A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:11 am

Mundo astral
A morte é só uma viagem.
Quem morre na Terra continua vivo em outras dimensões e, dependendo das circunstâncias, pode se comunicar connosco.
Alguns não acreditam, outros sentem medo e ainda há os que, de boa-fé, acreditam em tudo que eles dizem.
É bom saber que tanto no mundo astral, quanto aqui na Terra, há pessoas de todos os níveis.
Cada uma vê os factos do seu jeito, às vezes mentem quando lhes convém, para se defender ou conseguir o que querem.
Quando um espírito fala, é preciso analisar suas palavras, ponderando se são aceitáveis ou não.
Você não se recorda do passado, por isso eles podem dizer o que quiserem e influenciar sua vida, para o bem ou para o mal.
Depende da forma como você age.
Em todos os casos, é preciso estar atento ao que acontece em seu mundo interior.
É você quem dá o tom dos espíritos que vai atrair.
Muitos, incomodados com as influências ruins de alguns espíritos, recorrem a rituais para "fechar o corpo", que, quando funcionam, trazem alívio temporário.
O que resolve mesmo é elevar seu espírito, usar sua força para disciplinar os pensamentos, pautando-os pela ética espiritual, ligando-se com os espíritos superiores.
Quando você permanece ligado às opiniões dos outros, não assume o comando de sua mente, ficando exposto à invasão dos espíritos maldosos, encarnados ou não, que desejam sugar suas energias e manipulá-lo.
Há os espíritos perturbadores, que invadem sua mente, inspirando pensamentos a fim de dominá-lo, aproveitando-se do facto de que você vai receber esse assédio como se fosse um pensamento seu.
Eles distorcem o sentido das frases nas conversas, geram mal-entendidos, infiltram pensamentos negativos para criar depressão.
Quando você percebe a presença deles, esses espíritos podem acusá-lo de actos violentos cometidos em outras vidas para criar a sensação de culpa, fazer "revelações" falsas, principalmente se você for muito crédulo e tiver muita curiosidade para "investigar" suas vidas passadas.
Eles ainda poderão alimentar sua vaidade e dizer que você foi um rei, alguém famoso e tem uma grande "missão" neste mundo.
Não acredite em nada disso.
Liberte-se, faça a sua parte. Não cultive a culpa, seja do que for.
Aceite seus pontos fracos e tente melhorar.
Não fique contra você, se vigiando, se obrigando a fazer o que os outros querem para "parecer" certinho.
Siga sua intuição, seu eu interior, sua essência espiritual.
É lá, na intimidade de seu coração, que Deus fala com você e orienta-o sobre o que deve aceitar ou não.
Quando você fica do seu lado, se dando força, assumindo seu poder, está sendo verdadeiro e se tornando imune ao mal.
Essa é a melhor protecção e defesa.
Experimente e verá!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:11 am

Por uma vida melhor
Enfrentar os condicionamentos culturais, os antecedentes de outras vidas, que, embora esquecidos temporariamente, continuam agindo em nosso inconsciente, a convivência com pessoas de níveis diferentes, aprender a lidar com tudo isso de maneira adequada, que ao mesmo tempo nos permita desenvolver potenciais, manter o equilíbrio emocional, a saúde mental e física, não é fácil, principalmente no nível espiritual em que estamos.
Todavia, quando pensamos que a inteligência universal vive em nós como uma herança divina e, apesar do quanto ignoramos ainda, nos impulsiona de várias formas a acreditar no progresso, a enfrentar os desafios do presente e a desejar uma vida melhor e mais feliz, sentimos alívio.
Quantas vezes, ao enfrentarmos uma situação difícil, brota dentro de nós uma força inesperada e uma resistência que ignorávamos, provando que a vida nos deu todos os recursos para desempenharmos as actividades na Terra e conseguirmos o amadurecimento que viemos buscar.
Estamos aqui para aprender como funcionam as leis que regem o Universo, a fim de que, como espíritos eternos, possamos cumprir nossa parte, de forma mais consciente e activa, nesse processo do qual já fazemos parte.
Quanto mais conscientes nos tornarmos dessa realidade e nos esforçarmos para assumir os compromissos do nosso espírito, mais depressa conseguiremos realizar nossos projectos de uma vida melhor.
Reconhecer que esse é o objectivo maior do espírito faz com que estudemos a ética espiritual e façamos escolhas mais verdadeiras.
Para alcançar esse nível, é preciso conhecer melhor nosso mundo interior, reavaliar nossas crenças, elevar nosso nível de conhecimento, respeitar nossos sentimentos e agir em acordo com o que nos deixa bem, não dando força ao que nos angustia e desagrada.
Respeitar os sentimentos significa valorizar-se.
Isso vai atrair o respeito e a valorização até dos que não aceitam sua maneira de ser.
É um longo e gradativo caminho que todos estamos percorrendo há muito tempo.
O magnetismo do mundo nos atrai, cria ilusões, inverte valores, e o esquecimento do passado provoca incredulidade, conforme o nível do espírito, que, ao fazer escolhas ruins, colhe maus resultados.
O estágio na Terra revela o nível do espírito.
Muitos se demoram em círculos viciosos de ilusões e depressão, até que acabe o tempo que lhes foi concedido para aprender.
Então a vida usa um recurso mais duro para que ele possa acordar.
Pense nisso e fique atento ao seu mundo interior.
É melhor ir pela inteligência do que pela dor.
O progresso é fatal, quer queira quer não.
Você terá de amadurecer, cooperar com a vida, ser uma pessoa melhor.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:12 am

Relacionamento familiar
Tenho recebido muitas cartas de pessoas desesperadas com seu relacionamento familiar.
Não há nada mais desagradável do que um grupo de pessoas que não se afinam e se obrigam a viver juntas, em constante jogo de auto-tortura.
Reclamam dos familiares, dizem-se perseguidas, humilhadas, agredidas, sem encontrarem saída.
Angustiadas, pedem orientação espiritual e a ajuda dos espíritos desencarnados.
Por que as pessoas aceitam viver nessa situação?
Algumas tentam justificar-se dizendo-se vítimas da maldade dos outros, não reagem por medo, outras alegam que é seu carma e terão de suportar essa convivência pelo resto de suas vidas, suportando tudo sem reagir.
Há inúmeras variáveis que interferem nesse processo e precisam ser analisadas caso a caso.
É verdade que a vida faz nascer na mesma família espíritos que trazem dentro de si situações mal resolvidas de outras vidas, que os estão limitando e precisam ser solucionadas.
Mas só o faz quando todos os envolvidos já evoluíram e têm condições de libertarem-se delas.
E como fazer isso?
Feche os olhos, dê um passo atrás, analise a situação como se fosse outra pessoa.
Sinta como tem sido sua actuação, firme intimamente o propósito de acabar com o problema definitivamente, com boa vontade e determinação. Jogue fora ressentimentos e queixas, analise outros lados da questão.
Você tem todo o direito de preservar seu equilíbrio e viver em paz.
Diga que deseja acabar com o desentendimento, mas se o outro insistir, não aceitar, abençoe-o e deixe--o ir.
Duas coisas resultarão dessas atitudes:
ou ele se aproximará de você, ou buscará a felicidade em outro lugar.
Ambos se libertam.
A causa pode ser actual, resultado de suas atitudes.
E se fizer o exercício acima, sentir o padrão de seus pensamentos habituais, analisá-los, poderá melhorar seus relacionamentos, não só familiares como sociais.
Formas de ver que colocam você para baixo, tais como:
"Você não sabe fazer nada!"; "Mulher deve obedecer ao marido!"; "Se não fosse a família, você morreria de fome!"; "É preciso ajudar os outros!"; "O mundo é cruel e perigoso"; e tantos outros.
Há também os medos:
da solidão, do futuro, de dizer não, de desagradar os outros e de não ser aceita, e muito mais.
Pense: por que a vida colocou você nessa família?
Para aprender a ser melhor.
Não para ser submissa.
Ela a está provocando para que desenvolva a própria força.
Enfrente seus medos.
Quando fizer isso, tudo mudará.
Ser independente é assumir a responsabilidade pela sua vida.
É mudar, fazer seu próprio lar do jeito que você acha que deve ser.
A felicidade tem um preço que você precisa pagar para obtê-la. Lute por ela.
Você merece e tem como conseguir.
Basta querer.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:12 am

Lei da acção mental
Você deseja o bem, quer fazer o melhor, respeita as pessoas, se esforça para melhorar sua vida, mas, apesar disso, não entende por que as coisas não melhoram.
Se entristece, sente-se sem motivação, perde a alegria de viver.
De que adianta se esforçar se tudo é tão difícil?
Entregar-se ao desânimo só vai agravar seus problemas.
O melhor será você analisar os pensamentos que normalmente passam por sua cabeça.
Eles podem ser a causa de sua infelicidade.
Circulam à nossa volta tanto as energias mais subtis e elevadas como as mais densas e desagradáveis.
Nossos pensamentos têm o poder de atraí-las por afinidade.
Tudo que notamos, tudo que pensamos, tudo que falamos, tudo a que damos importância, tudo que nos interessa por meio de pensamentos, palavras, acções, tudo isso é convidado a entrar em nossas vidas.
Segundo a Lei de atracção mental, o convite será aceito.
As coisas que lhe interessam, sobre as quais você discute e com as quais se identifica, são as coisas que você convida para entrar em sua vida, queira ou não.
Se você deseja mudar o que não está bom, mude sua forma de pensar, de ver a vida, e abra sua mente para receber o melhor, procurando se identificar com coisas que deseja atrair para sua vida, dedicando-lhes atenção e falando sobre elas. Apenas isso.
Em vez de ficar reclamando, comentando o assunto com outras pessoas, abra sua mente, ligue-se com Deus, dizendo a Ele o que quer receber de bom. Comentar seus desejos com os outros poderá dissipá-los, porque Deus é a fonte de benefícios, não as pessoas.
Embora pessoas, ideais e oportunidades sejam canais de suprimento, Deus é a fonte, pois é Ele que cria as ideais e as oportunidades.
Por meio da Lei de acção mental, Deus leva as pessoas e as circunstâncias certas até você, de modo a lhe proporcionar as ideais e as oportunidades que criarão a sua prosperidade.
Repita esta frase várias vezes ao dia:
"Eu não dependo de pessoas nem de circunstâncias para minha prosperidade.
Deus é minha fonte de suprimentos e Ele me oferece agora maravilhosos canais de prosperidade".
A verdadeira prosperidade é um conjunto de conquistas que vão da saúde perfeita ao sucesso em todas as áreas de sua vida.
É muito mais do que progresso financeiro.
Não se sinta culpada por querer receber tanto.
O facto de você ter sempre o melhor, ser mais feliz, não vai impedir que todas as outras pessoas recebam tanto ou mais que você.
A vida é muito rica e tem meios de suprir as necessidades de todos.
Jogue fora a carência, acredite no próprio poder, mentalize só o sucesso e conquistará tudo de que precisa para viver melhor.
Experimente e verá!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:13 am

Enfrentando o desânimo
Quando nada dá certo, a pessoa costuma culpar os outros e dizer que não tem sorte.
Dando força a essa crença, a situação tende a piorar e pode chegar ao extremo de uma depressão.
A vida perde o sentido, e nada mais lhe dá prazer.
Uma situação como essa é o resultado de sua maneira equivocada de ver a vida, acreditando que os outros têm poder sobre você.
É bom lembrar que, apesar de você ignorar o imenso poder de decisão que possui, ele continua sendo exercido por meio das escolhas que faz, e a responsabilidade dos fatos que estão acontecendo é só sua.
Todos desejamos ser aceitos, admirados, e fazer o que é certo.
Por cultivar uma imagem negativa de si mesmo, você teme errar e ser criticado.
Não confia na própria capacidade e, em vez de procurar desenvolver o conhecimento, prefere dividir a responsabilidade com os outros.
Se der errado, tem a quem culpar.
Não faça isso com você.
Não há duas pessoas iguais.
Cada espírito tem seu próprio processo de evolução, reflecte experiências e necessidades de outras vidas, e traz uma programação diversa da sua.
Ninguém sabe qual é a sua necessidade, o que você veio buscar nesta encarnação, qual é sua vocação e qual a programação que a vida fez para seu progresso.
Podemos admirar pessoas evoluídas, aprender com elas, mas sempre preservando nossa individualidade.
O que dá certo para elas pode não dar certo para você.
Reconheça que, se sua vida vai mal, é porque está usando mal o poder que Deus lhe deu.
Só você pode mudar isso.
Tenho falado muito sobre a necessidade de cultivar o optimismo.
Estou vendo você dizer:
— Como posso ser optimista se está tudo ruim?
Você pode começar observando quais são as frases negativas que costuma dizer todos os dias e prometer a si mesmo que vai parar com isso.
É bom também reconhecer suas qualidades e expressá-las sem medo de errar.
Aprendemos mais com os erros do que com os acertos.
Durante algum tempo, os pensamentos ruins aparecerão em sua mente, mas não lhes dê importância e insista no bem.
Assuma o comando de sua vida, e controle sua mente.
O ego se expressa por meio dela e reflecte as crenças negativas de todas as pessoas e até dos desencarnados.
Cuide-se. Troque um pensamento ruim por um bom com naturalidade.
Com o tempo, eles irão desaparecendo.
Expresse seus sentimentos e não se obrigue a fazer o que não quer apenas para satisfazer os outros.
Coloque-se, dizendo o que sente.
Isso não é egoísmo, mas valorização.
Esse é o caminho para conquistar tudo de bom que você deseja.
A vida espera que você faça a sua parte, para lhe dar o melhor.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:13 am

Você pode mudar sua vida
Há pessoas fortes que, diante dos desafios do dia a dia, não esmorecem, continuam firmes procurando meios de dar a volta por cima.
Geralmente conseguem.
Em contrapartida, há outras que são fracas e diante de qualquer dificuldade se desesperam, perdem o controle, não vêem saída e, quando tomam uma atitude, fracassam.
O que faz a diferença?
Você pode pensar que isso acontece por causa do nível de evolução de cada um, uma vez que uns estão mais evoluídos do que outros.
Se examinarmos melhor a questão, perceberemos que não é bem assim.
Os espíritos iluminados, quando reencarnam, sobressaem.
Olhando em volta, não nos parece que haja muitos deles encarnados no momento.
Meu filho Luiz Gasparetto costuma afirmar que: VOCÊ ESTÁ ONDE SE PÕE.
Essa é a grande verdade.
Dependendo da forma como vê a vida e se vê, você direcciona sua força.
Essa energia está dentro de nós e obedece ao nosso comando.
Certa vez vi o caso de uma mãe cujo filho foi atropelado, ficou preso embaixo do carro e ela foi capaz de sozinha levantar o veículo e tirar o filho de lá.
Como ela fez isso?
A força estava lá e, diante do perigo, ela a utilizou.
Essa força está também dentro de você e obedece ao seu comando.
Se não confia em si, julga-se fraco e incapaz, menos preparado do que os outros está colocando toda sua força contra si mesmo e ela vai empurrá-lo para baixo.
Você se sentirá cada dia mais fraco, os problemas vão se multiplicar em sua vida, sem que apareça uma saída.
Em nossa cultura há muitas crenças falsas que são aceitas como verdadeiras sem serem questionadas.
Elas atuam no subconsciente, influenciando as pessoas a tomarem atitudes inadequadas, que resultam em sofrimento.
Se sua vida está ruim, você pode mudar isso, analisando suas crenças.
Anote em um papel todos os pensamentos negativos que passam pela sua cabeça durante um ou dois dias para verificar como anda seu emocional.
Depois, faça uma lista de todas as suas qualidades, de como gostaria que sua vida fosse.
Não pense pequeno. Você merece o melhor.
Deseja ficar no bem e ser feliz.
Imagine que já possui tudo que precisa que as pessoas o aceitam, que seus relacionamentos são bons, que sua situação financeira é maravilhosa.
Nessa hora vai aparecer um pensamento de que tudo isso é impossível, é ilusão.
Não dê importância, reafirme sua posição optimista.
Durante alguns dias os pensamentos negativos vão incomodá-lo.
É natural, porque você os cultivou durante toda sua vida e eles ainda estão lá.
Reaparecem para serem eliminados.
Não ceda à descrença.
Acredite no próprio poder.
Você está onde se põe.
Observe que quem acredita que pode tem sucesso.
Experimente e verá.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:13 am

Insatisfação
Há pessoas que, por mais que as coisas estejam correndo bem, nunca estão satisfeitas.
Você é uma delas?
Acreditou que sua vida iria melhorar quando comprasse um carro (claro que zero, para não dar problemas), trabalhou duro para conseguir pagar a despesa, ficou radiante quando colocou o veículo na sua garagem.
Na primeira semana desfilou com ele por vários lugares, mostrou-o aos amigos, sentiu o gosto da liberdade.
Mas dias depois tudo voltou ao normal, a insatisfação reapareceu forte.
Seu relacionamento afectivo estava sem graça, você estava carente de um amor, então acabou a relação e partiu em busca de algo melhor.
Entusiasmou-se por alguém, investiu na relação, mas algum tempo depois a euforia acabou, a insatisfação voltou e você decidiu acabar e procurar outra pessoa melhor.
Trabalhando em uma empresa boa havia alguns anos, sentia-se cansado da rotina, reclamava quando tinha que ficar alguns minutos além do horário estipulado ou fazer alguma coisa a mais do que lhe competia a função.
Esperava ansiosamente pela promoção a que, pela organização da empresa, tinha direito.
Mas quando chegou o momento, a direcção colocou outro em seu lugar e você se sentiu injustiçado.
Não suportou e pediu demissão.
Como tinha um bom currículo, em menos de um mês arrumou outro emprego, em uma posição melhor e com um salário maior.
Ficou radiante e pensou:
"Agora sim estou muito bem!
Daqui pra frente tudo vai melhorar".
O entusiasmo durou dois meses, findo os quais começou a ficar insatisfeito de novo.
De onde vem esse sentimento?
Porque você não curte as coisas boas que possui?
O que o faz não valorizar o que tem e desejar sempre mais, sem nunca se sentir realizado?
A causa desse sentimento está dentro de você e é inútil procurar resolvê-la através das coisas de fora.
Seu espírito é vida e, ao reencarnar na Terra, ele trouxe um projecto divino de progresso para desenvolver aqui.
Cada espírito possui uma vocação e só é feliz quando consegue utilizá-la.
Para alcançar esse objectivo, é necessário controlar a mente, onde estão todos os condicionamentos mundanos, acumulados e aprendidos durante as várias encarnações passadas.
É um trabalho consciente de esforço e persistência, porquanto muitos deles já estão automatizados, tornaram-se viciosos e atuam até contra nossa vontade.
Se você substituir cada pensamento negativo por um positivo, expressar seus sentimentos íntimos, só fazendo o que acredita, não se deixando levar pelos outros, seu espírito se manifestará em toda sua grandeza, sua luz vai brilhar e nunca mais você sentirá a dor da insatisfação. Experimente!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:13 am

Como vai sua vida?
Como vai a sua vida?
Como é o mundo em que você vive?
Não me refiro aos acontecimentos que se materializam à sua volta, mas à forma como você os interpreta.
Quanto maior seu senso de realidade, mais competência você terá para lidar com os desafios do dia a dia.
Em uma sociedade que valoriza as aparências, as pessoas tentam ser aceitas, criando papéis que não condizem com seu temperamento, limitando-se, obrigando-se a fazer coisas das quais não gostam, perdem o prazer da realização plena.
A maioria das pessoas age dessa forma.
Por trás dessa atitude estão as falsas crenças aprendidas às quais demos crédito.
Elas distorcem as coisas e nos impedem de enxergar aquilo que é.
Além disso, nossa imaginação é muito fértil e com facilidade entra na ilusão, sem saber que, ao fazê-lo, está programando a própria frustração.
Essa dificuldade de enxergar a verdade nos coloca em situações delicadas que acabam sempre em sofrimento.
Quando simpatizamos com uma pessoa, costumamos projectar sobre ela todas as qualidades que gostaríamos que ela tivesse, confiamos nela sem observar os traços negativos de sua personalidade.
É o que acontece em muitas famílias em que os pais não querem ver os pontos fracos dos filhos.
Essa omissão pode vir a custar muito caro, porque, ao observar os pontos fracos já na primeira infância, pode-se encontrar ajuda profissional e tomar atitudes correctivas adequadas, auxiliando-os a vencerem as suas dificuldades.
Querer enxergar a verdade não implica julgar as pessoas ou entrar na maldade.
Trata-se apenas de proteger-se de futuros aborrecimentos, preservar a própria integridade e até ter a chance de ajudar as pessoas.
O inverso também acontece.
Quando implicamos com uma pessoa (às vezes somos muito implicantes), seja pelo que for, costumamos ver apenas seus pontos fracos, ignorando tudo que ela possa ter de bom.
Se você implica com uma pessoa com a qual tem de lidar no dia a dia, em vez de criticá-la, de desejar afastá-la, reaja, tente descobrir suas qualidades.
Essa é a forma mais adequada de lidar com essa situação.
Quando você muda a maneira de ver, muda todas as coisas à sua volta.
Enquanto continuar criticando, rejeitando a pessoa, estará fortalecendo energeticamente a ligação entre vocês.
Só o entendimento e a aceitação das diferenças, percebendo aquilo que é, solucionarão a situação.
Ou vocês se entendem e passam a ter um relacionamento melhor, ou essa pessoa se afastará, irá para outro lugar onde se sinta mais feliz.
Assim, ambas ficarão bem.
Não tenha medo da verdade.
Ela o libertará.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:14 am

Tempos difíceis
Estamos vivendo dias difíceis, em que a violência tem disseminado o medo, a corrupção, a desonestidade, que são vistas como normais, principalmente entre os que têm nas mãos o poder de evitá-las.
Diante desses factos, fica difícil escapar da sensação de insegurança, de impotência que nos faz acreditar que não há nada a fazer e só nos resta engolir o desencanto e ficar amargando tudo que está errado.
Isso não é verdade.
Nós somos espíritos eternos, em trânsito na Terra, em busca da evolução.
Precisamos olhar o cenário actual sob a óptica espiritual, que muda tudo e nos dá a dimensão verdadeira desses acontecimentos.
A evolução é individual, e o livre-arbítrio determina o ritmo de cada um.
Progredir, seja pela inteligência ou pela dor, é fatal a todos.
Ninguém vai se perder pelo caminho.
Jesus foi muito claro quando disse:
"Se quero que eles fiquem até que eu venha, que te importa a ti?
Segue-me tu!", esclarecendo a necessidade de cada um cuidar de si mesmo.
Essa é a nossa maior responsabilidade e nos será cobrada em qualquer tempo.
Nós não temos como mudar os outros, mas podemos escolher não entrar na maldade deles, ficarmos firmes em nossos conceitos do bem e da espiritualidade.
A maldade é temporária, mas o bem é eterno.
Espíritos de luz estão à nossa volta com o propósito de nos fortalecer, inspirar, mas só poderão fazê-lo na medida em que lhes dermos abertura.
Nós somos donos das nossas escolhas e eles respeitam nosso arbítrio.
A ligação com o bem, com os espíritos de luz, fortalece a imunidade e é nossa melhor defesa.
Só conseguiremos mantê-la sendo verdadeiros em nossas atitudes, disciplinando os pensamentos, respeitando as diferenças e o direito de cada um, pautando suas atitudes pela ética e pelos valores espirituais.
Você acha que é difícil agir assim?
Pelo contrário.
Basta ficar firme nesse objectivo.
Claro que pensamentos negativos vão aparecer, porquanto você lhes deu força durante tantos anos, eles estão gravados em seu subconsciente, criaram condicionamentos e surgem independente da sua vontade.
Você só precisa não se impressionar com eles, mandá-los embora e reafirmar sua crença no bem. Com o tempo vão desaparecer.
Além disso, estamos rodeados por energias pesadas de espíritos ignorantes, atraídos pela maldade de muitos, querendo tirar proveito das fraquezas de cada um.
Quando você não lhes dá acesso, costumam envolver as pessoas em volta, na intenção de atingi-lo.
Não se deixe enganar, fique calmo, firme, confie no bem.
Além de ficar protegido, estará somando energias com os espíritos iluminados que trabalham para melhorar o mundo.
Torne-se um deles e garanta seu bem-estar.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Dez 13, 2017 11:14 am

Você e os outros
Sou daquelas que acreditam que quanto maior nosso senso de realidade, menos sofrimento teremos.
Olhar as coisas como elas são nos dá condições de agir com mais segurança e eficiência em todas as áreas de nossa vida.
Vivendo em uma sociedade que valoriza mais as aparências, em nossas actividades do dia a dia não nos aprofundamos na análise das pessoas com as quais nos relacionamos e, na maioria das vezes, nos deixamos levar pelo que parece.
Além disso, quando simpatizamos com alguém, temos por hábito projectar nela só qualidades, fazemos vista grossa aos sinais que ela possa dar dos seus pontos fracos.
Colocamos muitas expectativas nesse relacionamento e, quando esse alguém revela seu lado fraco, nos magoamos, ficamos frustrados, culpando-a pela nossa infelicidade.
Todos nós temos qualidades e defeitos.
Olhar apenas um lado é mergulhar na ilusão e candidatar-se à frustração.
Em contrapartida, quando implicamos com uma pessoa (e nós somos muito implicantes), só enxergamos nela os defeitos.
E, quando a vida nos une na família ou no trabalho, entramos na crítica, na maldade, nos tornamos preconceituosos.
Fazemos do relacionamento um inferno, nos duelando verbal ou mentalmente.
Se isso está acontecendo com você, é hora de reavaliar a situação, procurar descobrir a verdade.
Para tanto, terá que jogar fora todas as suas ideias preconcebidas e tentar enxergar além do que parece.
Esqueça tudo que pensava e faça de conta que está vendo a pessoa pela primeira vez.
Saia do julgamento.
Ele distorce a visão.
Ligue-se com a pessoa, ignore os pensamentos que surgirão em sua cabeça, e sinta no coração o desejo de vê-la como ela é, com suas qualidades e defeitos.
Insista nisso.
Estou certa de que se surpreenderá.
Perceberá lados dela que nunca tinha visto.
O pensamento pode reflectir os condicionamentos automatizados por falsas crenças aprendidas ao longo da vida, mas o sentir promove a ligação entre seu espírito e o dela e fará uma troca energética verdadeira.
Você pode continuar gostando de uma pessoa, apreciar suas qualidades e, conhecendo seus pontos fracos, saberá precaver-se, evitar futuros problemas, manter um bom e longo relacionamento, uma amizade confiável para ambos.
Já com quem você não se dá bem, conhecendo como ela é, saberá evitar seu lado pior e trazer à tona o que ela tem de melhor, resolvendo o problema.
Ou ela se afinará com você ou sairá de sua vida, indo ser feliz em outro lugar.
Você tem o direito divino de viver uma vida produtiva e mais feliz.
Mas só conseguirá quando aprender a lidar com as pessoas de maneira adequada, olhando as coisas como elas são.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:07 am

Aceitação
Todos nós estamos de passagem neste mundo.
Mergulhados na rotina a que nos acomodamos, esquecemos desse detalhe, nos apegamos a coisas, situações, pessoas, sem lembrar que nada é para sempre.
Tudo se movimenta e muda de instante a instante, mas nós nos seguramos nas coisas, temos dificuldade em aceitar as mudanças.
Nos sentimos seguros com a aquisição de bens materiais, com a união familiar, com a admiração dos amigos e da sociedade.
Todas essas coisas nos ajudam a viver melhor, nos apoiam, mas vão se modificar com o tempo.
Assim sendo, o melhor é valorizar os momentos bons que vivenciamos, sabendo que, quando chegar o da mudança, será preciso aceitá-la com coragem e naturalidade.
Agarrar-se a algo que acabou é sofrer sem remédio, atrair depressão, agravar a situação.
Toda perda é dolorosa.
A morte de um ente querido, mesmo quando você sabe que o espírito é eterno, que a vida continua, causa dor.
Um relacionamento em que você colocou muito amor e termina em separação pode fazer acreditar que todo bem de sua vida acabou e que nunca mais será feliz.
Uma perda financeira que muda seu padrão de vida traz insegurança, causa desconforto e preocupação.
Todavia, não aceitar aquilo que é, revoltar-se, brigar com a vida, só alimenta o desalento e a tristeza.
Por mais que você deseje, não conseguirá trazer de volta um tempo que terminou.
É ficar parado na dor, sofrendo inutilmente.
Perceba que essa é uma escolha sua.
Ao fazê-lo, demonstra que não confia na sabedoria da vida, que Deus não mora dentro de você e que precisa resolver sozinho todos os problemas que o afligem.
Você está jogando fora todo auxílio que a bondade divina oferece a quem aceita o que não pode mudar e busca ajuda espiritual com fé e humildade.
A vida trabalha em nosso favor.
A necessidade de aprendizagem, os pontos fracos que ainda temos é que atraem os desafios em nosso caminho.
Enfrentá-los com coragem desenvolve a força interior, aumenta a lucidez, amadurece.
A evolução do espírito é lei da natureza.
Deixar o passado ir embora, aceitar o novo é abrir espaço para que o progresso possa entrar em sua vida, trazendo conhecimento e satisfação.
As coisas mudam, mas ninguém nem nada pode tirar o que pertence a você por direito divino.
O amor que sente pelos que se foram continua existindo e um dia os unirá de novo.
Se perdeu bens materiais, ganhou experiência para administrar melhor os recursos que virá a possuir.
Afinal, uma perda, seja do que for sempre deixa um vazio, mas abre espaço para a conquista de algo melhor.
Pense nisso.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:07 am

Não dê força ao negativo
Espíritos amigos têm nos alertado sobre o aumento da densidade energética em nossa atmosfera, ressaltando a necessidade urgente de controlarmos nossos pensamentos a fim de mantermos nossa integridade.
Estamos vivendo em uma sociedade que valoriza as aparências, os valores éticos estão distorcidos, há muita corrupção, violência, descaso no uso dos recursos naturais do planeta e da coisa pública.
Embora haja pessoas do bem que se esforçam para manter-se equilibradas, nem sempre conseguem isolar-se do padrão negativo que esse estado de coisas promove.
Diante desse quadro, alguns descrêem do bem, jogam fora seus escrúpulos, resvalam na aparente "facilidade" da desonestidade como forma de defender-se da maldade alheia e juntam-se a eles.
Apesar do que parece, a ética espiritual ainda vigora nas leis universais que regem a vida.
Você é livre para escolher, mas obrigado a colher os resultados de suas escolhas.
É melhor ficar no bem.
Não é fácil suportar o assédio das energias pesadas que nos cercam, sugerindo pensamentos ruins, provocando mal-estar físico e com o qual não sabemos lidar.
Além disso, espíritos maldosos aproximam-se dos desavisados, sugando suas energias em proveito próprio.
É preciso aprender a não se deixar envolver por essas energias.
No mundo energético que nos rodeia, há as energias elevadas que restauram nosso equilíbrio e provocam bem-estar.
Você pode escolher ligar-se com elas para se proteger.
Mas é preciso ficar atenta ao que acontece em seu mundo interior e controlar seus pensamentos.
Não dar força aos que são ruins, substituindo-os por bons, sem dramatizar.
Não importa se eles vêm de fora ou de uma falsa crença automatizada que você tem.
Não é bom, esqueça.
Quando você não dá importância, eles vão embora.
Preste atenção ao que você fala.
As palavras têm força.
Tudo que você fala, pensa, discute, dá força, entra em seu mundo e passa a fazer parte de sua vida.
Não comente o que você teme, nem os factos ruins da mídia ou os problemas que acontecem com quem você ama.
Faça uma prece, peça ajuda espiritual para os envolvidos, entregue o caso nas mãos de Deus.
Cultive o bem, crie projectos positivos para sua vida, imagine como realizá-los, mas não conte aos outros para não dispersá-los.
É em Deus que você pode confiar seus desejos íntimos de progresso.
Deus é o nosso provedor e pode tudo!
Peça inspiração divina, faça sua parte e confie na vida.
Se tiver se libertado das energias negativas e se ligado com Deus, tudo dará certo.
Experimente e verá!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:08 am

Perda de um ente querido
A morte de uma pessoa querida é um momento de mudança e de reflexão.
Acreditar que Deus não erra acalma, conforta, ajuda.
Aceitar o irremediável é superar a dor, enquanto a revolta só faz aumentá-la.
Visualizar os momentos dolorosos, o sofrimento daquele que partiu, agrava a ferida.
Não aceitar os factos que não pode mudar é inútil, deprime e atrai doenças.
Além disso, angustia muito o espírito recém-desencarnado.
Se o espírito já tiver conhecimento de que a vida continua, logo recupera a lucidez e quer contar aos familiares que continua vivo e está bem.
Mas sente-se frágil, emocionado e, diante da comoção dos parentes, não quer deixá-los.
Recusa a assistência dos espíritos amigos, agarra-se aos familiares, quer ajudá-los, não consegue e todos sofrem.
O espírito recém-desencarnado precisa saber que todos ficarão bem sem ele e têm coragem para seguir adiante.
Só assim terá coragem para enfrentar a nova vida.
A reencarnação e a morte são mudanças naturais.
Quantas vezes já passamos por elas?
Nossa cultura materialista tem dramatizado a morte excessivamente.
Nos fixamos na decomposição física, na transformação da matéria, esquecidos de que ela, sem o espírito, é nada.
É o espírito que vitaliza e une os elementos físicos de nosso corpo, que se desagregam quando ele se afasta.
Se você crê em Deus, tem que admitir que Ele é perfeito, é bom e nunca faria nada ruim. Logo, aquele desastre horrível, aquela morte trágica, aquele quadro doloroso pode ter sido suavizado e a pessoa não ter experimentado nenhuma dor. Quem nos garante que o espírito não tenha sido retirado do corpo alguns segundos antes de ser atingido?
Que aquela pessoa na UTI, em coma, nem tenha percebido os aparelhos perfurando seu corpo e tenha se ausentado antes?
Nos relatos dos espíritos desencarnados de forma violenta, a não ser em alguns casos de suicídio, no qual precisam ir fundo na experiência que escolheram, eles mencionam que acordaram no astral sem terem passado por grandes sofrimentos físicos.
Lamentam, isso sim, o inconformismo dos parentes que ficaram, que os chamam e os atraem justamente para o local que preferem esquecer.
A morte é apenas um momento de transformação, porque só existe vida.
Quem morreu voltou a seu plano de origem e vai repensar seus acertos e enganos.
Vai reencarnar mais experiente em nova oportunidade e ser mais feliz.
Se você perdeu um ente querido, liberte-o agora!
Mande embora a tristeza, celebre a vida, a beleza, a perfeição do Universo.
Coragem! O parente que partiu agradece!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:08 am

Desespere não leva a nada
A maioria das cartas que tenho recebido é de pessoas desesperadas, pedindo ajuda.
Casos de separação, desemprego, perda de entes queridos, solidão, procura de amor.
Pessoas atormentadas, em busca de uma saída, esperando que alguém possa lhes dar uma receita que, como em um passe de mágica, resolva todos os problemas.
Isso é ilusão. Ninguém pode buscar nos outros uma resposta que está dentro de si.
Se você se desespera, é porque quer as coisas do seu jeito, sem perceber que, para seus projectos se realizarem, terá de descobrir o caminho certo.
A vida funciona regida por leis divinas e perfeitas que mantêm o equilíbrio da natureza e trabalham em favor da evolução.
Conforme você atua no dia a dia, ela responde com factos indicativos do seu desempenho.
Esses factos são a chave para a solução dos seus problemas.
Eles comprovam que suas escolhas foram equivocadas.
Está na hora de tentar se acalmar, parar, analisar os factos.
Cada um deles pode ser visto de vários lados. Use a imaginação e procure descobrir quantos lados consegue enxergar de cada um.
É um exercício muito produtivo que abrirá sua mente, fazendo-o ir mais fundo na busca da verdade.
Só essa atitude já fará com que você veja a situação com menos dramaticidade.
A falta de fé em Deus e em si mesmo enfraquece, traz sensação de impotência e incapacidade, torna o problema grande demais.
Reaja, pare de se queixar, não se culpe pelo que deu errado, seja mais optimista.
Para sair dessa crise de desespero e ir gradativamente resolvendo seus problemas, comece por entender que se preocupar, ficar angustiado, imaginar o pior, trava sua lucidez e só piora as coisas.
Ligue-se com Deus, creia na bondade divina e peça a Ele que lhe mostre o que tem de fazer para conquistar a felicidade.
Parece simples, mas funciona. Para mudar sua vida, você não precisa tomar nenhuma providência externa, basta modificar suas atitudes.
Tudo que lhe acontece é uma mensagem da vida tentando equilibrar seu mundo interior.
É dentro de você, da forma como olha e escolhe suas atitudes, que está a causa do que lhe acontece.
A certeza de que Deus é seu suprimento e está no leme de tudo o aliviará e dará coragem para superar as dificuldades.
Se persistir, em pouco tempo as coisas começarão a se modificar, fazendo com que sua fé aumente a cada dia.
Quem tem fé faz a parte que lhe cabe, se esforça para ficar no bem e entrega todos os problemas nas mãos de Deus, conquista a serenidade e consegue viver melhor.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:08 am

Afinidade energética
Você tem uma sensibilidade aguçada e vive às voltas com captações de energias de toda sorte?
De repente começa a sentir dor de cabeça, enjoo, inquietação, vontade de sair correndo, mal-estar geral?
O médico não encontrou nenhuma doença, culpou a agitação da vida moderna, receitou-lhe alguns calmantes?
Aconteceu comigo anos atrás, e quando eu tomei o calmante fiquei pior, porque, tendo relaxado o sistema nervoso, anulei qualquer reacção e essas energias intrusas tomaram conta de mim.
Essa é uma situação real com que é preciso aprender a lidar.
O pensamento é uma força viva cujo teor dá forma à energia e cria um bloco que permanece actuante na atmosfera.
De acordo com a Lei da atracção mental, cada pessoa atrai essas energias pela afinidade.
Aí você vai dizer que isso não é verdade.
Que é uma pessoa boa e não fica no mal.
Quando comecei a estudar a mediunidade, eu também pensava assim.
Ia ao centro espírita buscar ajuda, melhorava durante certo tempo, mas os sintomas voltavam.
Eu atraía energias de espíritos desequilibrados e de pessoas encarnadas.
Naquele tempo, as via como sendo algo natural do processo, resultado da maldade do mundo e, como não tinha saída, era obrigada a aceitá-las.
Com o tempo aprendi que estava enganada.
Deus só age no bem e nos deseja o melhor.
O poder do mal é relativo e só age como pano de fundo para que o bem se expresse.
Acreditar que ele possa nos dominar contra nossa vontade é ignorar a força do nosso espírito, criado à semelhança de Deus, com amplo poder para gerenciar as forças que nos circundam.
Os espíritos de luz me ensinaram a enxergar a beleza da vida e descobrir como ela funciona objectivando nossa evolução.
Que enquanto não olharmos para dentro de nós, não melhorarmos nosso conhecimento ético e espiritual, não nos esforçarmos para melhorar nossos pontos fracos, ficaremos à mercê de energias negativas que dão o teor do quanto ainda nos falta para nos tornarmos pessoas lúcidas, capazes de compartilhar com a vida, trocando com ela, através das pessoas, todas as coisas boas que conquistamos, seja no campo do conhecimento, abrindo caminho para o progresso, como na manutenção das forças do mundo material que precisam continuar recebendo novos espíritos que precisam estagiar neste planeta.
Trabalhar em favor de si mesmo é crescer espiritualmente, se preparando para dividir as conquistas com os outros de maneira adequada e produtiva.
Seu bem-estar e prosperidade em todas as áreas de sua vida só se realizará quando você entender essa realidade.
Eu estou tentando esse caminho e tenho obtido sensível melhora em tudo.
Não dê poder ao mal e só acredite no bem.
Assim você vencerá!
Experimente e verá!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:08 am

Sensibilidade
Analise: se você, sem causa aparente, é instável, vai da alegria à tristeza; sente dores estranhas pelo corpo; tem queda de pressão, falta de ar, arrepios; sai de casa bem e, ao entrar em algum lugar, sente-se indisposto, com vontade de sair correndo; sonolência incontrolável; é amável com alguns e com outros quer brigar; sente medo, insatisfação, não dorme direito, vai ao médico, que não encontra nenhuma doença e diz que é sistema nervoso; tem pensamentos esquisitos, sente inchaço nas mãos, na cabeça, dormência nos membros; sonha que está voando, caindo ou vê seu corpo adormecido na cama...
Se um pouco disso estiver acontecendo com você, é hora de descobrir que tem mediunidade.
Quando a mediunidade aflora, é preciso aprender a lidar com as energias.
Se você fosse equilibrado emocionalmente, só captaria as energias dos iluminados, das coisas boas e se sentiria muito bem. Todavia, isso não acontece com quem cultiva o negativismo e, conforme o nível de seus pensamentos, liga-se a espíritos perturbados, encarnados ou não, e absorve energias ruins que causam sintomas de doenças.
A mediunidade não é responsável por isso.
Só revela os pontos fracos que é preciso equilibrar, o quanto a pessoa é descuidada consigo mesma e está dependente dos outros.
Toda dependência é imaturidade, nos torna fracos, incapazes.
Para crescer, precisamos desenvolver nossos potenciais, cooperar com a vida.
É da lei do progresso, não há como evitar.
Assim, os desafios estão sempre presentes.
Quando enfrentados com coragem, a vida apoia.
Mas para quem nega a própria força, julga-se incapaz, imperfeito, diz não a seu próprio crescimento, os desafios serão cada vez maiores.
A abertura da sensibilidade nos proporciona momentos de extrema felicidade.
A ligação com as forças sublimes da vida traz lucidez, serenidade, força e alegria.
A vida só age para nos ensinar a viver melhor.
Quando ela permite que você seja açoitado pelas perturbações, qual é o recado que ela está lhe dando?
Acredito que esteja lhe dizendo:
"Você é um espírito eterno, criado à semelhança de Deus.
Há vida em outras dimensões além da Terra.
A morte não é o fim.
Os que morreram continuam a viver e a separação é temporária.
Seu estágio na Terra é para aprender a lidar consigo mesmo, reavaliar suas crenças, gerenciar seu mundo interior, angariar conhecimento, amadurecer e voltar melhor ao seu mundo de origem".
É maravilhoso viver essa experiência!
Meus amigos espirituais convidam você a vir connosco descobrir provas da eternidade, reconhecer o próprio valor, aprender a evoluir sem dor e acender a própria luz.
Há muito eles o estão esperando. Você quer?
A escolha é sua!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:09 am

Adopção
"Tenho vontade de adoptar uma criança.
Pode me dizer como a espiritualidade vê a adopção?"
O que prevalece na espiritualidade é a moral cósmica, muito diferente da moral do nosso mundo.
Para ela, toda criança é adoptada, uma vez que os filhos são espíritos independentes que vão estar unidos aos pais físicos temporariamente.
Os pais terrenos não criaram o espírito do filho, nem lhe deram a vida.
Apenas o receberam, contribuindo para que ele pudesse vestir o corpo de carne e se materializasse na Terra.
Todo o processo do nascimento é gerenciado pelo invisível, sem que os pais tenham que fazer nada, a não ser aceitar.
Para a espiritualidade, não há nenhuma diferença entre um filho carnal e um adoptivo.
Todos são necessitados de amor, de amparo e merecem o mesmo tratamento.
Certos pais têm muito preconceito com relação à adoçam, escondendo da criança sua origem.
Ao descobrir a verdade, muitos jovens adoptados se revoltam, sem perceber que a adoçam é uma prova de amor.
Eles foram escolhidos, o que não acontece com os filhos legítimos, que a vida impõe, às vezes até a contragosto, em uma gravidez indesejada.
A verdade é sempre mais adequada.
Dar amor é melhor do que receber.
A vontade de adoptar uma criança vem da necessidade de amar.
Uma criança vai apoiar esse afecto, fazendo-o desabrochar, trazendo alegria e realização.
Alguém me perguntou:
"A criança que virá para mim terá uma ligação espiritual comigo de outras vidas?".
Pode acontecer por vários motivos:
situações mal resolvidas de outras vidas, união por afinidade, programada antes do nascimento, para juntos apoiarem-se mutuamente em projectos evolutivos de alcance pessoal e social.
De vidas passadas ou não, o que realmente importa, o que é certo, é que essa criança será a mais adequada para viver do seu lado durante algum tempo, tal qual em um nascimento através do próprio corpo.
Não importa por qual via ela veio, o que vale são as experiências que irão vivenciar, o quanto cada um pode aprender com isso durante o tempo em que estiverem juntas.
Se você quer adoptar uma criança, deixe falar seus sentimentos, levando para seu convívio a criança que despertar seu interesse.
Conte-lhe a verdade, mostrando que a sua escolha foi por amor.
Seja firme, plantando em seu coração os valores espirituais, porque é isso que a vida espera de você.
Respeite a natureza dela, ajudando-a a descobrir sua própria força, fazendo-a crescer acreditando no bem.
Assim, diante da vida, você vivenciará a nobre função de mãe e se sentirá realizada como mulher.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:09 am

Reflexão para um dia de sol
Não há nada mais agradável do que uma manhã de sol.
Dá vontade de deixar-se ficar sem fazer nada, de usufruir momentos de calma e de lazer.
Todos nós precisamos recarregar nossas baterias para poder enfrentar os desafios do dia a dia.
Estamos vivendo tempos de inquietação, de medo, como se algo terrível fosse acontecer de uma hora para outra.
O noticiário constante de violência e corrupção em áreas que têm a função de proteger os cidadãos faz-nos sentir inseguros e desprotegidos.
Os valores éticos estão sendo tão violados que muitos perderam o senso de avaliação, acostumando-se com as excepções, sentindo-se impotentes para protestar.
É preciso não se deixar envolver por essa apatia que banaliza o mal.
Nós, que acreditamos na vida, na espiritualidade, no bem como chave mestra de nossas atitudes, precisamos reagir e não entrar nessa onda de desânimo e impotência que está invadindo a maioria das pessoas.
Vamos olhar em volta e perceber que, apesar de tudo, a natureza segue se renovando a cada dia, nos oferecendo seus espectáculos cotidianos de beleza e transformação, mostrando que nada é definitivo e de um momento para outro tudo pode mudar.
Depois da tempestade vem a bonança.
Estamos vivendo um momento de transição e dias melhores virão, tenho certeza.
Eu convido você, que pensa como eu, a começar a trabalhar e contribuir de forma positiva para a manifestação do bem.
Feche os olhos e imagine que tudo está como deve ser.
Os poderes públicos estão nas mãos de pessoas íntegras, éticas, que respeitam a vida, o ser humano, visam ao progresso e ao bem-estar de todos.
Que pessoas sábias e cultas, formadoras de opinião, estão na direcção dos meios de comunicação, valorizando arte e educação.
Que a segurança pública é dirigida por pessoas que priorizam a prevenção em lugar da punição.
Que os professores, além da erudição, exemplifiquem o bem.
Que o cidadão comum assuma por inteiro suas responsabilidades familiar, profissional e social, fazendo sua parte.
Situe-se vivendo em um mundo como esse e sinta-se realizado, feliz em todas as áreas de sua vida.
Pensamentos negativos vão aparecer, dizendo que você está iludido, que nada disso é possível.
Não dê importância e insista nesse exercício positivo.
Pensamentos negativos criaram o caos social em que estamos vivendo.
Nós podemos direccionar essa força energética para o bem e criar o mundo melhor que imaginamos.
Juntos vamos apressar as mudanças para melhor.
Nesse dia lindo de sol, pense em tudo isso e acredite: a maldade é temporária e só o bem é real!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:09 am

Vitórias e derrotas
Mais um ano está acabando.
De olhos no futuro, vamos contabilizando nossas vitórias e derrotas.
Ganhando ou perdendo, o melhor é não chorar sobre o leite derramado.
Lamentar as perdas, entrar na culpa, ficar se criticando só vai piorar.
Já as vitórias, ainda que pequenas, aumentam a autoconfiança, nos motivam a seguir adiante.
É o momento para sentir o que vai em seu coração, descobrir como tornar-se uma pessoa mais feliz.
Essa conquista é o que realmente importa.
Você vai dizer que esse poder não está em suas mãos, que depende de outras pessoas e das coisas à sua volta.
Essa ilusão vem da nossa cultura, em que nos ensinaram que ser humilde é nos colocar em último lugar.
Que é feio acreditar em nossa capacidade, desejar subir na vida, conquistar um lugar de destaque.
Por esse motivo é que muitos vivem fora da realidade.
Nossa alma adora brilhar, mostrar eficiência, sentir-se especial, viver cercada de beleza, de conforto, de amor, de bem-estar, de alegria e de paz.
Não assumimos o que somos.
Com medo de não sermos aceitos, sufocamos os sentimentos para entrar nos papéis sociais, não respeitando a própria vocação.
Agindo assim, a vida perde o sentido, deprime, traz insatisfação.
Esse caminho leva às doenças crónicas, à falta de motivação, ao vazio dentro do peito.
A pessoa afunda no desânimo, mergulhando no fundo do poço, ou reage, entregando-se a múltiplas actividades, na tentativa de fugir e não tomar consciência da própria dor.
Se você se sente assim e não acredita que pode reverter a situação, está enganada.
É hora de acreditar, começar desde já a agir.
Em primeiro lugar, jogue fora as falsas crenças que foram colocadas em sua cabeça, não só por seus pais, que cumpriam uma herança de muitos séculos, mas pela religião, que pretendia dominar pelo temor, pregando um Deus que vigia e castiga seus filhos.
Sinta o que vai em seu coração.
Nós somos espíritos eternos, criados à semelhança de Deus, portanto nossa essência é divina.
Dentro de nós estão preciosos potenciais e sentimentos elevados a serem desenvolvidos.
Nosso criador não nos fez sábios, mas, em sua sabedoria, deu-nos chance de sermos os artífices de nosso desenvolvimento, na conquista da própria evolução.
Ao colocar em cada ser uma vocação específica, deu-nos todas as possibilidades para sermos bem-sucedidos.
O poder está em suas mãos.
Só você pode entrar em seu íntimo, descobrir sua verdade, esforçar-se para fazer a parte que lhe cabe.
Descubra as riquezas do seu mundo interior e terá poder para conquistar o mundo de fora.
As vitórias serão mais numerosas do que as derrotas.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Dez 14, 2017 10:09 am

Recados de sabedoria
Desde quando eu era adolescente, adorava coleccionar frases de autores inteligentes, que fazem pensar.
Por esse motivo, meus amigos espirituais costumam me trazer algumas delas, que têm me deliciado e esclarecido.
Senti vontade de dividi-las com vocês.
Eis algumas:
1. Nem sempre o que parece é, mas o que é sempre aparece.
2. Fale menos e observe mais.
A ansiedade distorce os fatos.
3. Pensando você sente, mas nem sempre sentindo você pensa.
4. O ansioso quer estar lá na frente, mas na verdade está andando para trás.
5. Aquilo que parece ser pode não ser o que parece.
6. O ego fala na cabeça, a alma, no coração.
7. Pensar é uma arte onde a inteligência faz a diferença.
8. O pretensioso é alguém que deseja brilhar, mas apagou a própria luz.
9. O tempo cura, mas a vida testa.
10. Não espere nada dos outros.
Na vida você só pode contar com você.
11. Calar é melhor do que falar o que não sabe.
12. Reverter uma situação é fazer o oposto do que está acostumado.
13. Tudo é passageiro e imutável.
Por mais que você se agarre, estará sempre sendo levado pela vida.
14. Cuidado com as cobranças.
Elas podem revelar o que você também não faz.
15. Errar é humano, perdoar é divino.
Como nós ainda somos pouco divinos e pouco humanos, continuamos errando muito e perdoando pouco.
16. Você não é tão mau como pensa, mas pode ser bem melhor do que é.
17. Toda dependência escraviza.
Você prefere ser livre ou escravo?
A escolha é sua.
18. Fazer drama é colocar uma lente de aumento em seus problemas.
19. Toda protecção é boa quando não tolhe a liberdade.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Dez 15, 2017 10:34 am

Natal
O Natal é uma festa de amor.
Mas são tantas as regras impostas para sua comemoração que o prazer da festa se transforma em obrigação.
É preciso distribuir presentes, organizar o tempo que se torna curto.
O dinheiro precisa dar para tudo e você tem de quebrar a cabeça para conseguir fazer com que ele renda o máximo.
Nem sempre é fácil e pode ser que você acabe entrando no próximo ano estressado e endividado.
O que deveria ser uma festa de amor acaba se tornando um pesadelo.
Será que é preciso tudo isso?
Será que você tem de cumprir todas essas "obrigações" sem questionar?
Não seria melhor, em vez de transformar o Natal em uma actividade comercial e trabalhosa, fazer uma comemoração menos traumática e mais dentro do seu verdadeiro significado?
Em vez de correr às lojas atrás de presentes, se esforçando para "adivinhar" o que cada um gostaria de ganhar e que caiba no seu orçamento, por que você não faz algo diferente?
Certamente não pouparia apenas o dinheiro, mas o cansaço que costuma sentir nessa época que, somado ao esforço de um ano inteiro de trabalho, acaba com seu entusiasmo.
A festa de Natal deve ser comemorada com alegria, com afecto.
É a hora em que a família se reúne, troca experiências, apoio mútuo, faz planos para o futuro.
São momentos de cumplicidade que fortalecem e criam laços de amor para sempre.
Você vai dizer que em sua família isso não seria possível porque o relacionamento entre vocês não tem sido bom e, quando se encontram, acabam provocando mais desentendimento.
Não é só em sua família que isso acontece.
Em todos os grupos familiares há os que fazem comentários maldosos o tempo todo, que implicam com tudo, que se colocam como vítimas e só reclamam, que querem impor sua vontade e controlar tudo.
Esses pontos fracos ainda são traço comum nos seres humanos.
Dentro da família, você já tem opinião formada sobre cada um, em que os pontos fracos são a tónica.
Já experimentou tentar notar suas qualidades?
Tanto quanto as fraquezas, elas também estão lá.
No Natal, quando a família se reunir, observe os pontos positivos de cada um, fixe-se neles e, sentindo que são verdadeiros, procure trazê-los à tona.
Se alguém estiver sendo maldoso, não dê importância, mude o enfoque trazendo algo bom.
Livre-se das compras.
Proponha que o presente seja uma contribuição para a ceia, por exemplo.
Isso enriquecerá a ceia, facilitará o trabalho e agradará a todos, unindo-os mais.
Crie um ambiente de entendimento, relembre factos alegres, atitudes edificantes, o ambiente ficará mais leve e agradável.
Depois, tenha um excelente Natal!
Você merece!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Dez 15, 2017 10:35 am

Fim de Ano
O ano está no fim.
Mesmo quando tudo está bem, dá um certo alívio pensar que um ciclo acabou, podemos virar a página e esperar por tempos melhores.
Esse alívio é ainda maior se durante este ano nos defrontamos com muitos problemas.
Vendo-o findar-se, temos a impressão de que todos eles irão embora e então poderemos desfrutar de mais equilíbrio e bem-estar.
Essa trégua, ainda que momentânea, uma vez que os problemas mal resolvidos voltarão em busca de solução, nos oferece oportunidade de respirar um pouco, e se você aproveitar essa chance mais optimista, poderá até encontrar soluções adequadas, libertando-se deles.
Sempre que não temos habilidade para lidar com uma situação que nos incomoda, nos deixamos levar pela emoção, nos desequilibramos, ficamos inseguros, o medo acciona nosso instinto de defesa e agimos de forma equivocada.
A intolerância, a manipulação, o abuso do poder, a maldade, a violência são fruto da nossa ignorância, no sentido verdadeiro da palavra:
não sabemos como fazer melhor.
Com o decorrer do tempo, vamos coleccionando problemas não resolvidos, que podem ter ocorrido em vidas passadas ou na actual.
Ávida é amorosa, conhece nossas dificuldades, não pune nossas fraquezas.
Deixa o tempo passar, espera até que tenhamos aprendido um pouco mais e, conforme nossas possibilidades, vai colocando cada problema em nosso caminho.
Cada problema que surge traz a chance de ser resolvido e nos libertarmos dele.
Mas será preciso confiar na vida e ter coragem de enfrentá-lo.
Nem sempre será fácil, porque, ao nos defrontar com algo que não tivemos capacidade de resolver, cujos factos continuam arquivados em nosso inconsciente, sentiremos de novo as fortes emoções de então e será preciso muito esforço para, em meio a esse tumulto, encontrar a serenidade capaz de nos conduzir à libertação.
Fugir dos problemas será postergá-los, sabendo que um dia eles voltarão em busca de solução.
Aproveite a trégua, mas antes que os mesmos problemas voltem a assombrá-lo, tente resolvê-los.
Reveja os que ainda o estão incomodando, analise seus sentimentos a fim de entender que atitude sua os teria provocado.
A causa está dentro de você, radicada em suas crenças, seus medos e fraquezas.
Só você pode identificá-la. Conseguido isso, será fácil saber como solucioná-los à medida que eles forem surgindo.
Livre dos problemas que o infelicitavam, poderá com serenidade e alegria programar as conquistas que fará daqui para a frente.
Fazendo sua parte com competência, optimismo, construirá uma vida melhor.
Feliz Ano Novo!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Dez 15, 2017 10:35 am

Ano Novo
As festas acabaram e estamos entrando em um novo ano, renovando expectativas, fazendo projectos, com vontade de melhorar nosso desempenho.
Quais são os seus sonhos e prioridades?
Claro que o mais importante é ser feliz, mas como encontrar o caminho?
Em um mundo tão contraditório onde, além dos desafios do cotidiano, desconhecemos o futuro, parece impossível.
Tacteamos no escuro procurando saídas, pressionados pela necessidade de assumir a responsabilidade pelas nossas escolhas que, embora livres, nos forçam a recolher seus resultados.
Como viver nessa corda bamba onde a insegurança ronda nossos passos, provocando reacções às vezes inesperadas, demonstrando que ainda não nos conhecemos o suficiente?
Se parece difícil, é preciso reconhecer que nunca nos faltou o auxílio dos espíritos superiores, que desde o início dos tempos têm se manifestado, revelando que estamos na escola da Terra para aprender a viver melhor.
Deixar o astral e se revestir de um corpo de carne é como vestir um escafandro e mergulhar no fundo do mar.
Os movimentos tornam-se lentos, o que oferece ao espírito a percepção de certos detalhes de sua personalidade.
Isso não seria possível no mundo astral, que é constituído de matéria molecular muito mais rápida.
Viver na Terra é estar em câmara lenta, e o esquecimento do passado provocado pela densidade terrestre alivia um pouco o peso dos problemas não resolvidos que carregamos em nosso inconsciente.
Os mestres espirituais ensinam que estamos vivendo aqui para melhorar nosso senso de realidade e aprender como a vida funciona a fim de melhorar nosso desempenho.
A vida na Terra nos oferece a chance de darmos um passo à frente e conquistarmos uma vida melhor.
É a ignorância (o fato de não saber) que trava nosso progresso, uma vez que a essência espiritual está dentro de nós que fomos criados à semelhança de Deus.
Entrar em seu coração, prestar atenção ao que sente é ligar-se à sua essência e ficar uno com Deus.
É sentir suas qualidades e expressá-las, valorizando seu potencial.
É tocar sua alma e saber o que para ela é prioritário, e fazer disso o foco de seus projectos.
Dessa forma você vai dizer à vida o que deseja obter e ela, que age em favor do seu progresso, lhe dará.
Terá inspiração para solucionar os desafios.
Ligando-se ao apoio divino, terá segurança, mandará embora todos os medos, porque sabe que seu espírito é eterno e a vida trabalha em seu favor.
Por tudo isso seja grato e trabalhe em favor do meio ambiente deste maravilhoso planeta que lhe deu a grande chance de evoluir.

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 80499
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Hora é Agora! / Zibia Gasparetto

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum