractivo.
Pediu para nascer bonita.
Assim, evitaria o risco de praticar o mal, não teria mais motivo.
O irmão, programador das reencarnações, ouviu os três.
Assim que terminaram de dizer como queriam a sua vida na Terra, disse:
- Vocês estão, neste momento, decidindo seu futuro.
Será como pediram, mas terão também uma missão para cumprir.
- Os três olharam para ele, sem entender.
José Pedro, perguntou:
- Que missão?
- Vocês impediram que muitos espíritos reencarnassem.
Esse crime terá de ser resgatado, por isso, se encontrarão na Terra.
Você e Sarita nascerão em uma casa pobre.
Você vai trabalhar como garimpeiro e encontrará uma pedra que lhe dará fortuna.
Vai se casar com Sarita, terão muitos filhos.
Além de seus próprios.
Com o dinheiro que conseguir, construirão um orfanato.
Assim, poderão receber a todos que impediram de nascer.
Você, Landa, será bonita.
Encontrará com os dois e os ajudará no orfanato.
Terão todas as condições para cumprirem o compromisso que estão fazendo agora.
Sempre haverá ajuda de nossa parte.
Só dependerá de vocês, para que tudo dê certo e possam voltar vitoriosos.
- Assim será fácil!
Dessa vez não vamos fracassar.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:53 pm

- Não será tão fácil assim, José Pedro.
Vocês cometeram crimes que deverão ser reparados.
Se tudo caminhasse bem, não haveria mérito algum, não resgatariam nem cresceriam no aprendizado.
Por isso, haverá momentos em que terão que decidir e terão que usar o livre-arbítrio.
Dessas escolhas dependerá o futuro de cada um.
A missão que estão levando, com certeza, chegará às suas mãos.
Dependerá só de vocês se a aceitarão ou não.
Dependerá de vocês, também, como ela será feita.
Não se esqueçam de que nunca estarão sozinhos, independente das escolhas que fizerem.
Encontrarão amigos e inimigos.
Os inimigos servirão para fazer com que caminhem, os amigos os ajudarão na caminhada.
Paulo estava com a boca aberta.
Sua voz quase não saiu, quando perguntou:
- Garimpo? Pedra?
Está me dizendo que eu sou o José Pedro?
Sarita é a Marta?
- Isso mesmo, são vocês.
- Mas não deu nada certo.
Não casamos, não tivemos muitos filhos!
Ficamos separados a vida toda!
Perdemos nosso filho!
- A sua vida foi exactamente aquela que pediu antes de partir daqui.
Mas, lá na Terra, não se conformou com a pobreza.
Revoltou-se e, na primeira oportunidade, quando chegou a hora de exercer o seu livre-arbítrio, trocou tudo por dinheiro, embora encontrar a pedra fizesse parte do planeado.
- Eu não tinha certeza que a encontraria!
Mas, mesmo assim, sei que fui o culpado.
Mas a Marta?
Ela sofreu muito mais que eu.
Perdeu o seu filho.
Não conseguiu criá-lo.
- Sarita nunca quis crianças por perto.
Muitas moças choraram por serem obrigadas a ficar sem os filhos.
Entre elas, uma perdeu a vida.
- Linda?
- Sim, ela mesma.
Voltou para cá antes do tempo por ter sido assassinada.
Aquele filho que estava esperando seria o começo de uma nova vida.
Dessa vez, ela veio com dinheiro para tentar comprar o mesmo filho que vocês tiraram dela. Eu disse tentar.
Se você tivesse resistido, ela seguiria o seu caminho, mas você não resistiu, viu naquela criança mais uma vez a oportunidade de obter lucro.
- Mais uma vez?
Então o Walther era o filho da Linda?
Geni era a própria?
- Isso mesmo.
Ela veio em busca do seu filho.
- Mas ela não o teve.
Ele foi adoptado. Marta era a sua verdadeira mãe.
- Aqui no plano espiritual não existem documentos, filhos sem pais, ou pais sem filho.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:54 pm

Aqui só existe a lei do amor.
Os laços sanguíneos são importantes, mas tanto o sangue como o corpo permanecem na Terra, o que importa, realmente, são os laços espirituais, os compromissos assumidos.
- Está me dizendo que toda criança adoptada pertence mesmo aos pais adoptivos?
- Sim. Nenhuma criança chega aos braços dos pais, se não for pela lei do amor e do compromisso.
Ninguém está fora do lugar em que realmente deveria estar.
- Nunca imaginei que fosse assim...
- A Lei de Deus é justa.
Jesus se fez homem exactamente para nos ensinar isso.
Ensinou que o amor ao próximo, a caridade e o perdão eram os caminhos que nos levariam até Deus.
Ensinou que, para cada acção, existe sempre uma reacção.
Temos, em nossas mãos, a felicidade presente e futura.
- Se eu não tivesse feito aquela troca, tudo seria diferente?
- Sim, quando se encontraram aqui, no plano espiritual, a Geni e o Walther entenderam e perdoaram e, todos juntos, decidiram que você e Sarita, criariam o Walther, dando-lhe amor e carinho.
Geni resgataria outros compromissos e só exigiria seu filho de volta, caso um de vocês ou os dois o desse a ela.
Foi programado que esse dia chegaria.
Era a oportunidade que vocês teriam de exercer novamente o livre-arbítrio.
- Estou entendendo...
Eu fui o escolhido...
Fracassei mais uma vez...
- Não existem fracassos, existem apenas aprendizados.
Com a sua pretensa fraqueza, deu a oportunidade para que Marta cumprisse sua missão.
Ela, sem você e o filho, dedicou a vida a todas aquelas crianças que, um dia, não permitiu que nascessem.
E a muitas mais.
- Então, no final, deu tudo certo?
- Isso mesmo! Tudo está sempre certo.
- Por que não sabemos disso, quando estamos na Terra?
- Já lhe disse que não haveria mérito algum.
As conquistas não teriam valor.
- Estou feliz, pois, apesar de tudo o que fiz, a Marta é hoje uma mulher amada e respeitada por muitos.
Alguns a consideram uma santa.
- Como pode ver.
Ela está muito longe da santidade, mas, nesta encarnação, está dando um passo longo para isso.
- Tem razão, Irmã...
- Você também aprendeu muito, Paulo.
Viu que o dinheiro só é bom quando pode trazer a felicidade.
Sempre deu dinheiro para orfanatos, socorreu a Lorena e o pequeno Leo, quando a vida os colocou em seu caminho.
Sofreu a solidão e o desespero por não conseguir encontrar seu amor.
- Sim, ficamos separados nessa vida.
Mas sei que amo Marta e que sempre a amarei.
- Por esse mesmo motivo, ela também ficou sozinha.
O único amor dela foi e será você, mas precisava que fosse assim.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:54 pm

A separação não seria necessária, poderiam caminhar juntos; mas, separados, cada um teve seu aprendizado.
Hoje, estão com a missão cumprida e com louvor.
Aprenderam muito e em uma próxima vez se encontrarão novamente para uma felicidade plena.
Serão, como dizem, almas gémeas.
- Nós nos encontraremos novamente?
Seremos felizes?
- Sim, fizeram por merecer.
Não disse que Deus é um pai amoroso?
- Quando será isso?
- O tempo aqui passa depressa.
Marta está na Terra e permanecerá lá por um bom tempo.
Ainda não terminou a sua missão.
- Ela está doente.
Seu coração não está bom.
- Sim, porém não vai morrer ainda.
Mas, não se preocupe, um dia ainda estarão juntos.
- Só posso mesmo esperar...
A senhora me falou sobre Sarita e José Pedro, mas e com a Landa, o que se passou?
- Como ela pediu, nasceu muito bonita em Santa Catarina.
Era loira e tinha olhos azuis.
- Landa é a senhora, Irmã?
Irmã Cecília sorriu:
- Sim. Eu mesma.
- Como pode ser? Assim como a Marta, a senhora é considerada por todos, uma santa.
Ela soltou uma gargalhada e disse:
- Assim como Marta, estou longe da santidade.
Vou lhe contar a minha história.
Nasci em uma família que, embora não fosse rica, vivia muito bem.
Todos eram imigrantes alemães e haviam chegado há pouco.
Desde pequena, fui muito religiosa.
Ia sempre à igreja.
Perto, havia um convento.
Elas possuíam um orfanato.
Geralmente, ia até lá para brincar com as crianças.
Minha mãe ficou muito doente e morreu.
Meu pai, vendo-se sozinho, entregou-me às freiras para que cuidassem de mim, até ele retornar, pois estava indo trabalhar no norte do país.
Levou com ele meus dois irmãos, já que poderiam trabalhar ao seu lado.
Ele nunca mais voltou.
Embora fosse uma criança linda, nunca fui adoptada.
As freiras não entendiam por que isso acontecia.
Elas me tratavam muito bem, mas eu era mais uma criança das muitas que viviam ali.
Muitas das crianças iam embora com seus pais adoptivos, porém ninguém me queria.
Cresci, sempre tentando entender por que minha mãe havia morrido.
Por que meu pai havia me abandonado?
Nunca obtive essas respostas.
Por esse motivo, fui uma criança muito infeliz.
Quando cheguei aqui, compreendi que assim deveria ser para que eu aprendesse o valor de uma família.
Criada no meio de cânticos e orações, apaixonei-me pela Virgem Maria.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:54 pm

Sabia que ela havia perdido o filho na cruz.
Muitas vezes, tentei imaginar o seu sofrimento.
Quando fiquei mocinha, as freiras nos levaram até um lugar muito pobre que havia na cidade.
Diante de tanta pobreza e miséria, decidi, naquele dia, que seria uma irmã de caridade.
Na minha congregação, as freiras se dedicam aos pobres e aos doentes.
Eu jurei que cumpriria todas as determinações, mas não suportava ficar ao lado de pessoas doentes.
No princípio, isso foi um problema, mas a madre superiora percebeu que eu tinha outra qualidade.
Através de minhas palavras, sabia como conseguir o dinheiro necessário para que as obras fossem feitas.
Quando fui mandada para o Nordeste, ao ver tanta pobreza, senti que ali conseguiria cumprir a minha missão, que era tentar ajudar a todos que precisassem.
Só quando conheci Marta, foi que comecei realmente.
Fiquei ao lado dela durante dezasseis anos.
- Pediu a beleza e não fez uso dela?
- Nunca me achei bonita, mas isso também nunca me preocupou.
Sentia que tinha que fazer algo pelos pobres, principalmente pelas crianças.
Hoje, sei que, com o nome de Landa, cometi muitos erros, mas aprendi através de todo sofrimento que senti naquele asilo, onde fui internada e, depois da morte, no tempo todo em que fiquei vagando, sozinha, sofrendo todo tipo de horror que eu mesma havia plantado em muitos irmãos cujo nascimento eu havia ajudado a impedir.
Entendi que eles tinham o direito de estar me perseguindo.
Prometi que dedicaria minha próxima vida na Terra a ajudá-los.
Foi o que fiz.
- Conseguiu, por isso está aqui, ajudando-me?
Hoje é um espírito iluminado!
- Consegui muitos pontos, mas ainda tenho muito a fazer para, finalmente, ser um espírito iluminado.
Ainda tenho muitos irmãos precisando de ajuda, irmãos que, de uma maneira ou outra, prejudiquei.
- Eu, ao contrário, não consegui ponto algum.
Por minha culpa, Marta sofreu tanto.
Por minha culpa, não fomos felizes nem tivemos muitos filhos...
- Os caminhos podem ser mudados.
Muitas voltas podem ser dadas.
Podemos até nos afastar, mas o final é sempre um só: a luz divina.
Não conseguiram ficar juntos, mas conseguiram resgatar muitos dos erros que praticaram.
Em cada encarnação, sempre ganhamos algum ponto.
Sempre aprendemos alguma coisa.
Vou repetir. Deus é um pai amoroso.
- Estou entendendo, mas tenho ainda algumas dúvidas.
- Quais?
- Isaías, Isménia, Leo, Lorena, Gaúcho, Gilmar, Eunice e Zé António, todos eles fazem parte da mesma história?
Todos deveriam nos ajudar?
- Sim, todas as pessoas que encontramos sempre fazem parte da nossa história.
Os encontros são determinados para que as missões possam ser cumpridas.
- Mesmo os inimigos?
Aqueles que nos ofendem e machucam?
O Gilmar, por exemplo.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:54 pm

Ele tentou estuprar a Marta!
De que maneira pode ter servido?
- Foi um dos mais importantes.
Ele era um homem bom, depois que Marta saiu correndo, não entendeu como tinha feito aquilo com ela.
Era casado, tinha dois filhos e gostava muito da esposa.
Martirizou-se muito com aquela atitude.
- Não estou entendendo...
- Ele serviu como um instrumento para que Marta saltasse do caminhão exactamente naquele lugar.
Assim, encontraria Eunice e Zé António, dois espíritos amigos que se prontificaram a renascer e ajudá-la na missão.
Eles estavam ali naquele lugar com aquelas três crianças somente esperando a chegada dela para poderem voltar para cá.
- Foi tudo planejado?
Eles morreriam assim que ela chegasse?
- Sim. As crianças eram resgate de Marta.
Naquele momento, com a morte dos dois, ela teve a oportunidade de exercer o seu livre-arbítrio.
- Como assim?
- Poderia não ter aceitado, poderia ter entregado as crianças para qualquer um e ter ido embora para casa, como era o seu plano inicial.
Mas escolheu cumprir a promessa e criar as crianças.
Só assim poderia começar a sua missão.
- Meu Deus!
Como tudo que está me dizendo tem lógica.
Quantas vezes me revoltei com a vida que levava?
Quantas vezes julguei que Deus não existia?
- Ele existe, sim, Paulo, está em toda parte, principalmente ao lado de cada um.
Ele nos dá de acordo com o que fazemos e desejamos.
Dá-nos o direito de escolher as nossas provas.
Paulo não suportou.
Seus olhos se encheram de lágrimas.
Sentia-se o mais ingrato dos homens.
Sentiu o quanto havia perdido, mas também o quanto havia ganhado.
Ajoelhou-se, elevou os braços, deixou que seu rosto se banhasse com lágrimas de agradecimento e humildade.
Irmã Cecília acompanhava, em silêncio, aquela demonstração de fervor.
- Chore, meu amigo.
As lágrimas só nos fazem bem.
Ontem, juntos, praticamos muitas maldades; hoje, juntos, louvamos a Deus, nosso pai e criador.
Abraçaram-se.
Eram dois espíritos unidos pelo amor de Deus.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:54 pm

O DESTINO DA PEDRA
Enquanto isso, Marta permanecia em seu quarto, lendo a carta que Walther havia lhe entregado.
Muitas vezes teve que parar e secar as lágrimas, ao reviver todos aqueles momentos que passou ao lado de Paulo, principalmente quando seu filho foi roubado.
Ao ver que Paulo havia encontrado a pedra de seus sonhos, jogou a carta de lado.
Falou em voz alta:
- Ele encontrou a pedra?
Ele encontrou a pedra?
Por que, meu Deus, isso só aconteceu depois que ele vendeu nosso filho?
Por que o Senhor foi tão injusto com a gente?
No momento em que ela dizia isso, Irmã Cecília e Paulo chegavam e ouviram.
Os dois se olharam e sorriram.
Paulo disse:
- É uma pena que ela não saiba como isso foi bom.
Que isso foi a melhor coisa que poderia ter-nos acontecido.
- Hoje, ela não sabe, mas, um dia, saberá.
Paulo se aproximou de Marta e, com a ponta dos dedos, lhe enviou um beijo.
Ela sentiu um bem-estar incrível.
Disse:
- Talvez um dia eu tenha essas respostas.
Por enquanto, vou dizer o que digo todos os dias antes de dormir: seja feita a vossa vontade.
Continuou lendo.
Walther e Laura estavam na sala, conversando sobre tudo o que a mãe lhes contara.
Estavam felizes, principalmente por descobrirem que não eram irmãos.
Poderiam, assim, casar-se.
Walther não cabia em si de tanta felicidade.
Marta terminou de ler a carta, ficou por alguns minutos com ela na mão, relembrando tudo.
Percebeu que Paulo também havia sofrido muito com a separação, mas agora nada mais poderia ser feito para que se reencontrassem.
Pensou: Ele se foi para sempre.
Por que tudo teve que ser dessa maneira?
Por que não conseguimos ficar juntos e criar nosso filho?
Por que tivemos que sofrer separados?
Não sei... Talvez nunca consiga essas respostas...
Ainda bem que consegui rever meu filho...
Obrigada, meu Deus...
Levantou e, com a caixa e a carta nas mãos, foi para a sala.
Sem que fosse notada por Walther e Laura, ficou olhando.
Sorriu ao notar a felicidade em que se encontravam.
Pensou:
Obrigada, meu Deus, por este momento de felicidade.
Obrigada por ter trazido de volta meu filho.
Obrigada por ele ser como é.
Entrou na sala, dizendo:
- Walther, meu filho, terminei de ler a carta.
- Que achou?
- Antes de ler, tinha muito ressentimento do Paulo, mas agora, tendo você aqui ao meu lado, vendo o quanto ele se arrependeu e sofreu também, só me resta desejar que esteja muito feliz no céu.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:55 pm

- Deve estar... Deve estar.
Viu que ele encontrou a pedra?
- Vi, mas, infelizmente, encontrou-a tarde demais.
Essa pedra e o dinheiro que lhe deixou, vão fazer com que tenha uma vida muito boa.
Você merece, meu filho.
Ela é e sempre foi sua.
Desejo que seja muito feliz.
- Tem razão, essa pedra me daria muita felicidade, se fosse minha, mas ela é sua.
O Paulo a guardou durante todos esses anos, só não lhe deu por não a ter encontrado.
A senhora é quem a merece.
Não preciso dela, o dinheiro que ele me deixou é mais do que o suficiente para que eu viva o resto da minha vida com todo o conforto.
A senhora, agora, poderá ir embora connosco.
Eu e a Laura vamos nos casar, queremos que venha morar em nossa casa.
- Sabe o quanto estou feliz por ter reencontrado você, mas não posso ir embora daqui.
Tenho minhas crianças, não posso deixar que fiquem abandonadas.
- Poderemos contratar alguém para que tome conta de tudo por aqui.
- Nem pensar nisso, Walther!
São todos meus filhos.
Nunca os abandonarei.
Graças a eles, um dia, refiz a minha vida.
- Já fez o bastante, mãe.
Criou e deu amor para muitas crianças.
Pode, agora, simplesmente se dedicar aos netos que lhe daremos.
- Obrigada, meu filho, mas não posso aceitar.
Meus netos vão ter tudo, mas ainda existem por aqui crianças que nunca vão ter nada.
Por isso, vou continuar neste lugar.
Se é assim que quer, assim será, mas poderá, ao menos, aumentar esta casa, ou mandar construir uma maior na cidade.
Lá tem luz eléctrica, terá mais conforto.
- Vivi quase toda a minha vida aqui.
Mas se diz que a pedra é minha mesmo, quero que me faça um favor.
Venda e todo o dinheiro que conseguir será usado para a construção de uma casa, onde as crianças vão viver melhor.
Podemos até construir uma escola para as crianças da cidade, mesmo as que têm pais.
Acha que o dinheiro vai dar para isso, meu filho?
Walther começou a rir:
- Claro, para isso e muito mais.
Vai se sentir feliz se isso acontecer?
- Muito!
- Que seja. Amanhã bem cedo, vou para São Paulo.
Isaías deve saber como trocar a pedra.
Voltarei o mais breve possível.
Foi o que ele fez. No dia seguinte, bem cedo, foi para São Paulo.
A viagem de volta foi mais rápida do que a de vinda.
Ele, agora, estava feliz, havia encontrado a mãe e a mulher que amava.
Chegou, contou tudo a Isaías e Isménia, que vibraram.
Como ele previra, Isaías que sempre trabalhou ao lado de Paulo, sabia como conseguir um bom dinheiro pela pedra.
Contratou uma firma que construiria a casa para Marta.
Tudo certo, voltou para junto delas.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:55 pm

A construção durou quase seis meses.
Durante todo esse tempo, ele retornou a São Paulo com frequência.
Combinou com Laura que se casariam no mesmo dia da inauguração da casa-escola.
Marta não cabia em si de tanta felicidade.
Paulo e Irmã Cecília também vieram várias vezes para ver como eles estavam.
Finalmente, o grande dia chegou.
A casa ficou pronta, cada detalhe foi examinado por Marta.
Havia dez quartos, todos muito bem mobiliados e uma sala imensa.
Na parte de baixo, um salão dividido em várias salas que serviriam como salas de aulas.
Professores foram contratados.
Na parte de fora da casa, foram construídas outras salas.
Os meninos aprenderiam marcenaria, sapataria e outras profissões; as meninas aprenderiam a bordar e costurar, além de aspectos ligados à higiene doméstica.
Marta percorria todos os aposentos.
Sentia uma felicidade muito grande.
Em dado momento, lembrou-se de Irmã Cecília.
Sorriu, feliz.
Toda a cidade estava em alvoroço para ver o casamento e a inauguração da casa.
Uma grande festa foi programada.
Dois dias antes do casamento, Marta se mudou com as crianças.
Estava preocupada, pois Walther não lhe dissera quem seriam seus padrinhos.
Quando ela perguntou, disse que era uma surpresa.
O casamento seria às dez horas da manhã.
Marta estava ajudando Laura a colocar o vestido de noiva:
- Você está linda, minha filha!
Que Deus a proteja!
Sei que vai ser muito feliz!
- Assim espero, mamãe.
Alguém bateu à porta.
Marta foi abrir. Seu coração quase parou.
- Mãe! Minha mãe...
A velha senhora não conseguia falar de tanta emoção.
Apenas abriu os braços.
Marta se abraçou a ela e, chorando, disse:
- Quanta saudade senti da senhora, mãe! Mas tive medo de voltar.
- Perdão, minha filha.
Perdão por não ter evitado que seu pai fizesse aquilo!
- Ora, mãe, isso agora não importa.
Estou bem, no final, tudo deu certo.
Sou, hoje, a mulher mais feliz deste mundo.
Reencontrei meu filho e, agora, a senhora.
Nada mais desejo nessa vida...Mãe.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:55 pm

COMPANHEIROS DE JORNADA
Ficaram assim por um longo tempo.
Quando se soltaram, Marta pôde ver seus tios, que também estavam lá.
Abraçaram-se e choraram muito.
O reencontro, depois de tanto tempo, só poderia ser de muita emoção mesmo.
Marta perguntou:
- Como chegaram até aqui?
- Seu filho foi nos buscar, ele é um bom rapaz.
- É, sim! Apesar de tudo, recebeu uma boa educação. Desde que o reencontrei, só me trouxe alegria.
Esta é a minha filha, Laura.
Vai se casar hoje com o Walther.
Laura se aproximou dos velhos e os abraçou carinhosamente.
Marta saiu do quarto, acompanhando-os.
Queria agradecer a Walther por tudo que estava fazendo por ela.
Ao chegar à sala, parou mais uma vez.
Ficou sem fala:
- Que é isso, guria?
Não conheces mais os amigos?
- Gaúcho? Gaúcho!
É você mesmo?
- Seu filho foi pessoalmente ao Rio Grande me procurar e encontrou.
Durante muito tempo, procurei-te por essas estradas.
Não podes imaginar como fiquei contente, quando soube que estavas viva e bem.
Estou quase com setenta anos, mas mesmo assim não podia deixar de vir.
Venceste mesmo! Encontraste teu filho e conseguiste esta casa, que é uma beleza!
Marta correu, abraçou-se àquele homem que havia conhecido por pouco tempo, mas que fora muito importante em sua vida.
Ele estava acompanhado dos filhos.
Sua mulher havia falecido há cinco anos.
Marta se sentiu mal, pediu uma cadeira.
Todos ficaram preocupados, principalmente Walther, pois sabia do problema que tinha no coração.
Correu para o lado dela.
Abraçou-a e colocou-a sentada:
- Por favor, mamãe, fique calma.
- Não se preocupe, meu filho, ninguém morre de felicidade e ainda vou viver muito.
Walther pediu a Isaías que, quando estivesse vindo para a festa, passasse pela casa de vó Zu e a trouxesse junto.
Para ele, era muito importante que todas as pessoas que encontrou durante o tempo em que procurava pela mãe estivessem ali naquele dia que, para ele, era o mais feliz de todos que já havia vivido.
Lula veio com seus pais, primos e irmãos.
Abraçou o primo, dizendo:
- Não lhe disse que Deus cuida de todos nós?
Walther concordou com a cabeça.
Correspondeu ao abraço.
- Obrigado por tudo que me ensinou e falou.
Olhou por trás dos ombros de Lula.
Seu tio Luiz estava ali, acompanhado de Cinira e os filhos.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:55 pm

Sorriu para o tio:
- Como pode ver, estou muito feliz por esta imensa família que tenho.
Sei que o magoei, mas, naquele dia estava um pouco perdido.
Hoje, após tudo o que aconteceu, posso pedir que me abrace?
Quero, durante esse abraço, chamá-lo de meu tio. Posso?
Luiz, emocionado demais, não conseguiu dizer nada.
Apenas abriu os braços.
Walther também, em silêncio, abraçou-se a ele.
Naquele momento, não eram necessárias palavras.
Lula apenas sorriu e agradeceu em pensamento, por poder assistir àquele momento de reconciliação.
Walther estava abraçado ao tio, quando ouviu uma voz, que disse em um português ruim:
- Poder participar desse festa?
Walther se voltou e viu o amigo.
Correu para junto dele, perguntando em inglês:
- Você também veio, Steven?
- Claro que sim!
Achou que eu ia deixar de estar presente em um momento como este?
O Isaías escreveu me contando do casamento.
Arrumei tudo para poder estar aqui, hoje, nesse dia tão importante para o meu melhor amigo.
- Eu é que estou feliz.
Mas, venha, quero que conheça, Laura!
Laura se aproximou.
Steven sorriu e disse:
- Ela é muito bonita, Walther!
Moça, cuide muito bem do meu amigo.
Ele atravessou o oceano para encontrar você.
Walther traduziu o que ele disse. Laura respondeu:
Vou cuidar, pode ter certeza.
Steven sorriu, estava realmente feliz por ver a alegria do amigo.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Maio 11, 2017 6:56 pm

EPÍLOGO
O casamento se realizou.
A festa foi grande e muito concorrida.
Já era noite quando todos começaram a ir embora.
Gaúcho, a família, Isaías, Isménia, Leo, vó Zu e o Steven pernoitaram na casa de Marta, que agora podia abrigar a todos.
Walther e Laura foram de jipe até Teresina, ficariam em um hotel por aquela noite.
No dia seguinte, bem cedo, Marta acordou cedo, mandou preparar um café reforçado, pois todos iriam embora.
Walther e Laura chegaram quase na hora do almoço.
Walther conversou com todos.
Em dado momento disse:
- Mamãe, viemos nos despedir.
Eu e Laura estamos seguindo para o Rio de Janeiro.
De lá, tomaremos um avião que nos levará para os Estados Unidos.
- Vão para lá?
Pensei que ficariam aqui para sempre!
- Vamos por um ou dois meses.
Preciso pedir demissão de meu emprego e colocar a casa de meus pais à venda, mas voltaremos.
Decidi que vou, juntamente com o Isaías, retomar os negócios do Paulo.
Ficaremos morando em São Paulo, mas estaremos sempre por aqui.
Nunca mais quero me separar da senhora.
Além do mais, este é o meu país!
A minha terra! Todos que amo estão aqui.
- Ainda bem, meu filho.
Temi que novamente iríamos nos separar!
- Nunca mais, mamãe!
- Por que se refere ao Paulo pelo nome, nunca como pai?
- Não sei, mas ainda não o sinto como pai.
Talvez um dia, talvez um dia...
- Não esqueça que ele fez o que fez, pensando muito no seu bem-estar...
- Pode ser, mas, por enquanto, vou continuar chamando-o de Paulo.
Marta não quis insistir.
Sabia que, no fundo, ele tinha as suas razões.
Todos se despediram.
Isaías levou consigo vó Zu que, durante toda a viagem, foi contando histórias para Leo, que estava encantado com ela.
Marta passou o dia cheio de afazeres.
Contratou algumas mulheres da cidade para ajudá-la com as crianças.
Por recomendação do doutor Morais, deveria fazer o mínimo de esforço.
À noite, após as crianças irem dormir, foi de quarto em quarto olhar como estavam.
Sorriu ao ver que elas dormiam tranquilas naquelas camas limpas e quentes. Saiu.
A noite estava quente, o céu estrelado.
espirou fundo, lembrou-se de Irmã Cecília.
Falou em voz alta:
- É uma pena, minha amiga, que não esteja aqui para ver o que conseguimos.
Sinto muita sua falta...
Irmã Cecília, juntamente com Paulo, estava ao seu lado.
Sorriu e mandando um beijo, disse:
- Estou aqui, sim, minha amiga, e sempre estarei a seu lado.
Sei o quanto conseguimos.
Você é que não imagina, na realidade, o quanto foi.
Marta sorriu.
Podia jurar que estava sentindo o perfume dela, pensou:
Devo estar louca! Dona!
É nesta casa que ajudam as pessoas?
Marta olhou para baixo.
Na calçada, uma mocinha apresentando uma barriga era quem perguntava.
Ela olhou para cima, sentiu novamente o perfume.
Disse: - É sim, minha filha, pode entrar.
Cecília e Paulo se olharam e sorriram.
Cecília, com os olhos marejados, disse:
- Vamos embora, meu amigo.
Ela tem ainda muito para fazer.
Foram embora. Marta olhou para uma estrela.
Sorriu, enquanto dizia:
- Entre, minha filha, entre!
Vejo que vai ter uma linda criança...

§.§.§- O-canto-da-ave
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 74080
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 61
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEUS ESTAVA COM ELE / Elisa Masselli

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 12 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 10, 11, 12

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum