Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Jun 23, 2018 10:34 am

42 LISTA DE PERGUNTAS - II
Continuando com minha lista de perguntas para você responder.
— Se o perispírito é o modelo sobre o qual o corpo físico se constrói, o perispírito possui genitália?
— Como uma cidade no Mundo Espiritual é administrada?
Tem política e disputas eleitorais?
— Todos os espíritos se comunicam telepaticamente?
— As diferentes raças continuam diferentes na Vida de além-túmulo ou, por exemplo, todos os perispíritos se apresentam com o mesmo traço e cor racial?
— Qual a finalidade da existência de água no Mundo Espiritual?
André Luiz nos diz que "Nosso Lar" é banhado pelo "Rio Azul"; esse rio contém vida aquática? O que você acha?
— Se uma pessoa que não sabe nadar, porventura, cai nas águas do "Rio Azul", há possibilidade de ela morrer afogada?
— Você acha que toda cidade existente no Mundo Espiritual, da Europa, por exemplo, é como a cidade de "Nosso Lar"?
— Por que André Luiz se refere a "Nosso Lar" como "colónia" e não como "cidade"?
Em 1943, "Nosso Lar" contava um milhão de habitantes.
Será que a cidade cresceu ou ainda é a mesma?
— Em "Missionários da Luz", André Luiz afirma que o perispírito envelhece.
Sendo assim, poderá o perispírito morrer de velhice?
— Qual é a função da Medicina no Mundo Espiritual? Tratar apenas dos encarnados?
O perispírito pode adoecer no Além?
— No Mundo Espiritual podem acontecer assassinatos?
— Você é daqueles que acham que no Mundo Espiritual tudo é criação da mente?
Em caso afirmativo, responda:
Sobre a Terra, o que não será criação da mente?
— Como é que um espírito, ignorante do Espiritismo e da Mediunidade, pode entrar num Centro Espírita e comunicar-se através de médium?
Bem, se você conseguir responder à metade destas duas dúzias de perguntas, sem gaguejar e divagar, sua cabeça de espírita já estará deixando de pensar com a cabeça do católico.

43 ESTRADA DE DAMASCO
Realmente, no tempo actual, o contacto com o conhecimento espírita, desde nossas incontáveis existências no corpo, nos tem sido uma oportunidade única.
Nunca soubemos tanto a respeito de nós mesmos quanto sabemos agora; nunca pudemos viver com tanta consciência do que somos e do que estamos fadados a ser.
Jamais dispusemos de tantas informações sobre a Vida além da morte, a estender-se por infinitas Dimensões, de cuja existência nós sequer suspeitávamos.
De repente, viver ganhou significado muito mais amplo do que pouquíssimas pessoas puderam compreender antes de nós e, assim mesmo, não tão profundamente quanto nos é dado compreender.
Conhecer o Espiritismo, para mim e para você, tem sido o que, para Saulo de Tarso, representou a visão do Cristo Revivo, porque o Espiritismo, sem dúvida, é nossa estrada de Damasco.
E, a exemplo do ex-doutor da lei, precisamos perguntar a Jesus, que, através do Espiritismo, veio nos resgatar de nossos muitos equívocos:
- Senhor, que queres que eu faça?!
Interessante que Saulo, convertido em Paulo, não ficou na expectativa de que mais lhe fosse feito - a bênção daquele momento inusitado foi mais que suficiente para que ele se dispusesse a começar a fazer alguma coisa - espírito extremamente voluntarioso, de imediato, submeteu-se à vontade do Senhor.
Quantos, infelizmente, no Espiritismo, permanecem na expectativa de que mais lhes seja feito, para somente então, a partir daí, começarem a fazer algo?!
Será que você é um desses?!
O que mais espera que o Espiritismo faça por você, a fim de descruzar os braços e começar a servir sua Causa, que, em essência, é a Causa do Cristo em favor da Humanidade?!
Talvez esteja esperando ser convocado para a execução de uma grande tarefa, que pode ser empunhar uma vassoura e varrer o chão ao redor, que, por ser algo nunca feito por você, é realmente uma tarefa de espantar quantos nunca o viram em demonstração de tamanha humildade!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Jun 23, 2018 10:34 am

44 SUCATA
Sinceramente, eu não sei como ainda existe gente que deseja saber de suas vidas pretéritas.
O passado da maioria de nós outros só tem sucata!...
É material a ser reciclado em cadinho a alta temperatura.
Pelo que você é hoje, anima-se em saber o que você foi ontem?
Em caso de resposta afirmativa, parabéns!
Você é mesmo um homem ou uma mulher de coragem.
Estando, presentemente, no Mundo Espiritual, eu não sei o que fui e nem quero saber.
Cerca de 90% dos espíritos que, na actualidade, estão encarnados na Terra, como dizia minha sábia mãe, não foram boa bisca, não!
Se, porventura, me perguntarem a respeito, responderei sem pestanejar:
- Convém deixar isso para lá.
Não remexa, que fede!
Se fomos descendentes de índios que habitavam o Brasil, há grande possibilidade de termos sido antropófagos, daqueles que dizem ter comido o pobre do Bispo Sardinha - com certeza, confundindo o clérigo com o saboroso peixinho que, em Portugal, assado em brasas, se come com intestinos e tudo...
Se formos descendentes dos europeus que vieram para o Brasil, pior ainda, pois o que já devemos ter aprontado por lá ainda não tivemos tempo de aprontar por aqui.
Os europeus que hoje se gabam de ser muito civilizados foram assassinos, incendiários, estupradores, inquisidores, escravistas, et caterva.
E o carma dessa caterva é maior que o carma da lista anterior.
Então, o negócio é ficar na sua.
Se algum médium ameaçar fazer-lhe revelações, em torno de seu passado, esconjure-o com as palavras:
- Vade retro, Satanás!
Quanto a mim, o que foi ruim eu não quero saber; e o que foi bom é mentira.
Pois, se bondade eu não tenho agora, bondade eu não tive outrora.

45 FLORA E FAUNA NO ALÉM
A Natureza, como não poderia deixar de ser, igualmente se faz presente no Mundo Espiritual.
Contamos com ricas e diversificadas flora e fauna.
Aliás, praticamente todas as Dimensões Espirituais possuem Natureza, e nas Dimensões mais elevadas, ela se revela ainda mais aperfeiçoada.
Na questão número 591, de "O Livro dos Espíritos", Kardec interroga os Mentores da Codificação:
- Nos mundos superiores, as plantas são, como os outros seres, de uma natureza mais perfeita?
Resposta: Tudo é mais perfeito: mas as plantas são sempre plantas, como os animais são sempre animais e os homens sempre homens.
Evidentemente, ao se referirem a "mundos superiores", os Espíritos não se referiam apenas a mundos do Universo material.
Portanto ao estudioso é lícito concluir que, no Mundo Espiritual, as plantas e os animais também se reproduzem, ou seja, "reencarnam" - sim, porquanto plantas e animais, em essência, são o princípio inteligente individualizando-se!
Nas Dimensões inferiores, a Natureza, reflectindo a condição mental de seus habitantes, é extremamente sofrida.
Nesse sentido, você já reparou na descrição de André Luiz, no capítulo IV do livro "Libertação"?!
- "A vegetação exibia aspecto sinistro e angustiado.
As árvores não se vestiam de folhagem farta e os galhos, quase secos, davam a ideia de braços erguidos em súplicas dolorosas.
"Aves agoureiras, de grande tamanho, de uma espécie que poderá ser situada entre os corvídeos, crocitavam em surdina, semelhando-se a pequenos monstros alados espiando presas ocultas."
Todavia a descrição da Natureza, em "Nosso Lar", no capítulo 7:
da obra que possui o seu nome, é completamente diversa: "Forrava-se o solo de vegetação.
Grandes árvores, pomares fartos e jardins deliciosos.
(...) Aves de plumagens policromas cruzavam os ares e, de quando em quando, pousavam agrupadas nas torres muito alvas, a se erguerem rectilíneas, lembrando lírios gigantescos, rumo ao céu".
Agora, aos espíritas ortodoxos, radicalistas, só falta dizer que a Natureza no Mundo Espiritual também é uma criação da mente e que, portanto, não possui existência real.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Jun 23, 2018 10:34 am

46 BICH0S-DE-GOIABA
Nos Mundos Superiores, e neles incluímos as Dimensões Espirituais mais elevadas, insectos e répteis inexistem ou, gradativamente, vão desaparecendo.
Aliás, quantas espécies de animais, répteis, lavras e insectos agressivos já não desapareceram da Terra?!
Com a evolução do espírito, a Natureza em torno também evolui.
Com o desaparecimento de insectos, larvas e répteis, desaparecem, sem dúvida, os seus hospedeiros, ou seja, os microorganismos patogénicos que causam tantas doenças.
Se bem que, na Esfera Espiritual em que, presentemente, me encontro domiciliado, continuamos a lutar, por exemplo, contra vírus e bactérias, que ocasionam doenças ao perispírito.
Algumas espécies de câncer ainda podem acometer-nos.
Claro que, com a evolução, as doenças vão deixando de concentrar-se no corpo físico, para concentrarem-se no espírito - deixam de ser somáticas e psicossomáticas, passando a ser mais de natureza psíquica.
Aos que contestam a existência de répteis no Mundo Espiritual, mormente nas Dimensões mais próximas ao orbe, com base no livro de "Génesis", perguntamos:
O que a serpente estava fazendo no Paraíso?!
Tranquilizem-se, pois, os que, em a Natureza, amam as flores, as árvores, as fontes, os rios, os pássaros e seus animais de estimação, porque eles poderão continuar a amá-los.
Além das espécies de animais nativos da Terra, que sobrevivem à morte do corpo, os amantes da Natureza encontrarão ensejo de amar as espécies de animais nativos do Mundo Espiritual - algumas delas, no futuro, descendentes das espécies existentes, haverão de aparecer na Terra.
Felizmente, porém, algumas Dimensões já estão livres de bichos-de-pé e muriçocas, moscas, hematófagos, pulgas e percevejos, aranhas, pernilongos, escorpiões, baratas e quejandos.
Se bem que, piores do que os bichos-de-pé são, em seu sentido figurado, os "bichos-de-goiaba" existentes na Terra, que não compreendem que a Vida também continua para os seres inferiores da Criação.

47 SE VOCÊ, DE REPENTE
Se você, de repente:
- se deparar internado num hospital, cercado de médicos e enfermeiros sorridentes, que não têm pressa alguma de sair do quarto;
- se receber visitas de desconhecidos corteses, preocupados em desculpar a ausência de seus familiares, que, por andarem muito ocupados, ainda não foram vê-lo;
- se nenhum dos funcionários do hospital, valendo-se de algum momento seu de lucidez, não lhe falar em despesas com a internação, perguntando se você é "particular" ou "convénio";
- se reparar que o hospital em que se encontra internado é mais limpo e organizado que os melhores hospitais de primeiro Mundo, sem uma mosca a voejar sobre o local de sua ferida e nenhuma barata a passear à procura de algo pelo chão;
- se, de quando em quando, experimentar uma sensação de leveza na cabeça, a estender-se pelo seu corpo inteiro, como se você estivesse prestes a flutuar;
- se o seu quadro clínico, em vez de piorar, se mostra melhor a cada dia - e isso sem necessidade de tantos medicamentos;
- se os diálogos que as visitas mantêm com você, nem que seja de maneira subtil e descontraída, sempre se referem à imortalidade da alma;
- se ouvir muitas referências à Terra, como se ela fosse um planeta distante, que você não mais estivesse pisando;
- se, de quando em quando, quadros de reminiscências de sua infância e juventude começarem a desfilar em sua mente, como cenas de uma película cinematográfica;
- se seus sonhos se tornarem mais agradáveis que os habituais, nada tendo a ver com seus pesadelos frequentes;
- se, porventura, lhe aparecer um tio ou uma tia com quem nunca teve oportunidade de estar pessoalmente - ou algum parente outro que, num momento de descuido, possa saudar você com as enigmáticas palavras:
- Seja bem-vindo!...
Meu caro, se isso lhe acontecer, total ou parcialmente, facilitando o trabalho dos que não desejam chocá-lo com a notícia, convém você começar a considerar a hipótese de que esteja desencarnado...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Jun 23, 2018 10:34 am

48 MODISMOS
Há tanto modismo no passe! No entanto, o passe é simples imposição das mãos.
O que foge disso é inutilidade.
Há tanto modismo na mediunidade!
Porém mediunidade, a rigor, é sintonia de pensamento a pensamento.
O que passa disso é imaginação sobreexcitada.
Há tanto modismo no Centro Espírita!
Mas todo e qualquer Centro Espírita é escola, hospital e oficina de trabalho.
O que passa disso é pretensão descabida.
Há tanto modismo nas palestras espíritas, contudo todas elas objectivam, no fundo, tão somente concitar as pessoas à renovação íntima.
O que passa disso é vontade de aparecer.
Há tanto modismo no Movimento Espírita, todavia o que se pretende é apenas e tão somente difundir a mensagem da Doutrina.
O que passa disso é vaidade e personalismo.
Há tanto modismo na Caridade, no entanto, na assistência em geral, o que se procura é o exercício do amor aos semelhantes.
O que passa disso é falta de autocrítica.
Há tanto modismo no campo teórico do Espiritismo, porém a verdadeira novidade continua sendo o Evangelho.
O que passa disso é tentativa de evitar o essencial.
Há tanto modismo nos Congressos, Simpósios e Encontros Espíritas, contudo todo Encontro, Simpósio e Congresso é como a mais simples reunião realizada no mais humilde Centro Espírita.
O que passa disso é elitismo.
Enfim, há tanto modismo espírita por aí, com muitos espíritas querendo mostrar-se mais que a própria Doutrina, sendo, sinceramente, ridículo!
Conheço muito espírita "missionário" que sequer sabe o que é ser voluntário.
Ser espírita é ser cristão, e ser cristão é servir.
O que passar disso é vontade de ser servido, numa bandeja, ao apetite voraz das Trevas.

49 CHICO XAVIER - I
Eu vou dizer a você o que, realmente, eu penso de Chico Xavier.
Para mim, sem dúvida, ele foi a reencarnação de Allan Kardec, o Codificador.
As obras de sua lavra mediúnica e a sua vida apostolar atestam a opinião que defendo, a qual aliás, não é só minha, mas de muitos encarnados e desencarnados.
Estou, porém, convencido de que Chico, dos espíritos integrantes da Falange que, durante 75 anos, com ele trabalhou, era o espírito de maior elevação espiritual.
Não nos esqueçamos de que, enquanto os Espíritos constituíam numerosa equipa na psicografia dos livros que desdobraram e actualizaram a Codificação, Chico, nas frentes de batalha, sempre lutou sozinho.
Muita sabedoria que, habitualmente, atribuía ao espírito Emmanuel pertencia a ele mesmo, que foi muito mais que mero instrumento mediúnico.
Certa vez, em sua casa, Chico confidenciou a amigos, entre eles o Dr. Hércio Arantes, que, durante 40 anos, ele próprio se havia preparado no Mundo Espiritual para ser médium na Terra.
Ora, Kardec desencarnou em 1869, já Chico nasceu em 1910 - um desencarnou no mês de março e o outro nasceu no mês de abril, perfazendo exactos 40 anos, incluindo, caprichosamente, os nove meses de gestação.
O que Chico, no entanto, sabia a respeito da Vida no Mundo Espiritual era muito mais que os Espíritos, por seu intermédio, tiveram permissão para consignar em livro.
Com certeza, não estávamos, como ainda não estamos, preparados para revelações mais amplas.
Por isso, eu tenho a impressão de que Chico reencarnou trazendo inúmeras pérolas nas mãos, com a tarefa de no-las entregar.
Contudo, quando, in loco, pôde constatar o tamanho da nossa ignorância, atento ao que recomendou o Senhor - "Não atireis pérolas aos porcos" -, ele voltou com a maioria delas ao Plano Espiritual.
Tomara, então, que, um dia, ele volte e nos entregue o resto!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sab Jun 23, 2018 10:34 am

50 CHICO XAVIER - II
Há quem diga que Chico Xavier tenha sido a reencarnação de uma das duas irmãs Baudin, Julie e Caroline, que, à época, não passavam de duas moçoilas.
Ao que consta, as duas apenas e tão somente colaboraram com Kardec na elaboração da Ia edição de "O Livro dos Espíritos" - nenhuma participou da recepção das páginas que constam dos outros quatro livros integrantes do Pentateuco.
Após o breve período em que tiveram oportunidade de trabalhar na condição de médiuns, Julie e Caroline, por orientação do próprio Kardec, saíram de cena, não mais se tendo notícia alguma de que, pelo menos, alhures, tenham continuado a actuar como médiuns.
No final do ano de 1857, quando da publicação de "O Livro dos Espíritos", as duas irmãs, que - dizem - estavam noivas, logo se casaram, e foi viver cada uma sua vida.
Como é fácil constatar, nenhuma delas possuía o perfil próprio para encarnar o Comandante-Chefe da Doutrina, papel que, indiscutivelmente, coube a Chico Xavier durante 75 anos do mais legítimo Mandato Mediúnico.
Ainda há quem sustente a opinião de que Chico, não tendo sido a reencarnação de nenhuma das irmãs Baudin, teria sido, então, a reencarnação de Ru-Céline Japhet, que, igualmente, não demorou muito a casar-se.
Há, contudo, indícios de que a Srta. Japhet rompeu com Kardec, principalmente porque desejava ter seu nome como um dos autores de "O Livro dos Espíritos".
Ela chegou a cogitar ingressar na Justiça contra Kardec, para, segundo ela, reaver alguns documentos que lhe haviam sido subtraídos pelo edificador!
Difícil, portanto, muito difícil que Ruth-Celine Japhet pudesse ser a reencarnação de Chico Xavier, o qual, desde o início, abriu mão dos direitos autorais de sua lavra mediúnica.
Enfim, as artimanhas das Trevas, conspirando contra a tese de que Chico Xavier tenha sido a reencarnação de Ian Kardec, pretendem apenas uma coisa:
enfraquecer, doutrinariamente, o Espiritismo, para que a Obra Mediúnica da lavra de Francisco Cândido Xavier não seja considerada como o próprio desdobrar da Codificação.
E, nesse sentido, infelizmente, por incrível que pareça, existe espírita colaborando...

51 CHICO XAVIER - III
Para não admitir que fosse a reencarnação de Allan Kardec, Chico admitiria até ser a reencarnação de... Torquemada!
Por isso, quando o assunto era ventilado, ele ficava bravo, tomava a palavra e contestava tudo.
Claro, se, em algum momento, tivesse admitido que fora Kardec, aí é que ele não seria mesmo, pois a humildade de Chico nunca lhe permitiria concordar com os que acreditassem nisso.
Várias vezes, eu o ouvi desconversar, dizendo:
— Não tenho nenhuma semelhança com aquele homem corajoso e forte...
— Eu fui Flávia, afilha doente de Emmanuel...
— Na Espanha, eu fui Joana, a louca...
— Eu sou um sapo; Kardec era uma estrela...
— Não! Eu não passo de um burro teimoso, puxando uma carroça que transporta muitos documentos importantes...
E, com algumas variações, a coisa segue por aí.
Há quem diga que Chico tinha personalidade feminina, enquanto Kardec era o protótipo másculo e austero.
Certa feita, amigos conversavam na "Comunhão Espírita Cristã" sobre o fato de Allan Kardec ter-se casado com Amélie Boudet.
De repente, Chico, que estava autografando, dando a impressão de que nada escutava, tomou a palavra e disse:
— É, de Jacto, ele se casou, mas se casou com uma mulher nove anos mais velha e que tinha por ele zelos maternais - além disto, não tiveram filhos.
Então, meu caro, a história é esta.
Você fique do lado que quiser, dos que aceitam Chico ter sido a reencarnação de Kardec ou dos que não aceitam.
Quanto a mim, vou dizer a você o que penso:
Chico Xavier ter sido a reencarnação de Allan Kardec é vantagem para Kardec e não propriamente para Chico.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:12 am

52 NA ENCRUZILHADA
Você me escreve dizendo que a sua vida se encontra numa encruzilhada, e que não sabe qual a direcção a ser tomada, porque se sente totalmente prejudicado em sua faculdade de discernir.
Vamos com calma.
Encruzilhada, ao que sei, costuma ser lugar apropriado para fazer-se um bom "despacho"...
Quem lhe disse que existe "despacho" apenas para o mal?!
Portanto, antes de achar que estou troçando com você, por favor, leia-me nestas poucas linhas até ao final.
Claro, nada contra, mas eu não estou recomendando a você que, como ensina a canção, compre "uma garrafa de marafo, marafo que eu vou dizê o nome, meia-noite tu vai na encruzilhada, distampa a garrafa e chama o omê"...
De facto, tal expediente, em alguns casos, pode até funcionar, mas você não precisa seguir todo esse complicado ritual.
Basta que na encruzilhada em que você se sente, com um pouco mais de fé em Deus, "despache" o seu pessimismo para bem longe e, na difícil decisão a ser tomada, faça opção pelo bem do próximo.
Sim, porque o bem do outro, seja ele quem for, é sempre o seu bem verdadeiro.
Não há segredo.
Junto, pois, com o seu pessimismo, "despache" também o seu egoísmo e decida-se pela felicidade alheia, mesmo - escute bem - que, momentaneamente, isto venha a causar-lhe algum prejuízo.
André Luiz, um dos grandes mestres da Espiritualidade, ensina-nos que, "às vezes, vale mais perder para conquistar do que conquistar para perder" - no que, sem dúvida, eu assino embaixo.
Portanto, se você acertar no "despacho", não haverá encruzilhada capaz de causar-lhe embaraço.
Mas não "despache" como andam despachando muitos políticos por aí, porque, se tal acontecer, nem mesmo o omê, com marafo e tudo, poderá ajudar você a sair dessa!

53 ESPÍRITAS SEM IDEAL
Espíritas sem ideal são aqueles que, quando perdem os seus interesses pessoais dentro da Doutrina, abandonam os Centros Espíritas que frequentam.
Alegam falta de tempo e cansaço.
Pretextam que necessitam dar oportunidade a outros.
Argumentam que têm sido mais requisitados pela família e pelos negócios.
A verdade, porém, é que perderam a motivação que realmente nunca tiveram.
Revelam que, infelizmente, seu entusiasmo com a Causa era passageiro.
Provavelmente, de início, mostravam-se perseverantes na tarefa, porque almejavam a projecção de si mesmos.
Objectivavam, inclusive, algum lucro financeiro que não lograram.
Desejavam destaque e reconhecimento que ficaram muito aquém das expectativas de sua vaidade e personalismo.
Por tal motivo, rompendo com os compromissos espirituais assumidos, preferiram recolher-se à quietude de suas casas, desertando do campo de luta.
Nestes, a nosso ver, a fé nunca se enraizou em profundidade.
Com todo o respeito que nos merecem, podemos rotulá-los de companheiros do "oba-oba", que nunca tiveram compromisso com sua consciência.
Em essência, nunca entenderam qual a proposta do Espiritismo e, com certeza, não será nesta sua actual encarnação que irão entender.
Muitos deles se frustraram no exercício da mediunidade.
Percebendo que não eram os missionários que imaginavam ser, não se contentaram em prosseguir trabalhando no anonimato.
A impressão que se tem é de que, ao afastarem-se das actividades espíritas, sequer conseguiram supor que alguém pudesse substituí-los com enorme vantagem.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:12 am

54 ESPIRITISMO E DINHEIRO
Compreendemos que, sobre a Terra, todos têm necessidade de lutar pela própria sobrevivência.
Por esse motivo, longe de nós censurarmos a quem se doa integralmente à Causa, auferindo, pelo seu trabalho, o indispensável pão de cada dia.
Evidentemente, Espiritismo não é e nunca será profissão, mas, no mundo de hoje, toda e qualquer actividade, religiosa ou não, requisita tempo de quem a ela se consagra.
Dirigindo a sua palavra aos setenta, anotada por Lucas, no capítulo 10, versículo 7, Jesus lhes faz a seguinte recomendação:
"Permanecei na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem; porque digno é o trabalhador do seu salário."
Infelizmente, porém, são muitos os que buscam fazer do Espiritismo um meio de ganhar bastante dinheiro.
Não estão interessados apenas e tão somente na obtenção de salário digno:
eles querem muito mais!
E, nos excessos que cometem, facilmente se corrompem.
De repente, sem que percebam, se transfiguram em mercenários da fé.
Sem discernimento, permutam a qualidade pela quantidade.
Não mais lhes interessa o trabalho espírita em si, mas o que dele lhes possa resultar em lucro material.
Se médiuns, destituem-se de toda e qualquer ética, não hesitando, inclusive, em surripiar ideias alheias.
Se divulgadores, não têm o menor escrúpulo em oferecer joio por trigo.
Se dirigentes, tudo fazem para ocupar o poder, auferindo as benesses que, porventura, dele sejam decorrentes.
Os Apóstolos de Jesus não viviam do que encontravam nas ruas - para se alimentar, não reviravam latas de lixo e tampouco se punham a mendigar de porta em porta.
Lucas, em seus registos, no capítulo 8, versículos 2 e 3, afirma que muitas senhoras ricas lhes "prestavam assistência com os seus bens".
Todavia, a pretexto de longas orações, como faziam os escribas que Jesus advertiu com severidade, eles não viviam de devorar as casas das viúvas.

55 NECESSÁRIO E SUPÉRFULO
Sem dúvida, meu amigo, você tem razão: muito difícil saber onde termina o necessário e onde começa o supérfluo - na gente mesmo, porque, nos outros, sabemos com facilidade.
Por esse motivo, o que você recriminar no próximo, primeiro recrimine em si mesmo.
Todavia não recorra, por exemplo, a sofisma desta natureza:
- Vou absolvê-lo, porque, assim, estarei absolvendo a mim.
"O Evangelho Segundo o Espiritismo", em seu capítulo X, numa mensagem de Irmão José, nos recomenda:
"Sede, pois, severos para convosco, indulgentes para com os outros".
O necessário, ou melhor, o disponível a você é aquilo que não vier a fazer falta para alguém, esteja ele próximo ou distante.
Quanto maior julgar que seja a sua carência material, maior será a sua indigência espiritual, porque, a rigor, do ponto de vista material, para sobreviver, o ser humano não necessita de quase nada.
Você tem, à sua disposição, todo o oxigénio do mundo, apesar de não conseguir respirar mais que doze a vinte vezes por minuto.
Até o excesso de ingestão de água é prejudicial à saúde.
Se você ficar exposto ao Sol mais que o necessário, no mínimo, contrairá graves queimaduras.
Tudo que começar a trazer-lhe algum prejuízo espiritual você deve encaminhar à lata de lixo.
Do que a pessoa, no que tange à alimentação, considera como necessário à sua subsistência poderia, em geral, ser dividido por dois, que ainda sobraria alimento para sustentar numerosa família.
Não raro, o guarda-roupa de uma só pessoa pode vestir dezenas de outras.
Chico Xavier dizia:
- É pela boca que o homem está morrendo...
E nós dizemos:
Por não saber ou não querer saber o limite entre o necessário e o supérfluo, é que o espírito, encarnação após encarnação, se tem complicado tanto!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:12 am

56 CONTROLE UNIVERSAL DO ENSINO DOS ESPÍRITOS?!
Para mim, na actualidade, o que Kardec, nas páginas de "O Evangelho Segundo o Espiritismo", chamou de "Controle universal do ensino dos Espíritos", tem importância relativa e não absoluta.
Por quê?!
Porque, repito, nos dias atuais, os médiuns, tomados, em maioria, pelo personalismo, não querem referendar ideias e conceitos que os espíritos, de maneira inédita, transmitem por outros médiuns.
Simples assim.
No tempo de Kardec, os médiuns que endossavam o que outros médiuns diziam ou escreviam não tinham contacto uns com os outros - supunham que estavam tendo a primazia da revelação.
Hoje, não. Através da Internet e dos meios de divulgação cada vez mais rápidos, todos os médiuns, quase instantaneamente, ficam sabendo de tudo que outros andam fazendo - ou, com mais propriedade, o que espíritos andam fazendo em parceria com eles.
Isto, por outro lado, expõe um problema muito sério:
o de quanto os médiuns interferem nos comunicados dos espíritos.
Hoje em dia, um médium completamente destituído de interesse qualquer é uma raridade, e, sobretudo, maior raridade é o médium isento de vaidade pessoal.
Não arrepiem, mas a verdade é a seguinte:
há médium ladrão e espírito ladrão de ideias - roubam, e fica por isso mesmo.
Eu conheço um que é verdadeiro escroque.
Infelizmente, esse fenómeno, através, principalmente, de médiuns invigilantes, vem grassando no meio espírita e disseminando a descrença.
Os espíritas novos e imaturos, sem maior experiência, ficam perdidos, porque, segundo Paulo, na Primeira Epístola aos Coríntios, capítulo 12, versículo 10, eles ainda não possuem o dom de discernir os espíritos.
Existe médium que, supondo estar acima do Bem e do Mal, faz o que quer.
Isso é uma vergonha!
E a culpa é dos espíritas "vaquinhas de presépio", que não colocam o amor à Doutrina acima das bajulações orgásticas, na política rasteira que vem tomando conta do Movimento.

57 "DOUTOR, MANEIRE AÍ!"
- Doutor, maneire aí! - quase que posso ouvir você dizer-me.
Não maneiro, não!
Contemporizar não é comigo.
Chega de ficar em cima do muro.
O que aconteceu ao Cristianismo foi culpa colectiva nossa.
Você quer que o que, está em vias de acontecer ao Espiritismo, seja culpa nossa, de novo?!
Por isso, não maneiro, não!
Quem não quiser ler-me, não leia.
Quem quiser jogar na lata de lixo o que escrevo, digo que ela fica logo aí, debaixo do lugar onde está sentado.
Eu seria capaz de pregar Jesus na cruz, mas não seria capaz de adulterar uma palavra saída da boca Dele.
Chantagem comigo não funciona; nunca funcionou.
Nem com o médium, felizmente, pois, no dia em que com ele funcionar, eu o deixarei e irei procurar outro até no prostíbulo.
Jesus disse aos doutores da lei que as prostitutas haveriam de precedê-los em sua entrada no Reino de Deus.
Claro, como não ir alguém parar na cruz depois disso?!
Então, meu caro, se quiser maneirar, maneire você!
Eu já me cansei de dizer que não sou espírito mentor e não estou interessado em ser.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:13 am

Sou capaz de deitar-me no chão para um necessitado me pisar e até fazer xixi em cima de mim, mas, para quem não precisa, "não vem que não tem".
Agora, vou dizer uma coisa:
Sei que não sou espírito mentor, mas sei também que, desde que Chico Xavier desencarnou mentor encarnado, não existe nenhum!
A escassez é tremenda - tempo de vacas magras.
Querendo demonstrar uma humildade que não tem, muita gente aí na Terra está engolindo uma saparia...
Nada é capaz de fazer mais mal à Doutrina que um espírita pecador querer fazer-se passar por santo.
Eu não tenho loja de máscaras.
Convencionou-se que espírito obsessor só se comunica em reunião de desobsessão.
Comigo, se enganaram, porque eu sou alfabetizado e psicógrafo - escrevo livros.
E daí?! Os livros são de minha autoria.
Escrevo e publico o que eu quiser.
Não venham querer enquadrar-me - nesse esquadro de vocês, eu não me enquadro.
Fico torto, mas não me enquadro!
Vocês vão ter que me aguentar como eu sou.
Amem-me ou odeiem-me.
"Assim, porque és morno, e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca..." - lá está em "Apocalipse", capítulo 3 e versículos 15 e 16.
Há muita coisa boa no Movimento Espírita, mas também há muita hipocrisia.
Eu vou dizer a vocês:
Para mim, o melhor do Movimento Espírita está na cozinha de um Centro Espírita, onde uns dois ou três, considerados ignorantes em termos de conhecimento doutrinário, estão fazendo sopa para os pobres.
E o pior, salvo excepções, está na cúpula.
Eta, turminha! Haverá pranto e ranger de dentes...

58 RECEITA NA ENXURRADA
No bilhete que me escreveu, diz você que não consegue atinar com a causa de sua depressão.
Segundo suas palavras, não há motivo para esse seu persistente estado de abatimento.
Dos medicamentos prescritos pelos médicos que visitou, em seu anseio de recuperação, nenhum conseguiu surtir qualquer efeito positivo.
Sua situação talvez seja semelhante à de um espírita e médium que, certa vez, procurou Chico Xavier, pedindo orientação.
Muito bem casado e pai de filhos saudáveis, vivia em situação semelhante à sua.
Não enfrentava dificuldade financeira.
Profissionalmente, era bem-sucedido.
Não cultivava inimizades.
Enfim, tinha tudo para ser feliz e não era.
O que estaria lhe faltando?!
Depois de ouvi-lo em silêncio, o médium, transmitindo a ele precioso recado do Mundo Espiritual, respondeu:
- Diz nosso Emmanuel que o que lhe está faltando é a alegria dos outros.
Talvez, meu caro, seja isto o que, igualmente, lhe falta: a alegria dos outros.
Você, que afirma já ter gasto tanto dinheiro com psiquiatras e remédios, já pensou nisso?!
E mais: já tentou colocar isso em prática?!
Muito fácil agendar uma consulta particular com especialista e tentar, com palavras, resolver intrincada questão de ordem espiritual.
Certa ocasião, num bloco de receituário, após longamente auscultar de um cliente queixas semelhantes às suas, simplesmente escrevi, em letras de forma:
Trabalho na Caridade!
- Só isso?! - perguntou-me ele como quem, naquele instante, começasse a suspeitar que se tivesse consultado com um charlatão.
- Isso é tudo! - respondi, quase convicto de que, naquela tarde fria e chuvosa, assim que ele saísse do meu consultório, haveria de embolar a receita e jogá-la na enxurrada.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:13 am

59 'LISTA DE ACUSAÇÕES DE QUE ME ORGULHO
Abaixo, forneço a você pequena lista das acusações que pesam contra mim.
Mistificador.
Obsessor sob disfarce.
Espírito chulo.
Sexólatra.
Tabagista.
Mentiroso.
Irónico.
Irreverente.
Pretensioso.
Pseudo-sábio.
Autor invencionista.
Sedutor de mentes incautas.
Bocudo.
Antidoutrinário.
Inimigo do Movimento.
Antiético.
Mercenário.
Trevoso.
Adulterador de livros da Codificação.
Defensor do aborto.
Louco de pedra.
Solta papagaio sem linha.
Escorrega na maionese.
Barão de Münchhausen do Espiritismo.
Humaniza o Mundo Espiritual.
Idolatra Chico Xavier.
Mas, se você me pedir um parecer a respeito, eu só lhe digo o seguinte:
— Partindo de quem parte, de todas estas acusações eu me orgulho sobejamente!

60 COMPETIÇÃO ENTRE OS MÉDIUNS
Para mim, não resta dúvida:
a competição entre os médiuns espíritas é infelizmente, uma realidade no Movimento.
Alguns querendo aparecer mais.
Vender mais livros.
Contar com maior público em suas palestras.
Ser mais bajulados.
Para tanto, muitos deles recorrem aos mais escusos expedientes.
Não possuem o menor senso ético.
Críticas veladas ao trabalho de outrem.
Inventam histórias supostamente contadas pelos espíritos.
Dizem ver o que não vêem.
Escutar o que não ouvem.
Interessante é que não percebo médiuns competirem, por exemplo, para verem qual deles mais recebe espíritos sofredores nas reuniões de desobsessão.
A competição é para ver quem se faz intérprete do espírito mais evoluído, como se a evolução espiritual do médium estivesse directamente relacionada à evolução do espírito que por ele se expressa.
Uma análise comportamental dos médiuns em maior notoriedade - com excepções, claro - faz de quase todos eles candidatos potencial ao Sanatório.
O que eles estão mentindo não é brincadeira!
Comprometendo a Doutrina.
Mil vezes ser um espírita singelo, o último dos últimos, do que ser um médium que a mediunidade, literalmente, lhe tenha subido à cabeça e virado obsessão.
Raríssimos médiuns querem ser médiuns do coração.
Como diz Odilon Fernandes, em muitos médiuns, há mais obsessão na mediunidade que mediunidade na obsessão.
Sinceramente, por conta da vaidade de muitos médiuns, eu não sei como há de ser o futuro do Espiritismo.
O melhor serviço que eles poderiam prestar à Causa Espírita seria largar a sua mediunidade e pegar uma vassoura...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:13 am

61 NO MÍNIMO, É PREOCUPANTE
Muitos, equivocadamente, imaginam que, ao chegar ao Mundo Espiritual, serão recebidos por banda de música, et cetera e tal.
Acreditam que um tapete florido se lhes estenderá aos pés.
Serão saudados como heróis voltando do campo de batalha.
Com voz empostada, em cerimónia pública, alguém fará o seu elogio.
Porém uma leitura atenta do livro "Nosso Lar" nos mostra que André Luiz, o qual não era um espírito qualquer - ele foi o Dr. Carlos Chagas -, depois da morte era um "sem corpo" e "sem tecto" - enfim, um quase indigente do Outro Lado.
Depois de meses internado no hospital, a fim de tratar as sequelas da própria desencarnação, ao receber alta, foi convidado para morar na casa de Lísias, o "visitador da saúde", de quem se tornara amigo.
Em "Nosso Lar", ele não reencontrou nenhum de seus familiares.
Sua mãe estava num Plano superior ao dele.
Seu pai se encontrava preso a uma zona sombria.
Suas irmãs já haviam reencarnado.
De seus avós ele não nos fornece notícias.
Os únicos conhecidos seus, com os quais ele se encontra de maneira imediata, são: 1º - Silveira, a quem seu pai, "negociante inflexível, despojara, um dia, de todos os bens".
2º - Elisa, antiga serviçal de sua casa, com quem, na juventude, mantivera um romance.
Isso, no mínimo, é preocupante.
Convém, pois, que quem ainda esteja na Terra não crie muitas expectativas.
De maneira infalível, no Mais Além, todos somos esperados pelas nossas obras.
E, cá entre nós, mais pelos nossos débitos que pelos nossos créditos.
No meu caso, conforme já tive oportunidade de dizer-lhes, eu apenas me transferi de Sanatório - os internos vão passando, mas eu vou ficando.
No fundo, eu estou mais internado do que qualquer um deles.
Portanto, se você for homem, ponha suas barbas de molho; caso seja mulher, deixe suas madeixas no jeito.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:13 am

62 FILHO DESOBEDIENTE
Minha irmã, você me escreve e me diz que não sabe o que fazer com seu filho, que é desobediente.
Tem seis de idade e já está lhe dando um trabalhão!
Faz birra, joga as coisas no chão.
Diz palavras obscenas.
É um pequeno terror na escola.
Em minha última encarnação, conforme você sabe, eu não fui pai - e nem me recordo se, em uma de minhas muitas vidas anteriores, pai eu tenha sido, senão mãe, de algum pirralho.
Portanto, talvez eu não seja a pessoa mais indicada para a orientação que me pede.
Contudo, eu vou me atrever a dar-lhe algumas dicas.
Certa vez, Chico Xavier disse que, quando voltasse à Terra, não gostaria de ter uma mãe que lhe batesse quanto ele havia apanhado, mas que gostaria de ter uma mãe sempre disposta a corrigi-lo, quando necessário.
Eu sei que isso contraria a muitos educadores e psicólogos.
Paciência...
Eu sou da teoria de que pau que nasce e cresce torto, depois, até as cinzas ficam tortas no chão.
Claro, eu não estou dizendo que cê deva puxar as orelhas de seu fino para arrancá-las - você poderá ser por ele mesmo denunciada, responderá a processo, e, depois, cirurgia plástica custa muito caro.
Mas deixe de ser fraca - seja dura!
Se você não quer criar um delinquente, eduque agora.
Sova de mãe, filho perdoa - de pai, nem sempre.
Converse e aconselhe, aconselhe e converse, enfim, haja sempre com amor, porém, se não funcionar, passe à mão um chinelo e... haja com amor.
No livro de "Provérbios", capítulo 23, versículos 13 e 14, nós encontramos:
"Não retires da criança a disciplina; pois, se a fustigares com a vara, não morrerá".
Se alguém considerar antiquada esta citação de "Provérbios", recorramos a Paulo, em sua Epístola aos Hebreus, capítulo 12, versículo 6, que é mais filosófica:
"... porque o Senhor corrige a quem ama, e açoita a todo filho a quem recebe".
Se o Senhor age assim, como agiria a senhora?!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:13 am

63 MEU DIA A DIA NO ALÉM
- Dr. Inácio - você me pergunta -, quais são as suas ocupações no Mundo
Espiritual? O que o senhor faz?
Respondo que, em linhas gerais, faço a mesma coisa que alguém que compreendeu a necessidade de ser útil costuma fazer sobre a Terra.
Trabalho muito.
Durmo pouco.
Como menos ainda.
Assim que me levanto de duas ou três horas de sono, como alguma coisa rápida e leve e começo o batente no Hospital.
Inicialmente, resolvo questões administrativas.
Depois, caminho pelas enfermarias, cumprimentando internos e funcionários.
Vou para o meu consultório, que fica nas dependências do próprio Hospital, e luto para dar conta da agenda que o Manoel Roberto preparou para mim.
Pequena pausa para o almoço.
Não faço a sesta - nem que seja na sexta!
Volto para o consultório e dou sequência aos atendimentos, todos conveniados ao "SC" - Serviço do Cristo.
Mais à tardinha, recebo amigos, vejo correspondência.
Quase nunca vou à cidade.
Não tenho conta bancária.
À noite, sempre tenho palestra em algum Centro Espírita daqui ou no recinto do próprio Hospital aberto ao público.
Quase de madrugada, estudo e preparo material de escrita, que faço publicar nos Dois Lados da Vida.
Acciono a cabeça do médium - esteja eu de "corpo" presente ou não.
Em meio a todas essas actividades, brinco com meus bichanos - são eles que me descontraem.
Aos domingos, quando posso, em companhia de Odilon, Modesta, Domingas, Manoel Roberto e outros amigos, eu gosto de passear num parque nas proximidades do "Liceu da Mediunidade".
Tenho pensado em namorar, mas não tenho tempo - que mulher me aguentaria?!
Amélia, que era mulher de verdade, deixou de ser.
De meu futuro, nada sei.
As vezes, me sinto puxado para baixo e, às vezes, me sinto puxado para cima.
Sou um homem comum.
Ah! Quando me sobra tempo, vou à "Sala de Banho", viu?!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:14 am

64 PERSONALIDADE VERSUS INDIVIDUALIDADE
A personalidade vê a morte com tristeza.
A individualidade a saúda com alegria.
A personalidade chora de saudade.
A individualidade vibra de esperança.
A personalidade apega-se.
A individualidade renuncia.
A personalidade horizontaliza o pensamento.
A individualidade o verticaliza.
A personalidade tem nome.
A individualidade é inominada.
A personalidade é rótulo.
A individualidade é essência.
A personalidade é terrena.
A individualidade é universal.
A personalidade quer ser amada.
A individualidade ama.
A personalidade é egoísta.
A individualidade é altruísta.
A personalidade é ontem.
A individualidade é amanhã.
A personalidade é fé cega.
A individualidade é razão.
A personalidade prende.
A individualidade liberta.
A personalidade morre.
A individualidade vive.
Por isso, a importância que a personalidade confere aos valores das pessoas é inversamente proporcional à importância que a individualidade confere aos valores do espírito.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Dom Jun 24, 2018 11:14 am

65 SIMPLES ASSIM
Todas as mentes estão em contacto.
Não importa se o envoltório que as reveste seja mais ou menos denso ou etéreo.
Espontaneamente, as mentes se colocam em sintonia, dialogam de maneira ininterrupta - isto é mediunidade.
Entre elas, a sintonia constrangedora é obsessão.
Existem mentes que vampirizam mentes - tanto na Terra quanto no Além.
Assim como há obsessão de encarnado para encarnado, há de desencarnado para desencarnado.
O pensamento não conhece fronteiras, mas a sua intensidade e continuidade depende da força da mente que o emite.
Há diferença entre a chama de uma vela e a de uma lâmpada, como entre a de uma lâmpada e a de uma estrela.
Pensamentos de homens, no corpo e fora do corpo, cruzam a Terra em todas as direcções.
Podemos dizer que estão disponíveis a quem com eles estabeleça conexão - simples assim.
Desenvolver mediunidade é fazer o pensamento "para fora" da caixa craniana e contactar-se com outro.
Não existe mistério.
O ato de orar é ato mediúnico dos mais legítimos.
Mediunidade é pensar junto.
Obsessão é um pensar pelo outro.
O espírito, ao mesmo tempo, vive duas realidades e, sem que perceba, delas participa - a realidade material e a realidade espiritual.
Pelo corpo, liga-se à Terra; pelo perispírito, liga-se ao Mundo Espiritual.
Poderíamos dizer que, assim como um elevador interliga todos os andares de um prédio, também, pelos seus Sete Corpos, o espírito vive, concomitantemente, em Sete Dimensões.
No entanto, à medida que sobe, porque não está preparado para subir, ele vai tendo vertigens - e se detém no patamar onde lhe é possível manter a consciência.
Você pensa muito mais do que fala - portanto você é muito mais médium do que imagina.
Verdadeiramente, isso é que é mediunidade inconsciente.

66 NUNCA SE DÊ POR VENCIDO
Se decidir parar de caminhar, ficará parado até que, por si mesmo, tome a decisão de reencetar a jornada que deliberou interromper.
Ninguém chantageia com as Leis Divinas.
Os Benfeitores Espirituais poderão incentivá-lo a prosseguir, mas eles não irão tomá-lo nos braços e carregá-lo.
O Cristo não isentou nenhum de seus Apóstolos do sacrifício pessoal.
Ele não nos disse "deixe sua cruz e siga-me", mas, sim, "tome sua cruz e siga-me".
Portanto, diante da Vida, não assuma a posição do filho que se rebela contra o pai e tudo faz para contrariá-lo.
Deus se importa com você, mas não se importa só com você.
O amor que Ele lhe dedica é o mesmo que dedica a uma simples folha de relva.
Se, porventura, de livre e espontânea vontade, cruzar os braços, terá que descruzá-los por livre e espontânea vontade.
Nem que, para tanto, isso demore mil anos ou mais.
O problema que você criar terá que ser resolvido por você.
O chão em que não semear será tomado pelo matagal, por exclusiva culpa sua.
Deus lhe concede a terra, as sementes, a chuva e o Sol, porém o suor de plantar deve ser derramado por você.
Não imite a criança birrenta que quebra o brinquedo, porque, se "quebrar o brinquedo", você ficará sem ele.
Não cometa a tolice de querer medir forças com Deus.
E nem culpe os outros pelo que você é, porque você é exactamente o que se permite fazer.
Se o lírio cresce no pântano, por que motivo você não pode crescer na lama?!
E não se esqueça: se bater, seja em quem for, da maneira que for, você irá apanhar nas mesmas condições.
Jesus, ponderando que não sabíamos o que estávamos fazendo, pediu ao Pai que nos perdoasse o que a Ele fazíamos, mas a verdade é que, até hoje, o Pai está examinando a petição.
Porque o perdão de Deus apenas consiste em dar ao infractor de suas Leis a oportunidade de se redimir.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:35 am

67 O LAGO E AS ONDAS
Numa escala de 1 a 100, considerando que a Terra esteja no ponto 1, o Mundo Espiritual imediato está no ponto 2.
O próximo está no ponto 3 e, assim, sucessivamente.
Imagine uma pedra atirada exactamente no meio de um lago, formando uma centena de ondas - a pedra atirada no meio do lago é o seu "Big-Bang", ou seja, a "Grande Explosão".
As ondas - chamadas encíclicas - que se formaram, chegando às extremidades do lago, são o que a Física Moderna vem chamando de "Teoria das Cordas" e das "Super cordas".
Todas as ondas, partindo do mesmo ponto 0, vibram e estão interligadas, porque uma não existiria sem a outra.
O Universo inicial está no centro do lago - cada onda do lago, a propagar-se, criando o espaço, é um Universo paralelo, cópia mais ou menos perfeita do Universo inicial.
Cada Universo, naturalmente, está repleto de vida, e de vida consentânea com a "onda do lago", mais ou menos distante do centro do lago, que é a origem de tudo.
A onda do lago que alcança as suas margens, tendentes à expansão, perde em força e intensidade - a água mais limpa está no centro do lago e não em suas extremidades barrentas.
Não nos esqueçamos de que as ondas mais extremas humedecem a terra e chegam a confundir-se com ela - é onde o lago quase que perde suas características.
Por isso, a Vida Material parece ser tão discrepante da Vida Espiritual.
A questão é que ela é urna onda rasa que se situa na periferia do lago.
O centro do lago, porém, exerce irresistível poder de atracção sobre todas as suas ondas, que tendem a remontar à origem e, de certa maneira, remontam.
Os habitantes das ondas periféricas do lago desejam encaminhar-se em direcção a seu centro - para tanto, porém, necessitam livrar-se das impurezas adquiridas em seu contacto com a lama.
Assim, podemos dizer que uma centena de ondas nos separa do centro do lago - figuradamente, uma centena de Universos que se formaram a partir do Universo que é único.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:35 am

68 CONCORDA?!
Meu amigo, seguem, abaixo, duas informações extraídas das obras de André Luiz, para que, partindo do pressuposto de que você seja interessado pela Verdade, possa ir mais fundo em sua compreensão.
A Ia delas é do livro "Os Mensageiros", psicografado em 1944, constante do capítulo 20 - "Defesas contra o Mal":
"Nossos projectos, portanto, expulsam inimigos do bem através de vibrações do medo, mas poderiam causar a ilusão da morte, actuando sobre o corpo denso dos nossos semelhantes menos adiantados no caminho da vida.
A morte física, na Terra, não é igualmente pura impressão?
Ninguém desaparece.
O fenómeno é apenas de invisibilidade ou, por vezes, de ausência."
Agora, vamos à 2a, inserida no livro "Libertação", psicografado em 1949, capítulo IV - "Numa Cidade Estranha":
"De quando em quando, grupos hostis de entidades espirituais em desequilíbrio nos defrontavam, seguindo adiante, indiferentes, incapazes de registar-nos a presença.
Falavam em alta voz, em português degradado, mas inteligível, evidenciando, pelas gargalhadas, deploráveis condições de ignorância.
Apresentavam-se em trajes bisonhos e conduziam apetrechos de lutar e ferir." (destaquei)
Eu não quero concluir nada por você, mas concorda que os apetrechos de lutar e ferir sejam armas?
Concorda que o que possa ferir possa também matar?
No primeiro texto, concorda que, igualmente, o projéctil disparado pelo cano de uma arma na Terra apenas e tão somente causa a ilusão da morte?
Concorda que, talvez, com subtiliza, André Luiz quis dizer que o corpo espiritual, ou perispírito, possa ser morto no Mundo Espiritual?
Concorda, assim, que assassinatos possam também acontecer no Mundo Espiritual?
Ainda na excelente obra "Libertação, no último capítulo, André descreve que, diante do espírito de Matilde materializada, "Gregório, perturbado e impaciente, atacou-a de longe e empunhou a lâmina em riste, [tratava-se de uma espada] exclamando, resoluto:
-Às armas! As armas!..."
Concorda, assim, finalmente, que, com certeza, lhe falta efectuar um estudo comparativo entre as diversas obras espíritas - estudo mais racional e, portanto, não dogmático, para que, por você mesmo, possa chegar a formar ideia mais precisa da Vida no Mundo Espiritual?
Sinceramente, eu lhe digo o seguinte:
sobre a Terra, fui espírita por décadas e nunca, nunca tive oportunidade de comparecer a uma palestra em que o orador, procurando sair do lugar-comum, se propusesse a uma análise de textos semelhantes aos que transcrevemos acima.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:35 am

69 CIRURGIA NO PERISPÍRITO
No livro "Somos Seis", que você deveria ler, a jovem Volquimar Carvalho dos Santos, escrevendo através de Chico Xavier, fala a respeito de cirurgias plásticas realizadas no perispírito.
(destaquei)
Você se lembra do incêndio no Edifício "Joelma", em São Paulo, que, na manhã do dia 1 de fevereiro de 1974, provocou a desencarnação de dezenas de pessoas?!
Provavelmente, não, porque, você, à época, deveria ser muito jovem - não obstante, inclusive, um filme foi produzido a respeito da inesquecível tragédia:
"Joelma, 23° Andar".
Se desejar, poderá encontrá-lo no You Tube.
Mas vamos ao que interessa.
A jovem Volquimar, no dia 19 de julho de 1975, escreveu a 2ª mensagem à sua querida genitora.
A 1ª mensagem, ela tinha escrito um ano antes, no dia 13 de julho de 1974.
É só você adquirir a obra, que foi publicada pelo GEEM, de São Bernardo do Campo - SP, e inteirar-se dos detalhes.
Vejamos o que no texto da 2a carta enviada aos familiares, o espírito Volquimar, certamente assistido por benfeitores espirituais, escreveu:
"Ninguém julgue que a maioria dos desencarnados aporta no Mundo Diferente sem as marcas das ocorrências que lhes motivaram a separação do corpo físico.
É preciso haver atravessado a existência terrestre quase que em serviço absoluto de espiritualização, para que o nosso envoltório subtil não seja assinalado pelas impressões da morte.
Aqui, surpreendemos companheiros muitos que passam ainda por minucioso tratamento de plástica regenerativa, enquanto que muitos outros recolhem assistência para reparações últimas de pontos orgânicos lesados."
Trata-se, evidentemente, de uma revelação.
Se a mensagem referida tivesse sido grafada por outro médium que não Francisco Cândido Xavier, muitos haveriam de questionar seu conteúdo - todavia, como colocar-se em xeque a mediunidade cristalina de Chico?!
Realmente, muitos são os que chegam ao Mundo Espiritual com graves sequelas das ocorrências da desencarnação.
André Luiz mesmo teve que permanecer hospitalizado por quase nove anos em um dos hospitais de "Nosso Lar".
"Plástica regenerativa" no perispírito!
Por que não?!
A rigor, o que há de estranho ou de antidoutrinário nisto?!
Muitas vezes, o que possa haver para você de antidoutrinário numa obra é a sua falta de estudo mais profundo da realidade, que, convenhamos, transcende os seus limitados conhecimentos.
Estude mais!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:36 am

70 TRANSFUSÃO DE SANGUE
Outra coisa.
Você sabia que, no Plano Espiritual, realiza-se transfusão de sangue?!
Não?! Então, você está precisando estudar mais ainda.
Ora, o perispírito, segundo André Luiz, à semelhança do corpo físico, é dotado de Sistema Circulatório.
Aliás, a turma vive dizendo que o corpo espiritual é a matriz do corpo físico, mas, na prática, não admite tal realidade.
É muito para a cabeça de muitos.
O que se pode fazer?!
Se a Verdade tivesse que se adequar ao tamanho do cérebro de certas pessoas - principalmente de alguns espíritas -, só conseguiríamos enxergá-la com microscópio.
No livro "Estamos no Além", da lavra mediúnica de Chico Xavier, editado pelo IDE de Araras - SP, a garotinha Sandra Regina Camargo (Muniz), de apenas 9 anos de idade, que desencarnou vítima de leucemia, faz outra importante revelação.
A mensagem endereçada à sua avó Julieta, foi transmitida no "Grupo Espírita da Prece", em Uberaba, na noite de 17 de janeiro de 1981.
Logo após as carinhosas palavras de saudação à avó, Sandrinha escreveu:
"A vovó Mariquinha me trouxe até aqui para contar-lhe que estou bem.
A saúde voltou.
Aqui me mudaram todo o sangue - não sei se você pode compreender isso -, mas é assim mesmo.
Dizem que a leucemia é um empobrecimento curável aqui, com a substituição do sangue que é nosso.
Como é isso, eu não sei dizer, como também aí em nossa casa eu nunca soube explicar o que era meu sangue e porque deveria tê-lo em minhas veias." (destaquei)
Talvez você se pergunte: Sangue no Mundo Espiritual?!
Sim, sem que haja, por exemplo, necessidade de ser um sangue tão vermelho quanto o nosso, concorda?!
Afinal, do ponto de vista espiritual, o que é o sangue?!
Princípio Vital materializado - nada mais que isso.
O sangue está para o corpo humano, assim como a seiva está para uma árvore!
A mensagem de Sandrinha, em seu bojo, ainda trás outra revelação importante:
determinadas patologias passam do perispírito para o corpo físico, enquanto outras passam do corpo físico para o perispírito!
Existem doenças adquiridas na Terra e doenças adquiridas no Plano Espiritual!
Plástica e transfusão de sangue!
Quer mais?!
Vire a página deste livro e leia o próximo capítulo.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:36 am

71 CESARIANA NO ALÉM
No livro intitulado "Quem São", psicografado por Chico Xavier, editado pelo IDE, de Araras - SP, no capítulo intitulado "Tudo Está Certo nas Leis de Deus", nos deparamos com impressionante relato de Maria das Graças Gregh, que, com toda a família, desencarnou em pavoroso acidente, na noite de 16 de dezembro de 1975 - a Variant em que viajavam foi esmagada por um caminhão que transportava refrigerantes.
No referido acidente, ainda desencarnaram o esposo, Waldir Gregh, e as filhas Ana Paula e Alessandra.
O curioso é que Maria das Graças estava grávida - ela esperava o nascimento do filho para a segunda quinzena de janeiro de 1976.
Na mensagem que envia à sua progenitora, ela descreve, com detalhes, a cesariana que, então, se processou em seu corpo espiritual, ou perispírito, com o seu terceiro filho, o Júnior, nascendo no Mundo Espiritual, demonstrando que, em verdade, a gravidez possui dupla natureza:
física e espiritual.
E mais: que a reencarnação, igualmente, se processa no Mundo Espiritual - aliás, antes de ser orgânica, ela é perispirítica.
Vamos à transcrição de parte de seu segundo comunicado mediúnico:
"Achava-me dopada por medicamentos ou forças que até hoje não sei explicar e senti perfeitamente que uma cesariana se processava, (destaquei)
"Sentia-me fora do desastre, entre o reconforto de ser mãe novamente e a dor da dúvida sobre o Waldir e sobre as crianças que ficavam na retaguarda.
"Depois disso, veio o sono de verdade, do qual acordei perplexa, perguntando pelos meus.
"A criança repousava junto de mim.
"(...) Chamo Júnior o caçula que se me desagarrou do seio aqui, na Vida Espiritual."
Neste simples relato, fica respondida a questão relacionada à mulher que, por exemplo, desencarna grávida.
A gravidez, em muitos casos, continua a se desenvolver com naturalidade no Plano Espiritual, e a criança, seja por parto normal ou intervenção da natureza cirúrgica, nasce como se nascesse na Terra.
Mais um capítulo que oferecemos para a reflexão dos estudiosos, verdadeiramente interessados em conhecer as condições em que a vida prossegue além da morte do corpo.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:36 am

72 CIRURGIA CARDÍACA NO PERISPÍRITO
Neste capítulo, almejamos apenas fornecer mais um exemplo de intervenções cirúrgicas realizadas nos órgãos do perispírito.
Desta vez, a mensagem é de Hilário Sestini, transmitida no "Grupo Espírita da Prece", em Uberaba- MG, na noite de 17 de julho de 1976.
Ele desencarnara motivado por enfarte do miocárdio, na cidade de São José do Rio Preto - SP.
A inusitada página foi inserida no livro "Vida no Além", editado pelo GEEM, de São Bernardo do Campo - SP.
Vamos à transcrição do trecho cujo conteúdo, particularmente, nos interessa nos estudos que estamos realizando.
"Não pensavam que a ausência do corpo físico surgisse em meu caminho com aquela violência.
"Um mal súbito, sensação de asfixia.(...)
"Acusava-me perplexo, doente. Receava fazer perguntas.
Guardava o medo de readquirir a dor que me abatera, qual se fosse um calhau pontiagudo, no peito, e os amigos me conduziram para a Casa de Saúde Santa Therezinha que reassumia a forma pela qual a conhecera na infância.
"Um leito alvo e um médico, que me disse ser companheiro de nosso estimado Dr. Marat Descartes Freire Gameiro, me cirurgiou o tórax. Estive alguns dias acamado." (destaquei)
No mesmo citado livro "Vida no Além", ainda nos deparamos com mensagem do médico Dr. Orlando Van Erven Filho, também desencarnado na cidade de São José do Rio Preto, em 18 de abril de 1976.
E, igualmente, escrevendo aos familiares, menciona anestesia e cirurgia, a que, no Plano Espiritual, se submeteu em seguida ao seu próprio desenlace do corpo físico.
"Quando assinalei a dor característica, entendi o que me aguardava em momentos rápidos, mas uma sensação de sono me invadia totalmente.
Dormi ao modo da criatura anestesiada para cirurgia de alto curso (destaquei) e tão somente acordei com amigos do 'Bezerra de Menezes' que me amparavam."
Preciso esclarecer que, escrevendo aqui, ao modo que estou fazendo, eu me comporto como deveria comportar-se um articulista encarnado, interessado nos assuntos que abordamos, porque, evidentemente, para mim, na condição de espírito desencarnado, nada disso se constitui novidade.
Eu mesmo, ao deixar o corpo, em 1988, vitimado por enfisema pulmonar, com agravamento da condição cardíaca de meu corpo, no Mundo Espiritual, a fim de me livrar de certas sequelas de meu quadro clínico, tive que me submeter a tratamento nos pulmões.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:36 am

73 FISIOTERAPIA NO CORPO ESPIRITUAL
No livro de nossa irmã Domingas, sugestivamente intitulado "Eu, Espírito Comum", psicografado por Carlos A. Baccelli, editado pela LEEPP, Uberaba - MG, no capítulo 5º - "Fisioterapia" -, ela nos fala das sessões de fisioterapia, inclusive respiratória, a que se teve de submeter no Plano Espiritual.
Domingas, vitimada por câncer pulmonar, desencarnara em 22 de setembro de 2005.
De maneira sucinta, ela descreve sua referida experiência no Outro Lado, com os fisioterapeutas que a atenderam.
"— Bem - indagou-me -, você está preparada?
— Para quê?...
— Para as sessões de fisioterapia.
— Vou precisar mesmo?
— O Dr. Inácio as prescreveu, e dou-lhe um conselho: não convém contrariá-lo.
— Não precisa dizer mais nada; vamos a elas...
Quando começo?
— Amanhã, logo cedo.
No outro dia, depois de uma noite de sono mais tranquilo, uma jovem, acompanhada por um rapaz sorridente, veio me tirar da cama.
— De pé, Domingas!
— Como?!
— Para o banho, primeiro...
Falou, me pegando pelos braços, um de cada lado, e me fazendo dar alguns tímidos passos no quarto.
— Estou com medo de cair...
— Não se preocupe: está segura...
— Se eu cair, posso me machucar?
— Pode, mas não acontecerá.
O Afrânio e eu não deixaremos.
— Quem são vocês?
— Fisioterapeutas." (destaquei)
Enfim, acho que, como não poderia ser de outro modo, Jesus teve razão quando, indagado por Pôncio Pilatos, a respeito da Verdade, preferiu silenciar - ele não a entenderia.
Infelizmente, o meio espírita está repleto de Pilatos perguntando pela Verdade que, aliás, não querem saber...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:36 am

74 PSlCOGRAFANDO A SI MESMO
Você me pergunta se um médium pode psicografar a si mesmo?! Ou seja:
se a personalidade hoje pode psicografar a personalidade de ontem?!
Eu vou dizer uma coisa a você:
em matéria de Mediunidade, para uma compreensão mais profunda do assunto, o homem ainda tem que abrir muito a cabeça.
Claro que, excepcionalmente, um médium pode psicografar a si mesmo.
Vou citar um exemplo.
Chico Xavier dizia que o jovem Camille Flammarion, contemporâneo de Allan Kardec, foi um dos médiuns de que o Codificador se serviu para a elaboração de "A Génese" - o 5º e último livro do Pentateuco.
Flammarion era notável médium psicógrafo, e, psicografando Galileu Galilei, segundo Chico, psicografava a si mesmo, porque, em vidas passadas, ele fora o grande astrónomo de Pisa.
Quando Flammarion caía em transe, naturalmente auxiliado pelos Espíritos da Codificação, ele acessava os arquivos da própria memória, que, em confronto com os novos conhecimentos adquiridos, possibilitavam ao autor de "Pluralidade dos Mundos Habitados", "psicografar" Galileu.
Esse fato entre os médiuns é mais comum do que se imagina, porque, muitos deles, apenas escrevem ou falam sobre reminiscências do passado, pois as lembranças do passado, sem dúvida, podem surgir em forma de história romanceada que um médium se põe a escrever.
Talvez, então, você me pergunte:
- Sendo assim, como é que fica a questão da autoria da obra?!
Isso, acredite, é algo de somenos.
Quase sempre, o espírito que, por exemplo, assina a autoria de um livro, não passe de seu co-autor, senão de um de seus personagens.
Ao contrário do que lhe possa parecer, isso não é menos mediunidade do que o exemplo clássico de mediunidade que você admite.
Famoso poeta estadunidense, autor de "Folhas de Relva", Walt Whitman, escreveu num de seus poemas:
"— Eu me contradigo?!
Pois muito bem. Eu me contradigo.
Sou amplo, contenho multidões."
Acredite: você é uma multidão.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:37 am

75 OVNIS
Sim, claro que existem.
Por que não, se o Universo está repleto de outras humanidades que o povoam?!
Eles tanto existem no Universo físico quanto no Universo extrafísico.
Nos mais diversos Planos Espirituais, deparamo-nos com os mais diferentes meios de locomoção pelo Espaço, dos quais os mais modernos aviões terrestres e as naves espaciais não passam de simples arremedo.
A tecnologia, mesmo na Dimensão que actualmente habito, ultrapassa a tecnologia que se conhece na Terra; aliás, a tecnologia do mundo material é pálido reflexo da tecnologia do Além, que, a pouco e pouco, vai absorvendo-a.
Muitos dos OVNIS que, algumas pessoas, na condição de encarnados, têm oportunidade de "ver", são meros vislumbres das naves espaciais que pululam na esfera espiritual mais próxima.
Por instantes, entrando em sintonia psíquica com os tripulantes desencarnados de tais naves, os terráqueos conseguem enxergá-las, imaginando, assim, que se trata de objectos pertencentes ao Universo físico.
Não obstante, OVNIS pertencentes ao Universo físico igualmente cortam, em todas as direcções, o Espaço material da atmosfera terrestre.
Não há motivo para qualquer estranheza.
Não tem a precária Ciência humana enviado naves à Lua e, mais recentemente, a Marte?!
Cerca de mil satélites artificiais, construídos pelo homem, orbitam, actualmente, em torno do Orbe.
Entre nós, os desencarnados, interessados no estudo a respeito do assunto, é opinião de quase consenso que a "estrela" que brilhou sobre a manjedoura, quando do nascimento do Cristo, era um OVNI.
Examine-se a tela do pintor Giotto alusiva à Manjedoura de Belém.
Infelizmente, a ironia e o sarcasmo humanos impedem que, nesse sentido, novas revelações possam ser feitas.
Todavia é bom que, por exemplo, a humanidade, procurando outro ângulo de visão da realidade, comece a pensar no episódio de o profeta Elias ter sido arrebatado por um "carro de fogo", conforme se pode ler no Segundo Livro de Reis, capítulo 2, versículo 11, quanto naquele outro, que se encontra no Livro de Jonas, capítulo 1, versículo 17, dando conta de que o referido profeta teria sido engolido por um grande peixe, em cujo ventre ele permaneceu três dias e três noites, em missão destinada à cidade de Nínive, na Babilónia.
Ao que me parece, no entanto, a interpretação literal dos citados textos bíblicos seria mais inverosímil que a possibilidade de terem sido Elias e Jonas abduzidos por naves, das quais os próprios homens primitivos dão notícias em seus rústicos desenhos nas cavernas.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Seg Jun 25, 2018 10:37 am

76 PLATÃO E KARDEC
De fato, concordando com Chico Xavier, admitimos que Allan Kardec tenha sido a reencarnação de Platão, discípulo de Sócrates e o fundador da Academia de Atenas.
O método empregado pelo Codificador, em seu diálogo com os Espíritos, era o método socrático, denominado "Maiêutica".
Foram os gregos - e, especificamente Platão - que inventaram o diálogo.
Allan Kardec, ou seja, o Prof. Hippolyte-Léon-Denizard Rivail, que, na semeadura de novas ideias entre os homens, desde muito tempo trabalhava, conforme se pode ler nas páginas iniciais de "O Evangelho Segundo o Espiritismo", chegou a admitir Sócrates e Platão como precursores da Ideia Cristã e do Espiritismo.
Chico, ainda, noutra oportunidade, conversando sobre o assunto, insinuou que, muito provavelmente, o grande educador suíço, Johann Heinrich Pestalozzi, teria sido a reencarnação de Sócrates, considerado o pai da Filosofia - realmente, existe muita semelhança entre a vida de um e outro, que se devotaram à educação das crianças pobres.
Todavia o assunto que pretendemos abordar aqui é outro.
Alguns perguntam como poderia ter sido Allan Kardec a reencarnação de Platão, se Platão é um dos Espíritos que, em "O Livro dos Espíritos", assina o "Prolegómenos"?!
Sinceramente, uma coisa não invalida outra, pois, encarnado como o Codificador, a personalidade de Platão não estaria "endossando" ou mesmo participando de seu trabalho?!
O que impediria, por exemplo, que um dos Espíritos que ditaram o "Prolegómenos", ao lado, inclusive do nome de Sócrates (por que não ele mesmo?!), incluísse o nome de Platão?!
Segundo o Evangelho de Marcos, capítulo 9, versículos 38 a 40, João, certa vez, foi queixar-se ao Excelso Mestre de que um homem, valendo-se do nome de Jesus, andava expelindo os demónios - visto que ele, evidentemente, não fazia parte dos que integravam os seus seguidores directos.
O Cristo, simplesmente, lhe redarguiu:
"(...) Não lho proibais; porque ninguém há que faça milagre em meu nome e logo a seguir possa falar mal de mim.
Pois quem não é contra nós é por nós."
Se o Prof. Hippolyte assumiu a personalidade de Kardec, por que, igualmente, não poderia ter assumido a de Platão?!
Para a tarefa ingente da Codificação, convenhamos que ter sido apenas Kardec, ao tempo dos druidas, nas Gálias, era muito pouco.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 81116
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espirito é Gente! - Inácio Ferreira /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum